Minha primeira lua

A foto não é a 8ª maravilha do mundo e saiu um pouco tremida pq eu não sei onde eu coloquei meu tripé, mas estou postando ela pra compartilhar uma alegria com vcs: consegui tirar uma foto da lua!
Eu ficava tentando, tentando e tudo que eu conseguia era um ponto brilhante e borrado no céu. Primeiro porque eu não tinha um equipamento descente e depois porque eu não conseguia configurar a camera que eu tenho.
Mas depois de muito quebrar a cabeça eu consegui acertar o foco, o ISO e a abertura e saiu algo publicável.
Fiquei feliz!!
Ainda tenho muito o que ajustar para sair uma foto perfeita, mas essa já dá p/ gasto, pelo menos para uma primeira tentativa que deu certo ^_^
Usei: f/4,4 1/50s ISO100 86.4mm
Não sei alterar essas configurações na minha câmera para um resultado melhor. Uso a Lumix Fz35. Se alguém souber como e quiser me ajudar, agradeço de coração.
Mas por enquanto, me deixa ser feliz com essa conquista fotográfica :D

Continue Reading

Usando e testando: hidratantes

Do pescoço pra baixo minha pele é extremamente seca e eu preciso usar hidratantes bem “potentes” para evitar a perda excessiva de água e umidade natural da pele. Mesmo com todos os cuidados (passo hidratante no corpo todo duas vezes por dia) isso não está sendo suficiente (agora estou diminuindo os intervalos).
Tento aliviar os sintomas com produtos de qualidade e acompanhamento com dermatologista. Como hidratantes não possuem contraindicação resolvi fazer esse post para ajudar pessoas com o mesmo problema, ou que fica com a pele mais ressecada no inverno por causa do frio.
No momento estou usando todos esses hidratantes da foto e vou falar um pouquinho de cada um e o que acho deles.

Cetaphil: Foi receitado por uma dermatologista depois de eu ter uma alergia no rosto que deixou minha pele cheia de bolinhas e seca. Usei no rosto só na semana posterior à alergia, pq meu rosto é extremamente oleoso e o creme aumentava a oleosidade em 1000% mesmo não sendo oleoso.
A textura é boa e de rápida absorção pela pele, não é oleoso e não deixa a pele “gosmenta”. Gosto de passar nas mãos, dá um resultado bom, mas o efeito não é muito duradouro (para mim) e precisa ser reaplicado várias vezes ao dia. Ele é sem cheiro.

Lactrex: Minha dermato atual que me receitou para passar nas pernas para evitar a foliculite. Nos primeiros dias amenizou um pouco, mas hoje acho que não faz muita diferença. Continuo com a pele cheia de bolinhas (mas talvez seja o método de depilação que só estou usando o com cero). Tem rápida absorção e efeito refrescante. Dá resultado melhor se passar após a esfoliação. Recomendo usar várias vezes ao dia e não apenas duas como recomendou minha dermatologista. Também é sem cheiro.

Kalima: Diferente dos outros que não possui cheiro, esse tem um odor fraco e gostosinho. É o mais fraco de todos, tem boa absorção pela pele, deixa um cheirinho gostoso, mas não hidrata nada. Foi recomendado por uma alergista e comprei só p/ experimentar se era válido, mas não gostei. Estou usando misturado com glicerina líquida (meio a meio) e aí que consigo uma boa hidratação, apesar de ficar com o corpo meio pegajoso por causa da glicerina. Estou passando somente à noite essa mistura, pois odeio sair na rua toda “grudenta”. Não recomendo para pessoas de pele seca. Talvez funcione bem para peles normais.

Dardia: De todos é o que eu uso há mais tempo. É o que mais hidrata a pele e fica uma camada protetora ao redor. Ele é meio oleoso e a absorção não é tão instantânea, já que ele é mais consistente que os outros da lista, mas o efeito da hidratação é duradoura (não tem necessidade de ficar reaplicando) e ele não deixa a pele “gosmenta”. Também não possui cheiro, o que não impede de usar outros perfumes e body lotions. A consistencia lembra um pouco o Nivea Milk, mas eu considero muito melhor que o Nivea. Possui 5% de uréia, o que garante a ótima hidratação.

Nutraplus: O frasco é pequenininho, o que permite levar na bolsa para reaplicar sempre nas mãos. Foi receitado pela minha dermatologista para aplicar numa região específica, por causa de uma alergia que está me dando dor de cabeça e nas mãos. Tem uma excelente absorção e textura. Não é oleoso, não deixa a pele “grudenta” e hidrata muito, um pouquinho só espalha bem e rende bastante. Possui 10% de uréia e, na minha opinião, o que mais hidrata.

O que eu vejo de mais negativo em todos eles é o preço, que costuma ser um pouco mais salgado, mas eles dão resultado, então acho que vale o investimento. Além de serem hipoalergênicos. São vendidos em todas as farmácias e não precisa de receita médica para comprar.

Continue Reading

A Casa

André Vianco
(4/5)
Sinopse: Em A Casa você encontrará quatro pessoas com os corações atormentados em busca de perdão. Aprenderá que o perdão é o sentimento mais nobre em nosso caráter e tão poderoso que poderá unir os que estão do lado de cá com os que já foram para o lado de lá. Descubra um romance delicioso, afetivo, que trata de sentimentos e vida após a morte.
Prepare-se para embarcar numa viagem no mais íntimo do coração humano… Você vai se espantar com os dramas das personagens e desejar viver a emoção que é entrar na “Casa”!
Opinião: Quem está acostumado com os livros do André Vianco pode até achar a narrativa um pouco estranha, mas isso não tira o prestígio do livro.
Diferentemente da temática vampiresca, A Casa é um livro enigmático, são contadas histórias de quatro pessoas diferentes, com a casa sendo o único elo de ligação entre eles. Como em cada capítulo ele narra uma parte da história de cada personagem não é possível descobrir o mistério que envolve o imóvel até quase o fim do livro.
Não gosto muito de livros nesse estilo que começa a falar uma coisa, vai para outra história e depois retorna no ponto onde parou. E apesar de ser um livro pequeno (apenas 227 páginas) eu demorei muito para terminar de ler. A leitura não desenvolvia e eu sempre ficava com preguiça, principalmente nos primeiros capítulos, mas com o desenrolar da história a leitura flui de uma forma melhor.
O fim é lindo. É um livro completamente diferente do que estou acostumada a ler e não esperava nada daquilo, mas gostei bastante.
Dos personagens o que teve o final mais feliz foi o Hélio e fiquei muito contente por ele, me emocinei com as páginas finais, principalmente pelo fim surpreendente. Mas o alívio para os outros também foi interessante.
Mesmo não sendo meu livro favorito do André, recomendo pela inovação.

Continue Reading