Monthly Archives:February 2012

  • Livro: Percy Jackson – A Batalha do Labirinto

    Post Image

    Rick Riordan
    (5/5)
    Editora Intrínseca
    2010
    1ª edição
    392 páginas
    Sinopse: Percy está prestes a começar o ano letivo em uma nova escola. Ele já não esperava que essa experiência fosse lá muito agradável, mas, ao dar de cara com cheerleaders monstruosas e mortas de fome, vê que tudo, sempre, pode ficar ainda pior.
    Nesse quarto volume da série, o tempo está se esgotando e a batalha entre os deuses do Olimpo e Cronos, o Senhor dos Titãs, fica cada vez mais próxima. Mesmo o Acampamento Meio-Sangue, o porto seguro dos heróis, se torna vulnerável à medida que os exércitos de Cronos se preparam para atacar suas fronteiras, até então impenetráveis. Para detê-los, Percy e seus amigos semideuses partirão em uma jornada pelo Labirinto um interminável universo subterrâneo que, a cada curva, revela as mais temíveis surpresas.

    Opinião: sem dúvidas esse foi meu segundo livro favorito, depois de “O ladrão de raios”. Eu sou fã da Annabeth e um livro com overdose dela foi a melhor coisa que o Rick poderia escrever.
    As aventuras continuam e nesse livro elas foram ainda mais intensas. Aventura o tempo todo, muitos monstros, deuses aparecendo e emoções a todo instante. Impossível não amar!
    Acho que não vou conseguir escrever mais sem soltar algum spoiler, então vou ficando só com os comentários de que foi o segundo livro que eu mais gostei na série e fico até triste em ler o próximo, pois será o último.
    E se você ainda tem dúvidas se deve ou não ler a série, só digo para ler, é tão boa que não vai ficar nem um pouquinho de arrependimento.

  • 034: True Blood

    Post Image

    034 – terminar de assistir à primeira temporada de True Blood DONE!
    E aí que eu viciei, né?! xD
    Comprei a primeira temporada completa numa promoção do Submarino (onde mais?) e apesar de todo mundo falar que era boa eu fiquei enrolando para assistir tudo… mas finalmente eu terminei ^_^ Depois do 5º episódio eu fiquei tão viciada que assistia todo dia e, às vezes, dois episódios por dia!
    Agora que terminou estou triste, pois ainda não tenho a segunda temporada e não acho pra comprar D: Cadê Download? T_T (consegui a 2ª temporada!!)

    True Blood

    Numa nova era de evolução científica, os vampiros conseguiram deixar de ser monstros lendários para se tornarem cidadãos comuns. Essa mudança, que aconteceu do dia para a noite, deve-se a cientistas japoneses, que inventaram um sangue sintético, fazendo com que os humanos deixassem de ser o seu prato principal. Já os humanos ainda não se sentem totalmente seguros convivendo lado a lado com toda a legião de vampiros que está saindo de seus caixões. Ao redor do mundo, cada um escolheu o seu lado a favor ou contra essa revolução, mas numa pequena cidade de Lousiana, as pessoas ainda estão formando a sua opinião. Sookie, garçonete de um pequena lanchonete, tem o poder de ouvir os pensamentos das pessoas e não vê problemas na integração desses novos membros à sociedade, principalmente quando se trata de Bill Compton, um atraente vampiro de 173 anos de idade. Mas ela pode vir a mudar de opinião, à medida que desvenda os mistérios que envolvem a chegada de Bill em sua cidade. Mergulhe no mundo obscuro desse novo drama envolvente, que saiu das mãos do mesmo criador de “Six Feet Under”, Alan Ball. Uma nova sociedade está se formando e cada um precisa escolher a sua posição dentro dela.

    Opinião: uma série cheia de sexo, drogas e rock’n’roll, mistério, drama, homens gostosos e sangue de groselha poderia ser ruim?! É bizarra ao extremo, admito, mas também é muito boa. Na primeira temporada tem um serial killer à solta e todos os indícios te levam a acreditar que é uma pessoa, só no último episódio é que o mistério é desvendado. Tem como não viciar nesse tipo de coisa?! :D
    Os vampiros são mais selvagens e malvados que em Vampire Diaries, o que deixa a série melhor ainda.
    Fica aí a sugestão de uma série viciante ^_^

  • Segunda Pop: ando ouvindo

    No final do ano passado eu deletei todas as músicas do iPod e fiquei perdida procurando coisas novas e pedindo sugestão dos amigos.
    Ouvi as sugestões, achei outras coisas e atualmente ando ouvindo isso aqui…
    O post ficou meio GIGANTE, então eu decidi dividi-lo em duas partes. A primeira vai ao ar hoje e a segunda semana que vem ^_^

    Ed Sheeran

    Christopher Edward, mais conhecido como “Ed” Sheeran, (nascido em 17 de fevereiro, 1991 – Halifax, West Yorkshire) é um cantor e compositor Inglês que atualmente assinou contrato com a Asylum / Atlantic Records. Sheeran rompeu comercialmente em junho de 2011, quando seu single de estréia “The A Team” estreou em número 3 na parada do Reino Unido.
    Sheeran aprendeu a tocar guitarra em uma idade muito jovem, e começou a escrever músicas durante seu tempo na Escola Thomas Mills, em Framlingham. Suas memórias da primeira infância, que ele se referiu em uma entrevista sobre o Zane Lowe show, incluíam ouvir Van Morrison em suas viagens incontáveis para Londres com seus pais e ir a um show intimista com Damien Rice na Irlanda quando tinha 11 anos.

    O Ed tem uma voz muito gostosa e a maioria das músicas são nesse estilo. As letras são meio dor de cotovelo (a-mulher-da-minha-vida-me-abandonou-e-eu-não-sei-o-que-fazer #feelings), mas eu me apaixonei por esse ruivo desde a primeira vez que ouvi.
    E o mais bacana é a participação do Rupert Grint no clipe de Lego House. #gingerpower
    Além de Lego House, não deixem de ouvir Drunk e The A Team

    Cher Lloyd

    Cher Lloyd nasceu em Malvern, Worcestershire, Reino Unido no dia 28 de julho de 1993. Em 2010, foi uma das candidatas mais marcantes do programa The X Factor. Dotada de uma personalidade forte, marcada pela grande presença de palco e segurança ao se apresentar, a garota de Malvern conquistou os jurados e o público com uma performance da música Turn My Swag On, de Soulja Boy.
    Avançou na competição com muito êxito e por fim chegou à final, alcançando a 4ª colocação. Lloyd foi contratada e trabalhou com pessoas de renome para a produção de seu primeiro álbum de estúdio, intitulado Sticks & Stones.
    Swagger Jagger foi o primeiro single de seu álbum. A música atingiu o primeiro lugar nos charts britânicos na semana de lançamento, gerando um buzz enorme para a sua carreira musical. O segundo single, With Ur Love, conta com a participação do rapper Mike Posner.

    Cherzinha representa a parte pop do iPoly. Eu acho o estilo das músicas um pouco Katy Perry, com a grande diferença de que a Lloyd pode cantar. Músicas alegres, pop e contagiantes… LÁ LÁ LÁ LÁ :D

    Florence + The Machine

    Florence Leontine Mary Welch é uma cantora e compositora que nasceu em 28 de Agosto de 1986, em Londres, Inglaterra.
    Florence é a voz e “the Machine” (a Máquina) é a banda que a acompanha. Florence desistiu do curso de arte da faculdade de Camberwell, no sul de Londres. Ela canta desde sempre. Participou do coral da escola, algumas bandas, teve aulas de canto. Florence cresceu ouvindo Kate Bush, e sua banda favorita é Arcade Fire. The Machine é formado por Robert Ackroyd (guitarra), Christopher Lloyd Hayden (bateria), Isabella Summers (teclado), Tom Monger (harpa) e Mark Saunders (baixo)
    Começou sua carreira em 2007.O grupo sempre foi elogiado pela mídia, particularmente pela BBC, que ajudou na promoção na banda ao incluí-la no BBC Introducing, uma marca da emissora para novos talentos musicais.A partir de então, Florence + The Machine ganhou mais atenção e passou a tocar em vários grandes festivais da Inglaterra, como os de Reading and Leeds e o Glastonbury. O primeiro álbum da banda, Lungs, foi lançado no dia 6 de julho de 2009 e ficou no segundo lugar das paradas inglesas durante suas primeiras cinco semanas, atrás apenas de Michael Jackson
    Florence disse que deseja que sua música desperte sentimentos fortes em quem a ouça, como a sensação de atirar-se de um edifício ou de ser capturado para as profundezas do oceano sem qualquer chance de prender a respiração. Parece um tanto exasperante, para não dizer presunçoso, mas é este tipo de sensação que se tem ao ter contato com as criações de Florence + The Machine, a banda encabeçada pela artista britânica.

    Depois que passou a entrevista com a Florence no Fantástico eu fui procurar a banda para ouvir mais e me apaixonei pelo estilo. A Florence tem uma voz linda, é super carismática e a banda (the Machine) é maravilhosa. As músicas possuem sentimentos e depois de ouvir os singles acabei jogando albums inteiros no iPod para ouvir. Outra música que eu indico é Dog Days Are Over. Impossível ouvir sem vontade de ficar dançando e batendo palmas junto “run fast for your mother, run fast for you father, run fast for your children, your sisters and brothers, leave all your love and your longing behind you can’t carry it with you if you want to survive”… (me empolguei aqui e já estou dançando enquanto faço o post xD). #gingerpower 2!

    PS: acho que os videos vão abrir no YT T_T mas não deixem de assistir ^_^