Livro: Cuco

Julia Crouch
(4/5)
Editora Novo Conceito
2012
464 páginas
Sinopse: Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim. Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa. Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil.

Opinião: Confesso que esse foi um dos lançamentos da Novo Conceito que menos me motivou a iniciar a ler, a história não tinha me cativado inicialmente e fui adiando. Mas eu resolvi ler um livro mais grosso esses dias e peguei justamente Cuco.
Me surpreendi com a escrita da Julia Crouch. Cuco é um desses livros que você começa a ler e não consegue parar!
Li metade do livro no engarrafamento que peguei sexta-feira passada e a outra metade eu devorei após o almoço de sábado.
Polly é amiga de infância de Rose e elas passaram muitas coisas juntas. Dividiram um apartamento juntas e compartilharam inúmeras coisas, inclusive namorados. Polly já foi uma cantora famosa, mas teve problemas com drogas, entrou em decadência, se casou com um artista e mudou-se para Grécia, onde teve dois filhos.
Quando fica viúva resolve voltar para o Reino Unido com as crianças e procura Rose.
Rose é uma dona de casa exemplar e uma mãe perfeita. Assim que recebe o telefonema de Polly prepara a edícula (como se fosse uma casa de caseiro, dentro da propriedade dela e do marido) para receber a amiga, apesar da discórdia do marido.
O enredo da história em si não é muito original, fiquei a todo momento lembrando do filme A mão que balança o berço, mas mesmo assim fiquei presa à ela. Pela sinopse é meio óbvio que Polly vai querer se passar por Rose e roubar sua família, mas como isso acontece que nos faz querer devorar o livro.
Achei os personagens meio vazios. No início achava que Rose fosse mais esperta, por saber cuidar tão bem das crianças e conhecer as necessidades delas antes de tudo, mas então ela se mostra uma verdadeira idiota e faz uma série de besteiras que não são coerentes com a personalidade original
Polly, apesar de parecer ser uma adolescente rebelde, se mostra uma verdadeira manipuladora. Mas até agora ainda não consegui entender algumas coisas, do tipo: como uma mulher dessas consegue seduzir os homens? E também, da forma como ela se comportava, será que era tudo fingimento? Como ela passou de vítima a vilã?
Achei que alguns pontos não ficaram bem esclarecidos. Claro que dá para ter um entendimento geral da história sem essas explicações, mas ao terminar de ler eu fiquei com esses e alguns outros questionamentos.
Mas no geral, eu gostei muito do livro. Fiquei imaginando um filme de suspense baseado nele. Imagina que legal uma Polly protagonista má?! Todos os ingredientes para o filme estão presentes, incluindo o clima úmido e frio do Reino Unido para dar um ar mais misterioso às cenas.

Continue Reading

Segunda Pop: o retorno das Girls Aloud

Comecei a gostar das Girls Aloud no final de 2008 (até falei delas nesse post), mas como eu sou super sortuda com girls band, elas se separaram em 2009. Seria uma pausa de 1 ano para cada uma cuidar da sua vida, mas a gente sabe que nunca é assim.

Nadine, Cheryl e Nicola lançaram discos solos. Kimberley participou de Shrek: o Musical e Sarah foi para o rehab eu não sei bem o que fez.
Mas o que interessa agora é que em QUATRO DIAS elas irão voltar oficialmente e eu estou tão ansiosa quanto estive para o retorno das Spice Girls.
Para comemorar, fiz uma seleção das minhas músicas preferidas das meninas. Apertem o play e divirtam-se!

Girls Aloud by Poly on Grooveshark

PS: Preview do novo single, que será anunciado sexta-feira:

EDIT: Saiu o novo single. VEM GENTE!

Continue Reading

SORTEIO: Polypop é 100!


Como prometido, aqui está o sorteio dos 5 kits. Fiz 5 formulários diferentes para aumentar as chances de quem for participar e também para que cada pessoa participe do sorteio que quiser.
Só gostaria de pedir, novamente, para que vocês votem no blog no TOP BLOG 2012. Entramos no Top 100, mas podemos chegar ao Top 3! E conto com o voto de vocês!
Podem votar 3 vezes (com Twitter, Facebook e e-mail). Só clicar ali no selo do Top Blog que fica na lateral do blog.

Regras do sorteio

– O sorteio terá início hoje (12.10.12) e terminará dia 16.11.12;
– Para participar a pessoa deve ter um endereço de entrega no Brasil e preencher corretamente o formulário, seguindo todas as regras estipuladas;
– O vencedor terá um prazo de 05 (cinco) dias para responder o e-mail com seus dados, caso contrário realizarei outro sorteio;
– Serão 05 (cinco) vencedores diferentes. Se a pessoa for sorteada para mais de um kit, apenas o primeiro prêmio irá valer e eu sortearei o kit para uma nova pessoa;
– Enviarei o prêmio em até 30 dias após o sorteio, pelos Correios, para o endereço fornecido pelo vencedor. Não me responsabilizo por extravios dos Correios.

Formulários

Preencha aqueles que você tiver interesse:

a Rafflecopter giveaway

a Rafflecopter giveaway

a Rafflecopter giveaway

a Rafflecopter giveaway

a Rafflecopter giveaway

Continue Reading