Monthly Archives:December 2014

  • Retrospectiva literária 2014

    Post Image

    Retrospectiva literária
    Meu 2014 não foi dos melhores para mim, nem mesmo no plano literário (não li os 80 livros desejados), mas para não passar a data em branco, resolvi fazer uma retrospectiva literária mostrando os livros que eu mais gostei e as melhores aquisições do ano.

    Favoritos

    Favoritos

    AS MENTIRAS DE LOCKE LAMORA
    Resenha aqui
    O Espinho é uma figura lendária: um espadachim imbatível, um especialista em roubos vultosos, um fantasma que atravessa paredes. Metade da excêntrica cidade de Camorr acredita que ele seja um defensor dos pobres, enquanto o restante o considera apenas uma invencionice ridícula.
    Franzino, azarado no amor e sem nenhuma habilidade com a espada, Locke Lamora é o homem por trás do fabuloso Espinho, cujas façanhas alcançaram uma fama indesejada. Ele de fato rouba dos ricos (de quem mais valeria a pena roubar?), mas os pobres não veem nem a cor do dinheiro conquistado com os golpes, que vai todo para os bolsos de Locke e de seus comparsas: os Nobres Vigaristas.
    O único lar do astuto grupo é o submundo da antiquíssima Camorr, que começa a ser assolado por um misterioso assassino com poder de superar até mesmo o Espinho. Matando líderes de gangues, ele instaura uma guerra clandestina e ameaça mergulhar a cidade em um banho de sangue. Preso em uma armadilha sinistra, Locke e seus amigos terão sua lealdade e inteligência testadas ao máximo e precisarão lutar para sobreviver.

    AMALDIÇOADAS
    Resenha aqui
    Cate Cahill tomou a decisão mais difícil de sua vida e resolveu largar tudo para proteger aqueles a quem amava, mas não poderia imaginar os obstáculos que ainda teria pela frente.
    Agora, vivendo disfarçada entre as outras moças da Irmandade, ela precisa se manter a salvo dos implacáveis caçadores de bruxas e lidar com grandes dilemas pessoais, como a distância de seu grande amor e os conflitos que envolvem suas irmãs Tess, uma menina doce e ingênua que guarda um grande segredo, e Maura, a jovem bela e ambiciosa que pretende fazer de tudo para se tornar o centro das atenções.
    Será que Cate está pronta para liderar as bruxas de sua geração e ganhar o respeito de uma sociedade que condena a feitiçaria? E seria ela a bruxa da profecia, a mulher mais poderosa já nascida em muitos séculos e capaz de revolucionar a história do mundo?
    Envolva-se ainda mais na história de Cate e de todas as mulheres fortes que a cercam e segure seu coração para torcer pelo amor de Cate e Finn neste volume que traz revelações imperdíveis antes da conclusão da saga das irmãs Cahill.

    O SEXTO HOMEM
    Resenha aqui
    Sean King e Michelle Maxwell estão no Maine. Mais precisamente, na pequena cidade de Machias, onde fica Cutter’s Rock, um presídio de segurança máxima que abriga os criminosos mais abomináveis dos Estados Unidos. É ali que está Edgar Roy, o homem que precisa da ajuda deles.
    Sean e Michelle foram contratados por Ted Bergin, o advogado de Roy, que pede que os investigadores descubram evidências em que ele possa basear a defesa de seu cliente. Ted, no entanto, não tem chance de lhes dar mais detalhes sobre o caso. A caminho de seu primeiro encontro com os investigadores, ele é morto na estrada, com um tiro à queima-roupa.
    Ex-professor de Sean, Ted o ajudou em um momento difícil de sua vida. Sean não vai deixar que sua morte fique impune.
    Só que nada na vida de Ted parece motivar um assassinato – a não ser que haja algo obscuro no caso de Edgar Roy. E, ao investigá-lo, Sean e Michelle podem incomodar os altos escalões do governo dos Estados Unidos.
    Numa trama em que a vida e a morte se enfrentam em cada página, David Baldacci expõe segredos por trás da CIA, do FBI e da NSA.

    O CÓDIGO DO APOCALIPSE
    Resenha aqui
    Depois das investigações de Manuscritos do Mar Morto, a ex-detetive Heather Kennedy recebe um telefonema com uma proposta de trabalho. Um suposto roubo no Museu Britânico precisa ser investigado. Kennedy rapidamente deduz que alguém teve acesso a livros sobre Johann Toller, um profeta europeu louco do século 17. Acreditando que o fim dos dias estava em suas mãos, Toller fez uma série de previsões relacionadas ao Apocalipse e aos eventos que o precederiam. Mas nenhuma delas havia se tornado realidade até então. Agora, pouco a pouco, os sinais se confirmam. Com a ajuda do mercenário e antigo parceiro Leo Tillman e de uma jovem que pertence a uma tribo secreta, Kennedy deve lutar para impedir que a próxima profecia se concretize: a destruição de uma cidade sem nome…

    A NAMORADA DO MEU AMIGO
    Resenha aqui
    Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você?
    Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu.
    Mas não adianta forçar… Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada!

    AS SETE IRMÃS
    Resenha aqui
    Meus dedos tocaram a selenita em meu colar. Tudo o que podia imaginar era que ele foi mandando comigo, como uma espécie de recordação, talvez por minha mãe, quando Pa Salt me adotou. Ele dissera, quando me deu o presente, que havia uma história interessante pode trás daquela joia… Ele esperava que eu perguntasse. E eu desejava com todo o coração, naquele momento, ter perguntado.
    Agora que Maia e suas irmãs perderam o pai, cada uma delas tem em suas mãos a decisão de buscar ou não a verdade sobre sua família biológica. Maia não resiste ao chamado do passado e é atraída até o Rio de Janeiro, onde, auxiliada pelo escritor Floriano, irá mergulhar em uma história quase centenária. Nos anos 20, uma paixão devastadora entre uma aristocrata brasileira e um escultor francês é sufocada pelas convenções sociais. Uma pequena placa de pedra-sabão eternizou o amor de Izabela e Laurent, selando o destino de Maia. A escritora best-seller Lucinda Riley mergulhou na cultura e na história do nosso país para conhecer de perto os mitos e verdades sobre a construção de um dos mais emblemáticos monumentos à nossa fé: o Cristo Redentor. O resultado dessa experiência é uma trama surpreendente e sensual, recheada de elementos exóticos. A partir do momento em que, junto com Maia, aterrissamos no Rio de Janeiro, não vamos nos separar dela enquanto não decifrarmos os segredos de seu passado.
    E esse é apenas o começo da viagem.

    DE REPENTE ANA
    Resenha aqui
    Ana decidiu viver permanentemente na Krósvia, e tudo está às mil maravilhas. Além do namoro cada vez mais sério com Alexander, ela tem um emprego fixo na embaixada brasileira e dedica parte de seu tempo às meninas do Lar Irmã Celeste.
    Mesmo cumprindo tantos compromissos sociais como princesa, Ana nunca foi tão feliz. Porém, de uma hora para outra, tudo muda. Seu pai, o rei Andrej Markov, sofre um grave acidente e vai parar na UTI. Não resta alternativa: Ana vai ter que assumir o trono da Krósvia e governar a nação.
    Pouco – ou quase nada – familiarizada com a função, ela vai precisar de ajuda não só para reger o seu país, mas também para manter perto de si aqueles que ama. Muita gente está interessada no seu fracasso.

    A MÁQUINA DE CONTAR HISTÓRIAS
    Resenha aqui
    Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos… O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar.
    Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V.
    Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.

    ESCRAVAS DE CORAGEM
    Resenha aqui
    Belle já tinha problemas suficientes preparando a comida da casa-grande e cuidando para se manter longe dos olhos de D. Martha e de seu filho, Marshall. Eles não sabem que, na verdade, ela é filha ilegítima do capitão James Pyke, por isso imaginam o pior em relação à preferência do capitão pela escrava mestiça.
    Ser responsável por uma menina meio doente que acaba de chegar à fazenda é um tormento do qual Belle não precisava. A garota parece incapaz de reter comida no estômago, mal fala, não se lembra de nada e, às vezes, é até meio assustadora, com sua cara de avoada. Além de tudo é branca e tem cabelos cor de fogo. Mas Belle sabe que, entre as pessoas que a acolheram, a cor da pele não significa nada e por isso acaba recebendo Lavinia de braços abertos.
    Esse é apenas o início da saga de uma família formada por laços que vão muito além do sangue. Uma história de coragem, esperança, força e amor à vida.

    A ROSA DA MEIA-NOITE
    Resenha aqui
    Atravessando quatro gerações, A Rosa da Meia-Noite percorre desde os reluzentes palácios dos marajás da Índia até as imponentes mansões da Inglaterra, seguindo a trajetória extraordinária de Anahita Chavan, de 1911 até os dias de hoje.
    No apogeu do Império Britânico, a pequena Anahita, de 11 anos, de origem nobre e família humilde, aproxima-se da geniosa Princesa Indira, com quem estabelece um laço de afeto que nunca mais se romperia. Anahita acompanha sua amiga em uma viagem à Inglaterra pouco tempo antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial. Ela conhece, então, o jovem Donald Astbury, herdeiro de uma deslumbrante propriedade, e sua ardilosa mãe.
    Oitenta anos depois, Rebecca Bradley é uma jovem atriz norte-americana que tem o mundo a seus pés. Quando a turbulenta relação com seu namorado, igualmente rico e famoso, toma um rumo inesperado, ela fica feliz por saber que o seu próximo papel uma aristocrata dos anos 1920 irá levá-la para muito longe dos holofotes: a isolada região de Dartmoor, na Inglaterra. As filmagens começam rapidamente, e a locação é a agora decadente Astbury Hall.
    Descendente de Anahita, Ari Malik chega ao País sem aviso prévio, a fim de mergulhar na história do passado de sua família. Algo que ele descobre junto com Rebecca começa a trazer à tona segredos obscuros que assombram a dinastia Astbury.

    Melhores Aquisições

    Melhores aquisições

    Adquiri vários livros bons em 2014, mas escolhi as 3 aquisições que mais me deixaram feliz ^_^

    Box autografado com todos os livros independentes do Maurício Gomyde
    gomyde
    Comprei o box diretamente com o autor no Bate-papo que teve aqui na livraria Logos. Era uma coleção que eu queria e autografada então, fez minha estante mais feliz ^_^

    Kit Clube 13 da autora Barbara Biazioli autografado
    kit clube 13
    Comprei o kit com autora no encontro ESpetaculosas. Cheguei tarde no evento e saí antes de terminar, mas fui lá, tirei fotos, comprei os livros e ganhei outro(s).
    O kit veio com os 3 livros em uma sacola de papel preta com o nome Clube 13, um hidratante de mão e um bilhete dos personagens.

    Série A maldição do tigre (já tinha o primeiro da coleção, mas faltavam todos os outros)
    a maldição do tigre
    Ganhei de presente de aniversário e como o primeiro livro da saga eu gostei muito, foi a coleção que eu estava mais ansiosa para completar. *o*

    Retrospectiva Literária

    Lidos

    – O inocente
    – Quero ser seu
    – O presente
    – Anjos à mesa
    – Dente por dente
    – O mundo pelos olhos de Bob
    – A cidade dos segredos
    – Sociedade dos meninos gênios
    – Enfeitiçadas
    – Adeus à inocência
    – Quando eu era Joe
    – Segredos e Mentiras
    – Príncipe da Noite
    – Amigas para sempre
    – A invenção de Hugo Cabret
    – Enders
    – O Fogo
    – A arte da guerra
    – As mentiras de Locke Lamora
    – Bob: um gato fora do normal
    – O lado mais sombrio
    – Uma carta de amor
    – Poseidon
    – Colin Fisher
    – Revelada
    – Boneca de ossos
    – Uma trufa e 1000 lojas depois
    – A rosa da meia-noite
    – Incendeia-me
    – Escravas de coragem
    – De repente acontece
    – A máquina de contar histórias
    – Reconstruindo Amelia
    – Minha vez de brilhar
    – Man Repeller
    – Os assassinos do cartão-postal
    – O Beijo
    – Dezoito de escorpião
    – Seis anos depois
    – De repente Ana
    – Se eu ficar
    – O resgate
    – As sete irmãs
    – A namorada do meu amigo
    – O código do apocalipse
    – Diário da cozinheira
    – Willow
    – O sexto homem
    – Atrás do espelho
    – Casados com Paris
    – Sete dias sem fim
    – Simplesmente acontece
    – Amaldiçoadas
    – Antologia de Contos
    – Mares de Sangue
    – Êxtase

    Total de 56. Média bem inferior aos anos anteriores, mas pelo menos fiquei com a média superior a de um livro por semana \o/

  • O que vestir no ano-novo?

    Post Image

    Não, você não está entrando no blog errado e sim, eu estou dando uma “dica” do que vestir para passar a virada do ano.
    Tudo isso por causa da proposta de fazer um post “fora da caixinha” do Rotaroots. E tem coisa mais fora da caixinha do que eu indicando o que vestir no ano-novo?
    Selecionei algumas peças que eu usaria, dependendo do ambiente, da cor, etc.

    Branco

    A cor remete paz e é tradição para algumas pessoas.

    branco
    Eu não gosto de usar branco no Réveillon, mas todo brasileiro gosta, então para não ficar com cara de médica, enfermeira ou dentista, acho legal combinar com acessórios coloridos. Fica bonito e divertido.
    colorido
    Combinar uma camiseta (ou outra peça) branca com o resto colorido também fica lindo (era a minha primeira opção para a virada deste ano).

    Amarelo

    É a cor da inteligência e da criatividade. Também é ativadora e dinâmica, traz muitas ideias, e é bastante conhecida por simbolizar a prosperidade e o dinheiro.

    amarelo
    Criei um look básico com camiseta, calça jeans, sapatilha e diversos acessórios dourados. Um look confortável para quem vai passar a virada em um ambiente mais descontraído, em casa ou com os amigos.

    Vermelho

    É a cor das conquistas, das paixões e da sexualidade. Também é estimulante e impulsiona novos projetos e ideias. Se você quer iniciar o ano pensando em coisas novas ou buscando uma paixão arrebatadora, use no reveillon uma peça de roupa vermelha.

    vermelho
    Esse look ficou mais arrojado e chique. Ainda tem gente que passa a virada do ano em festas desse nível, então por que não?

    Rosa

    Trabalha afetividade, amor, harmonia e união, ajudando no equilíbrio dos relacionamentos pessoais. Essa cor deve ser usada principalmente por quem busca um relacionamento afetivo estável e duradouro.

    rosa
    Fiquei apaixonada com esse look. Vestido de renda, rosa, bem romântico com acessórios também singelos. Com um visual tão apaixonado assim duvido que o amor não apareça em 2015.

    Azul

    É a cor da paciência, harmonia e serenidade, além de tranquilizar o corpo e a mente. Ao usar o azul na virada do ano, a proposta é entrar em 2015 de maneira zen, mais tranquila e sossegada.

    azul
    Esse look eu fiz mais divertido e descolado, com camiseta, short e Converse. Um pouco geek, mas eu passaria a virada vestida assim, de boas.

    Outras cores

    LARANJA
    É a cor da coragem e ousadia, portanto ajuda a buscar novos desafios.

    VERDE
    É a cor do equilíbrio, para quem busca entrar em 2015 com muita tranquilidade.

    VIOLETA OU LILÁS
    É a cor da espiritualidade e da transformação.

    E qual a cor escolhida por vocês para essa virada de ano? Eu ainda estou pensando no que vestir, fiquei com tanta preguiça de 2014 que nem roupa nova comprei para passar o ano (tenho sapatos, serve? rsrs).

    Esse post foi um oferecimento Rotaroots, um grupo de blogueiros com propósito mais old school e voltado para conteúdo de qualidade. Conheça o grupo no Facebook e o site.

    Informações sobre as cores aqui e imagens/looks daqui.

    Comments Off on O que vestir no ano-novo?
  • Meme: Trilha sonora da minha vida

    Post Image

    Trilha Sonora da minha vida
    Eu amo músicas e ouço tantas que só por esse fato parece que minha vida tem trilha sonora. Vida poderia ser como um filme e ter uma música específica tocando a cada momento, não é?
    Não tem, mas a gente pode criar, né?
    Eu pensei na minha vida como um filme e resumi em 26 músicas (não, eu não tenho 26 anos, antes que perguntem). Escolhi músicas que representam (ou representaram) alguns estados de espírito meus ou que me lembraram algumas épocas.
    Quem me conhece vai reconhecer algumas das situações pelas músicas tocadas. Espero que gostem. ^_^
    E estão em inglês porque a maioria das músicas que eu escuto normalmente são neste idioma.
    Polyanne

    Oh sentimental me!

    Trilha sonora da minha vida by Poly on Grooveshark
    Never Give up on the good times
    Nunca se esqueça dos bons tempos, viver é um estado da mente.
    Praticamente 1/3 da minha vida é baseada em Spice Girls. Por causa delas conheci muitos dos meus amigos (vários são amigos desde essa época), vivi grandes momentos, muitas emoções e trocentas desilusões. Tudo isso representado nessa musiquinha que nem single foi.

    Don't look back in anger
    Por favor não coloque suas mãos na vida de uma banda de rock, que porá tudo a perder.
    Sabe quando eu falei de desilusões aí em cima? É porque eu ainda não conhecia Don’t Look Back In Anger, mas tudo bem, depois que eu conheci eu também quebrei minha cara com outras bandas que eu dediquei tempo e amor.
    Eu gosto de uma banda, começo a ouvir muito e ela acaba: Spice Girls, Five, Oasis, Girls Aloud, RNA

    Closing Time
    Todo novo começo, vem do fim de algum outro começo.
    Me digam que vocês se sentem “em casa” quando ouvem Closing Time? Se sentem? Desde a primeira vez que eu ouvi, lá nos anos 90 que eu me sinto assim.
    Mesmo eu tendo passado maus momentos com ela, ela ainda me traz uma sensação de segurança.

    Believe
    Você acredita em vida após o amor?
    Depois de sobreviver à primeira desilusão amorosa a gente acredita, né?

    Misfit
    Quando você se olha no espelho como você se aparenta? Bem, você é superficial e eu a que não se encaixa.
    Uma vida estudando com patricinhas que se preocupavam com maquiagem, salto-alto, celular novo e bolsas de lançamentos da coleção e eu de boas com meu All Star velho ouvindo Britpop no mp3 antigo. Na minha época não era bullying ser desapegada dos grupos e viver isolada.

    Other side of the world
    A maioria dos dias é cheia de desculpas esfarrapadas, mas é muito difícil dizer eu gostaria que fosse simples.
    Essa música é sobre o fim de um relacionamento, mas ouvindo ela com atenção, ela fala mais sobre a vida adulta do que apenas sobre relacionamentos.
    (E eu às vezes queria ser como a água).

    Yo-yo
    Eu sou o tipo de garota que gosta de sonhar muito
    Nicola Roberts começa me descrevendo como sonhadora e depois ainda joga na minha cara que eu sou mestre em arrumar caras “indecisos”, que me fazem de Yo-Yo. Isso – caras – no plural mesmo. Resumindo muito bem minha vida amorosa.

    Unwritten
    Viva sua vida com os braços abertos. Hoje é onde o seu livro começa.
    E o resto ainda não está escrito.

    Esse post foi um oferecimento Rotaroots, um grupo de blogueiros com propósito mais old school e voltado para conteúdo de qualidade. Conheça o grupo no Facebook e o site.

    Comments Off on Meme: Trilha sonora da minha vida