André Vianco
(4/5)
Sinopse: Em A Casa você encontrará quatro pessoas com os corações atormentados em busca de perdão. Aprenderá que o perdão é o sentimento mais nobre em nosso caráter e tão poderoso que poderá unir os que estão do lado de cá com os que já foram para o lado de lá. Descubra um romance delicioso, afetivo, que trata de sentimentos e vida após a morte.
Prepare-se para embarcar numa viagem no mais íntimo do coração humano… Você vai se espantar com os dramas das personagens e desejar viver a emoção que é entrar na “Casa”!
Opinião: Quem está acostumado com os livros do André Vianco pode até achar a narrativa um pouco estranha, mas isso não tira o prestígio do livro.
Diferentemente da temática vampiresca, A Casa é um livro enigmático, são contadas histórias de quatro pessoas diferentes, com a casa sendo o único elo de ligação entre eles. Como em cada capítulo ele narra uma parte da história de cada personagem não é possível descobrir o mistério que envolve o imóvel até quase o fim do livro.
Não gosto muito de livros nesse estilo que começa a falar uma coisa, vai para outra história e depois retorna no ponto onde parou. E apesar de ser um livro pequeno (apenas 227 páginas) eu demorei muito para terminar de ler. A leitura não desenvolvia e eu sempre ficava com preguiça, principalmente nos primeiros capítulos, mas com o desenrolar da história a leitura flui de uma forma melhor.
O fim é lindo. É um livro completamente diferente do que estou acostumada a ler e não esperava nada daquilo, mas gostei bastante.
Dos personagens o que teve o final mais feliz foi o Hélio e fiquei muito contente por ele, me emocinei com as páginas finais, principalmente pelo fim surpreendente. Mas o alívio para os outros também foi interessante.
Mesmo não sendo meu livro favorito do André, recomendo pela inovação.