E a Blogagem Coletiva da vez dos Roots é para falar dos nossos guilty pleasures nacionais. Afinal, todo mundo gosta de uma bagaceira e não devemos julgar ninguém por isso, mau gosto também é gosto, não é verdade?
Mas vamos lá assumir meus gostos toscos para toda sociedade:

Mais Você (Namaria Braga)

maisvoce
A parte de reportagem do programa é meio tosca e a Namaria parece uma tia velha usando o Facebook, mas ela paga mico ao vivo (quem mais foi atropelado ao vivo, minha gente?), come de verdade (e várias receitas que ela dá no programa são boas – já fiz, testei e repeti) e tem o Louro José (que é tão tudo, que o nome do papagaio deveria ser um elogio, tipo, aquele apresentador do Jornal é tão “Louro José”).
namaria

Mulheres Ricas

Logotipo_de_Mulheres_Ricas
Confesso que eu não gosto de reality shows e faço a pseudo-intelectual reclamando de quem assiste BBB e A Fazenda, mas eu não resisto a Mulheres Ricas.
Não existe nada mais tosco do que ver mulheres ricas e fúteis torrando dinheiro na TV. Eu só consigo pensar: com a minha inteligência e esse monte de dinheiro eu dominaria o mundo.
Quase entrei em depressão porque em 2014 não terá uma temporada do programa #chatiada.
gays

Angélica

Quando eu era criança existia um tipo de “preconceito” com quem não gostava da Xuxa, então eu sempre escondi que eu gostava mais da Angélica do que da Xuxa.
O único momento em que eu demonstrei meu amor verdadeiro pela Angélica foi durante a exibição de Caça Talentos. Mas olhando para trás, não tem como não gostar da Angel! Além de apresentadora, a moça ainda cantava, dançava e atuava.
Pena que agora ela adotou a profissão de esposa e mãe de família e ficou boring.
Volta, Fada Bela!

Novelas

Eu gosto, mas não assisto a todas as novelas. Algumas são tão boas que eu acompanho, separo horário na agenda, revejo no VAPVDN e no Viva.
A última que eu gostei foi Lado a Lado e até hoje sinto falta de ver Laura e Edgar na telinha na hora da “janta”.
ladoalado

Comédias

Eu sobrevivi aos tensos anos em que o cinema nacional só valorizava drama (vide Central do Brasil), nada contra os filmes do gênero, mas de uns tempos para cá ando gostando muito mais das comédias do que dos dramas. Felizmente essa minha fase coincidiu com a boa fase das comédias nacionais. Não é só Hollywood que tem comédias bonachonas, Brasil também tem coisas boas do gênero, baby.
Meus favoritos são Se Eu Fosse Você (1 e 2) e De Pernas Pro Ar (1 e 2 também).
seeufossevc
suruba