A vida em tópicos

Eu sei que eu ando meio afastada do mundo blogueiro. Na verdade, afastada do meu blog, porque eu continuo lendo os posts alheios, assistindo a vídeos, vendo postagens nos grupos no Facebook, mas sem vontade de uma participação mais ativa.
Acontece.
Vou abandonar o blog? Não, não vou.
Só não acho justo fazer algo meia-boca ou deixar um comentário vazio só para dizer que estou presente, só para ter números. Cheguei naquela fase da vida que caguei para isso.
Já cheguei para migues no privado e falei: “Sabe aquele seu post? Eu gostei.” As pessoas ficam mais felizes com comentários nos posts? Ficam. Mas olha, migue, nem na melhor fase blogueira da vida eu estou, o meu “eu gostei” significa que o seu trabalho está muito bem feito e que você está no caminho certo. Continue.
Eu estou aqui cuidando da minha vidinha, colocando as coisas no lugar, ajeitando a vida fora da blogsfera para depois trazer conteúdo legal. Melhor assim, né?
Já que estamos aqui tendo uma conversa legal e sincera, vou contar minha vida em tópicos e dizer coisas que aconteceram e estão acontecendo.

1. Brownie morreu. No sábado ele estava bem, mas começou a sentir dor no fim da tarde. Ele estava bem, só com dor (a gente pegava e ele não gostava). Dei um remédio para dor e fiquei no WhatsApp com a veterinária dele durante a noite. Gengivas saudáveis, comeu e bebeu água de manhã, mas parou de se alimentar e durante a madrugada teve dificuldades em respirar. A vet disse que se ele tivesse alguma coisa diferente era para levar para o hospital que ela iria lá. Domingo de manhã, arrumei as coisas, coloquei ele na caixa de transporte e saí. Eu moro há 14km do hospital veterinário. Fiz o percurso em 13 minutos. Mas meus gatos são todos muito assustados. Eles odeiam ficar fora de casa, entram em pânico. A menos de 4km do hospital ele enfartou. O veterinário de plantão fez massagem cardíaca, mas não deu.
Foi uma diferença de 20 minutos entre as mensagens que eu troquei com a veterinária. “Estou saindo de casa” (quando estava arrumando as coisas) e “Ele enfartou chegando no hospital” (depois que o veterinário falou que ele tinha morrido). Foi um choque para todo mundo.
Mas fizemos um funeral completo para ele. Velório, enterro (no cemitério) e missa de 7º dia na igreja de São Francisco.
Ajudou a superar.
Acho que um ser que só nos deu amor merece um ritual digno. Considero meus bichos mais do que considero muita gente. Desculpa, prefiro animais.

2. Não gravei mais vídeos de Planeje Comigo! para o canal porque estou sem planner! Comprei e paguei o bendito em outubro. Não chegou até hoje. Ficou parado em Curitiba quase dois meses e como eu comprei com a Chris, tem aquela parte de chegar para ela, ela me enviar. Quando chegar e tudo estiver em mãos eu volto a gravar.
Essa falta de planner me desanimou tanto que nem vontade de editar o último Planje Comigo! do ano eu tive.
Mas vamos vivendo bem sem isso e sem remorsos.

3. Estou escrevendo uma fan fic. E isso é a coisa que mais me deixou feliz nos últimos tempos. Não é nada demais, não é uma obra prima, não é a melhor coisa que eu já escrevi na vida. Mas vocês têm noção de que eu não escrevo NADA desde 2008? Eu quis muito escrever e voltar a escrever antes, mas não vinha nada. Ou eu achava que não valia a pena. Mas então eu tive um estalo e comecei a escrever e saiu algo plausível de ser colocado em palavras e estou no terceiro capítulo.
É uma fan fic sobre Penny Dreadful, eu peguei a última cena com a Vanessa e modifiquei, criei um final alternativo e a história se desenrola a partir daí. O nome é a tradução do último capítulo The Blessed Dark modificada. Talvez tivesse ficado melhor deixar tudo em inglês, mas quis aportuguesar e virou Após A Escuridão Abençoada. Está no Spirit e pode ser acompanha por aqui:

Fanfic Após a escuridão abençoada

Beijos de luz e até a próxima resenha. (sim, o próximo post será de resenhas)

Continue Reading

Desculpa…

Desculpa…
desculpa
1. pela ausência
2. pela falta de posts
3. pelos comentários não respondidos
4. pelos livros não lidos
5. pelas resenhas não feitas
6. pelos e-mails respondidos fora do prazo
7. pela pouca interação
8. pelos posts não publicados
9. pelos projetos inacabados
10. pelas promessas não cumpridas
11. pelos atrasos
12. pelas experiências não compartilhadas
13. pelos blogs não visitados
14. pelas tags ignoradas
15. pelos textos não lidos
16. pelos links não trocados

2016 foi um ano meio pombo para todo mundo, né? Não gostei muito.
Mas sempre temos a chance de recomeçar e um Ano Novo costuma dar um gás e fazer com que repensemos nossas metas.
Feliz 2017! Que seja melhor para todos nós (e que não venha carregado de desculpas).

Continue Reading

Tag: Meus 7 posts

Recebi essa tag da Luly e como eu gosto de quebrar correntes (e essa tag é bem bacana) estou respondendo. Um pouco atrasada, mas estou aqui.
TAG: 7 POSTS

MEUS 7 POSTS

01) O post mais bonito: Tem gifs, tem imagens bonitas e eu falei de um sentimento verdadeiro sobre uma coisa que eu ainda gosto muito. Tem um pouco de cada coisa que eu acho que seja interessante de se ter um post. 7 coisas que eu aprendi com as Spice Girls

02) O post mais popular: É o post com mais visualizações e downloads. Fico feliz porque é um post que ajuda muita gente. Blog Planner

03) O post que gerou mais discussão/controvérsia: Não era para ser controverso e não gerou muita discussão aqui no blog, mas nas redes sociais… acho que até hoje rola torta de climão quando se lembra dele. O caixão sozinho

04) O post que ajudou/ajuda muita gente: Quando alguém me pergunta sobre organização de eventos eu lembro deste post maravilhoso: Ultimate Party Planner e indico para baixar. Foi um dos trabalhos mais legais do blog. Pretendo refazer e acrescentar novas informações, mas ele do jeito que está ajuda muita gente.

05) O post no qual o sucesso te surpreendeu: Precisamos falar sobre nudes. Era para ser apenas uma campanha sobre um livro, mas eu me dediquei um pouco mais a ele e recebi muitos elogios. Adorei a repercussão boa.

06) O post que não recebeu a atenção que deveria: Coisas que ninguém te conta sobre ansiedade. Muita gente ansiosa no mundo e se identificando com o post, mas ele não está entre os mais visualizados ou comentados.

07) O post que você tem mais orgulho: A série de posts do Planning 101: Organizando e planejando me deixa bastante orgulhosa por ser um projeto a médio prazo com muitas ideias boas. Depois que eu comecei a escrever sobre organização e planejamento até eu fiquei mais organizada. E vejo muitas pessoas seguindo meu exemplo e se inspirando nos posts. É muito maravilhoso ver os amigos se interessando e se apaixonando por um hobby (??) que eu faço questão de divulgar.

Não vou indicar ninguém para a TAG, mas sintam-se a vontade para responder. Adorei a ideia de revirar nossos posts e relembrar o passado do blog e ver como crescemos. Blogueiras das antigas, recomendo a TAG.

Continue Reading