O @ é de outra cidade. E agora?

Ou: o post sobre o que fazer quando você decide mudar de cidade.

Eu achava muito chique falar em globalização quando eu estava no Ensino Médio porque parecia algo muito novo e ainda distante, mas agora que temos internet e redes sociais a coisa parece muito mais palpável. Só abrir um aplicativo, como o Instagram e já podemos ver o que está acontecendo do outro lado do mundo. Seu amigo pode estar em Londres e mostrando tudo ao vivo no Stories e eu acho isso incrível!
Conseguimos nos conectar e ter contato com pessoas distantes e transformar a distância em mero detalhe. Essa facilidade que a tecnologia nos trouxe faz com que conheçamos gente de toda parte do mundo e pode acontecer do @ (aka Mozão) morar longe também. E aí? O que acontece?
Estou em um relacionamento à distância e lidar com a saudade é difícil. Por enquanto estamos na fase de nos preocupar apenas com promoção de passagens para nos ver. Mas vai chegar uma hora que teremos que tomar decisões maiores, como mudar de cidade, se quisermos mesmo ficar juntos.
E fazer uma mudança dessas dá medo porque é um passo enorme. Conversando com amigos que mudaram de cidade (por causa de trabalho, estudos ou @ mesmo) levantei alguns pontos que eu acho que são as principais preocupações de todo mundo.

1. MORADIA

Acho que é a principal dúvida – e a mais importante – da maioria das pessoas. Onde morar? Como achar o imóvel ideal? Qual região (ou bairro) vai atender melhor às minhas necessidades?
Uma cidade novas trás muitos desafios, mas o primeiro deles é encontrar um teto para morar. A vantagem é que podemos usar a internet para pesquisar bastante apartamentos para vender ou alugar.
A dica aqui é: pesquise em fóruns, converse com pessoas que moram no lugar, veja os prós e contras, observe se há facilidade de transporte público, se tem farmácia e padaria (ou mercearia) nas proximidades e a distância do hospital ou atendimento médico mais próximo. Com o lugar em mente, comece a pesquisar em sites de aluguel e imóveis à venda a melhor opção.

2. EMPREGO

Tente se mudar com o emprego já encaminhado. Envie currículos para empresas da sua área e, se for chamado para a entrevista, seja sincero em relação à mudança.
Eu sei que o momento econômico não está bom para a maioria das pessoas, mas pelo menos se planeje financeiramente para a mudança. Tenha uma reserva econômica para você conseguir se manter na cidade nova enquanto você se acerta no emprego novo.

3. ESTUDOS

Eu sou do time que está sempre estudando algo novo. Nunca parei de estudar na vida e não me vejo parando de estudar. Não falo apenas de graduação ou pós, mas também vale para cursos de idiomas ou aulas relacionadas com um hobby. Se você também vive estudando, antes de se mudar veja como será possível prosseguir com seus estudos. Distância da escola/curso/faculdade da sua nova casa, conceito do curso na cidade nova e pense inclusive na possibilidade de fazer à distância.
Coloque na ponta do lápis e analise suas opções.

4. SAUDADE

Vai bater a saudade da família e dos amigos e esteja preparado para chorar e pensar em desistir. É normal, todo mundo que muda de cidade passa por isso. Não pense em largar tudo e correr de volta para casa na primeira dificuldade. Mantenha a calma, o controle emocional (eu sei, é difícil) e se programe para viajar e rever a família em férias e feriados prolongados. Ter um planejamento e data certa de quando verá os seus queridos novamente já te deixará mais tranquilo.
Aos poucos você se habituará no novo ambiente, sua família e seus amigos irão te visitar e você conhecerá gente nova para sair e se distrair.
É só uma questão de tempo para tudo se ajeitar.

E você? Já mudou de cidade? Me conte suas motivações e o que foi mais difícil no início para você.

Continue Reading

Hora de colocar em prática as resoluções de Ano Novo

Vida Saudável
Todo mundo faz alguns planos no início do ano, dos projetos menores (lembrar de beber água) aos mais complexos (comprar um apartamento) e, caso você ainda não tenha percebido, dois meses de 2018 já passaram. Agora que o carnaval já acabou, os alunos já voltaram às aulas e o Brasil começou a andar, vamos colocar em prática todos aqueles planos que estão no papel.
Para 2018 eu decidi cuidar melhor da minha saúde. Confesso que depois que terminei a faculdade eu chutei o balde e não me importei muito em levar uma vida mais saudável, mas meu metabolismo não é bom e eu preciso colocar as coisas em ordem antes que seja tarde demais.
Estou organizando minha rotina para manter horas de sono suficiente à noite, praticar atividade física (quero iniciar Pilates) e melhorar minha alimentação (Ano Novo, Dieta Nova). Talvez eu retorne com o programa de Vida Saudável para o blog, mas não é certo. Preciso acertar minha vida primeiro antes de servir de exemplo para alguém (nem queiram ver o resultado dos meus últimos exames, tenho vergonha até de mostrar para o médico).
Bom, se nos seus planos também está levar uma vida mais saudável, vou deixar uma dica que me fez muito feliz. É possível comprar suplementos naturais sem sair de casa! Eu ando comprando tudo online e no site Saúde na Net é possível comprar produtos para melhorar sua saúde com apenas alguns cliques. Super fácil, né? A loja tem vários itens com preços bem bacanas.
O site tem produtos para emagrecimento, medicamentos fitoterápicos (aqueles remedinhos feito com plantas medicinais – como, por exemplo, Ginko Biloba, Ginseng, Isoflavonas de Soja, Cartilagem de Tubarão e Garra do Diabo), vitaminas e minerais e também para saúde e beleza (comprimidos e pílulas anti celulite, colágeno, Ômega 3 e Café Verde – vamos ficar lindas, sim, bebê!).
Agora vamos arregaçar as mangas, colocar em práticas as resoluções de Ano Novo e fazer esse Projeto Verão dar certo de uma vez por todas! 2018 cuidando muito bem desse corpinho porque além de ser o único que eu tenho, eu mereço o melhor (aliás, todos nós, não é mesmo? Vamos cuidar muito bem do nosso corpo e mente).

Continue Reading

OMG! Gravei um filme!

Não sei se todos sabem, mas sou atriz (ainda sem o DRT, mas estamos aí). Faço teatro desde 2011 e é meu momento preferido da semana. Me divirto, esqueço dos problemas, conheço pessoas legais… e todos os demais benefícios que só o teatro proporciona.

Aí no fim de 2016 surgiu a oportunidade da gente gravar um longa ano passado, meus amigos se inscreveram para participar e eu pensei “por que não?“. Fui uma das atrizes selecionadas para o elenco e no início do ano passado gravamos. Antes, durante e depois do processo de gravação eu até que estava bem tranquila, mas no dia da estreia eu fiquei “OMG! Eu gravei um filme!! Eu vou aparecer na telona!!“.

Vou contar um pouquinho de como foi o nosso processo.
No início de fevereiro de 2017 começamos com reuniões de preparação de elenco. Recebemos nossos personagens, o roteiro e começamos a estudar e construir os personagens. Nas reuniões também foi explicado como seriam as gravações e onde seriam as locações.

Aproximadamente 40 atores participaram do projeto.
O filme, de nome Viajantes, é uma sátira aos programas de reality show, só que ao invés dos participantes entrarem sozinhos no programa eles entravam em grupo (de família ou amigos). Os grupos disputavam entre si um prêmio de 2 milhões de reais.

Minha personagem é a Zefa da Conceição, uma moça humilde, que faxina e cozinha muito bem, tem fé que a vida vai melhorar e ela conseguir comprar seu barraquinho. A Zefa entrou na casa com os amigos (todos bem povão e bem barulhentos) e eles disputaram o prêmio com outros 3 grupos, cada um deles com suas características e peculiaridades. Além dos grupos participantes do programa ainda tinha uma produção bem atrapalhada (com certeza a emissora do programa Viajantes era mais falida que a Caça Talentos da Fada Bela).

Gravamos as cenas nos finais de semana de março e abril, as gravações aconteceram em Vitória e na Praia D’Ulé em Guarapari (divisa com Vila Velha).
Os atores foram divididos em grupos e cada grupo gravava em um dia/horário, com exceção das cenas dentro da casa.
Como eram muitos atores, não tínhamos muitas falas para decorar e foi bem tranquilo de gravar. A gente passava as falas e ensaiava enquanto outros atores estavam gravando e na nossa vez ficava bem mais fácil.
Todos os figurinos eram dos atores e, sem incentivo do governo, tiramos água em pedra pra conseguir produzir tudo. Mas valeu a pena!

Não tinha nada de glamour não, na hora era um ajudando o outro, se esforçando para tudo dar certo, mas a gente se divertia do mesmo jeito (tinha dia que era trabalhoso, mas quem disse que alguém lembra do trabalho? No fim do dia a gente só ficava rindo e relembrando das coisas boas).

Terminadas as gravações, o material foi para a edição e só em novembro ficou pronto e foi exibido. 6 de novembro aconteceu a pré-estreia no Cine Jardins. E a gente lá no tapete vermelho com a família e os amigos, tirando fotos e ansiosos para começar a exibição.

O que eu achei mais interessante no processo é que quando a gente lê o roteiro é uma coisa, quando gravamos é outra coisa e quando assistimo o material pronto é uma terceira coisa totalmente diferente do que a gente imagina quando lê o roteiro.
Ficamos uma semana em cartaz (de 23 a 29/11/2017), mas agora todo mundo pode assistir ao filme no YouTube. Desde o início do ano ele está disponível no canal Oficina de Atores Abel Santana. Só ir , dar play e já deixar seu like.

Trailer:

ASSISTA AO FILME COMPLETO AQUI

PS: Pequeno spoiler, teremos Viajantes 2 também ( e eu gravei a chamada )!!!

Continue Reading