Sou do tipo de pessoa que pensa: se alguém já fez eu também posso fazer, se ninguém fez eu posso ser a primeira a fazer. Partindo deste princípio se eu começo um projeto não vou desistir tão fácil assim.
Então precisávamos comprar e instalar uma antena externa. Há anos nossa antena externa caiu e só usávamos a interna. Nas últimas semanas nossa antena interna não estava pegando nada e assistir TV aberta era por meio de live streaming no computador conectado na TV.
A solução era simples: comprar uma antena externa. A parte complicada: encontrar alguém que fizesse a instalação.
Neste mundo globalizado e conectado comecei a pesquisar sobre antenas e acabei descobrindo como se instalava uma. Não era difícil, então resolvi tentar.
Compramos a antena, os cabos, os conectores, os parafusos e lá fui eu para a varanda tentar montar.
Comecei marcando na parede onde eu iria furar. Coisa linda, marcada com lápis e certinha. Fiz o primeiro furo, coloquei a bucha(?) e fui feliz da vida fazer o segundo furo e pléimA broca da furadeira caiu no chão! Achei que o concreto fosse muito duro, marquei para furar em outro canto e pléim de novo. Fiz isso em todas as direções possíveis para posicionar o segundo furo e nada de dar certo.
Fiquei murchinha , triste e desanimada. Minha mãe chegou e mandou eu guardar as ferramentas que ela chamaria um marido de aluguel para fazer o serviço. Me senti criança quando a mãe tira o brinquedo.
Concordei e fui guardando as ferramentas desanimada. Então eu tive a brilhante ideia de ler o manual de instruções da furadeira (porque obviamente eu não fazia a menor ideia de como usar uma furadeira). Li, reli, entendi que eu estava fazendo tudo totalmente da forma errada, engatei as peças novamente, coloquei a broca no lugar, acertei os botões e… consegui fazer o segundo furo!!!
Fiz o furo, coloquei a bucha no lugar e na hora de colocar o parafuso não tinha força suficiente para apertar e precisava de um alicate. E claro que nosso alicate desapareceria justamente neste momento. Sem problemas, moro ao lado de um material de construção e fui lá comprar um alicate novo.
– Moço, você tem alicate?
– Alicate universal?
– Não sei. Ele tem dentinhos?

O vendedor teve que parar por uns 15 segundos para pensar antes de me responder. Sim, era o alicate de dentinhos!
Voltei para a casa feliz da vida com o alicate novo e fui apertar os parafusos. Detonei com o esmalte de duas unhas, mas prendi o suporte e coloquei a antena. Ficou lindo e certinho no lugar.
Depois cortei os fios, espetei todos os meus dedos colocando os conectores, desci com os cabos, instalei nos televisores e agora minha mãe pode ver à novela em alta resolução.
Deu trabalho, quebrei a cabeça, mas ver que consegui fazer um serviço de homem, valeu à pena DEMAIS!

PS: todos os dedos estão no lugar, nenhuma unha foi quebrada e o esmalte foi reparado posteriormente.
we-can-do-it