desafio 52 semanas
Para o desafio 52 semanas de hoje a proposta é falar dos lugares do mundo que eu gostaria de conhecer, mas eu já falei sobre isso em um meme do Rotaroots.
Então vou falar de lugares no Brasil que eu gostaria de conhecer para não ficar muito repetitivo.
Vamos lá…

GRAMADO, RS
gramado

A sensação de viajar para Gramado parece a de quem visita um cantinho da Europa, pelas inúmeras referências ao Velho Continente, das atrações turísticas até as ruas, construções, restaurantes e lojas.
Chamam a atenção o estilo enxaimel do prédio da prefeitura, típico da Alemanha, as iguarias da cozinha italiana oferecidas pelo restaurante Galeto Mamma Mia e os chocolates artesanais, tão populares na Suíça, presentes na Prawer. Mas as paisagens bucólicas de Gramado dão o verdadeiro toque europeu à cidade.
É o caso do Lago Negro, onde se pode desfrutar de uma paisagem florida, durante caminhadas e passeios de bicicleta. Ainda no mundo da natureza, o GramadoZoo traz espécies animais do Brasil em enormes viveiros, ao invés de jaulas. Ao lado, o Parque Gaúcho recria o modo de vida dos pampas com atrações diversas, como exposições, galpão de atividades infantis, comidas típicas, entre outras.

Quando eu era mais nova eu queria ir a Gramado (no inverno) apenas por causa do clima frio e das vinículas, mas depois que eu soube da existência do Natal Luz, acho que quero ir lá em Dezembro e ter overdose de Papai Noel e músicas natalinas *o*

CAMPOS DO JORDÃO, SP
cj

Campos do Jordão reúne um clima altamente europeu, os atrativos naturais da Serra e a badalação dos bares e shows locais. Contudo o destaque de Campos do Jordão fica por conta mesmo do seu rico parque hoteleiro, de quase nove mil leitos, distribuídos entre hotéis e pousadas.
Já a distração se deve às inúmeras galerias repletas de novidades, sejam malhas, chocolates ou vinhos. Vale a pena conhecer o Morro de Elefante, o Horto Florestal e a disputadíssima cervejaria Baden Baden, renomada por preparar as mais saborosas cervejas artesanais. O município, localizado na Serra da Mantiqueira, não atrai somente turistas, mas também muitas casas noturnas, que no inverno sobem a Serra e prometem agitar Campos do Jordão.
O friozinho é um convite para conferir a gastronomia da Serra, marcada por pratos com molhos encorpados, ideais nos dias mais gelados. Boa parte dos restaurantes se inspira na cozinha europeia, investindo em fondues, massas e iguarias da cozinha alemã. E se o frio aplacar não pode faltar chocolate. Em Campos do Jordão há barrinhas e bombons produzidos na cidade com um gostinho bem diferente dos chocolates tradicionais.
Quem vai a esse destino não pode perder a oportunidade de comprar malhas. Várias lojas locais oferecem casacos, luvas, gorros, cachecóis e peças coloridas, que costumam tornar a viagem memorável. E olha que o estilo das peças compensa a espera! Enquanto isso, o artesanato da região garante peças de madeiras ou cerâmica que vão desde souvenirs até objetos de decoração.

Outra cidade que entrou na minha lista de lugares para conhecer apenas por causa do clima frio no inverno. Claro que a cidade por si só é um charme, mas o frio é um ponto muito favorável quando eu estou pensando em uma viagem nacional.

FERNANDO DE NORONHA, PE
fernando de noronha

Fernando de Noronha é o testemunho histórico de que todo brasileiro vive em um país tropical, inteiramente abençoado, afinal esse arquipélago pernambucano presenteia seus visitantes com atrações naturais de belezas inigualáveis. Nele estão os melhores pontos de mergulho do país, além da baía do Sancho, dona da praia mais bonita do Brasil e uma das mais belas do mundo. Aliás, vale conhecer qualquer uma das praias de Noronha, além de admirar a natureza local a partir de mirantes, ou durante passeios de buggy ou caminhonete.
Mas não é só isso! Noronha guarda uma história tão antiga quanto à do Brasil, recontada através de seus edifícios seculares ainda erguidos. Prova disso são o Forte de Nossa Senhora dos Remédios e as construções históricas na Vila dos Remédios, onde também se encontram os principais serviços da ilha, tais como farmácia, correio e agência bancária.

Odeio praia, sol, verão, calor, vento e areia, mas quem resiste à beleza de Fernando de Noronha? Essa água azul cristalina dá muita vontade de entrar na tela agora e sair nadando. Não acham? rs

BONITO, MS
bonito

Bonito tem os passeios mais incríveis que você pode imaginar, incluindo cavernas submersas, rios cristalinos lotados de peixes e atividades para todas as idades – existem muitas caminhadas curtas e leves. E você não precisa abrir mão do conforto na sua viagem para Bonito – a cidade é um dos polos de ecoturismo nacional e possui boa infraestrutura de serviços turísticos.
Entre as principais atrações de Bonito, o Abismo de Anhumas rouba a cena. A descida de rapel é o único meio de acesso e começa por um vão estreito, mas depois de alguns metros você percebe que está em uma das maiores cavernas submersas do Brasil! A paisagem é deslumbrante e o lago cristalino, ótimo para mergulho com cilindro e flutuação.
E por falar em flutuação, a experiência no rio Sucuri ficará em suas melhores lembranças da viagem. É incrível observar a vida aquática tão de perto! Na Gruta do Lago Azul, uma caverna com mais de 10 milhões de anos, a paisagem é composta por formações rochosas impressionantes, além de águas com aspecto azulado.

Muita natureza não é pra mim e ir “pro meio do mato” me parecia uma ideia de maluco, até conhecer Bonito. Como que a natureza consegue ser tão perfeita que a gente consegue até duvidar de tanta beleza natural? Todas as vezes que vejo fotos como essa eu fico de queixo caído.
Não sou nem um pouco fã de ambientes abertos, natureza, muito verde, rios, lagos, mas eu enfrentaria isso tudo para ver ao vivo as paisagens de Bonito.

FOZ DO IGUAÇU, PR
foz do iguaçu

A natureza onipresente de Foz do Iguaçu torna este um dos destinos turísticos brasileiros mais conhecidos no exterior. Isso porque a principal atração da cidade, as Cataratas do Iguaçu, é considerada uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza – o segundo cartão postal do Brasil mais reconhecido no mundo!
O encanto das imensas cataratas, localizadas no Parque Nacional do Iguaçu, está nas 275 quedas d’água rodeadas pela maior área de Mata Atlântica da região Sul. As atividades internas pelo parque são diversão garantida, como passeios de barco, arvorismo e trilhas. Visitas são bem-vindas durante o ano inteiro, mas o verão reserva os maiores volumes de água.

Olha aí a dona Mãe Natureza me chamando pra ver paisagens naturais de novo… As Cataratas do Iguaçu me encantam desde quando eu era criança e minha mãe ficava vendo esses programas no Globo Repórter, mas agora que eu cresci não é apenas o volume d’água que me faz querer ir para lá. Temos free shop por lá, baby!
Além do mais, aproveitar a viagem para comprar muambas no Paraguai (e Argentina) já está no roteiro. Quem vamos arrasar no portunhol e trazer a mala cheia de bugiganga? o/

Informações turísticas e fotos do site da CVC.