L. J. Smit
(4/5)
Sinopse: O triângulo amoroso mais assombroso de todos. Dois irmãos vampiros, um bom e outro maligno, estão apaixonados pela mesma humana. Stefan conhece Elena e se apaixona por ela instantaneamente, mas jura nunca se aproximar dela por causa de seu segredo sombrio. No entanto, Elena jura conquistar Stefan – ou morrer.
“O Despertar” é o primeiro livro da série, originalmente publicado em 1991. Chegou ao Brasil pela Editora Galera Record em 28 de agosto de 2009.
Best seller da série Diários do Vampiro, chegou a ficar mais de 15 semanas na lista de mais vendidos do New York Times.
Opinião: Que livro bom! Sempre quis ler por causa do modismo que envolve a série, mas ninguém tinha pra me emprestar e os livros custavam caro, aí consegui uma promoção no Submarino e trouxe os 4 volumes pra casa por um preço bem amigável.
Tudo bem que fala do romance de um vampiro que se passa por adolescente e evita beber sangue humano com uma adolescente humana e essa baboseira toda que já estamos acostumados a ver por aí, mas a narrativa é muito boa!
A Elena não é uma protagonista bobinha e indefesa, pelo contrário, é forte, determinada, sedutora e valente. Ela é meio inocente em relação à Stefan, mas acho que qualquer menina seria, por não saber o segredo dele.
Eu gosto de vampiros de verdade que são maus, bebem sangue humano e não têm piedade de ninguém, mas Diários do Vampiro conseguiu superar o preconceito que Crepúsculo me fez ter por esses romances entre aberrações e humanos.
E o final é bom também, dá vontade de ler correndo o próximo volume p/ saber o que vai acontecer depois *_*
É, o problema é entre a Stephanie Meyer e eu, não com esses tipos de romances.
Se vc é do tipo que odiou Crepúsculo com todas suas forças, como eu, dê uma chance à Diários do Vampiro, é bom, muito bom, eu garanto.