oieee
Hoje eu quase perdi a hora. Maldito horário de verão me fazendo dormir demais! Até o Cookie, meu gato, perdeu a hora. Ele sempre acorda antes da minha mãe e hoje quando meu despertador tocou ele ainda estava dormindo. Mas deu tudo certo, consegui me arrumar e tomar café e não perdi meu ônibus!
candydoll9Eu sou do tempo em que falar que tinha um blog era se assumir completamente nerd, não nerd do tipo descolado que tem seriado na TV (ahhh queridos do TBBT), mas nerd que é visto como uncool e que todo mundo fica rindo e quer distância.
Criei meu primeiro blog em 2000 (sim, há 13 anos!!) e um blog não era nada além do que um diário virtual. Se era pessoal era blog, se era de assuntos variados, não era chamado de blog, mas site. Simples assim.
Blogueiros eram em sua grande maioria adolescentes que passavam a tarde inteira editando seus layouts no FrontPage e no Photoshop. Quem não tinha tantos conhecimentos de FP ou PS pegava seus layouts em layout shops e personalizava com Candy Dolls, blinkies, mini gifs e, claro, com sua fotinha na lateral.
A gente postava sobre nosso dia a dia, coisas que gostávamos, nossos sonhos, expectativas e selinhos que ganhávamos. Blogar significava compartilhar um pouquinho da nossa vida, conhecer novas pessoas e fazer amigos. Não tinha nada a ver com firmar parcerias e receber brindes (ou dinheiro) por isso. Aliás, era inimaginável que alguém pudesse ganhar dinheiro com blogs.
Naquela blogosfera era possível afirmar com certeza de que as informações mais sinceras que alguém poderia ter sobre algum produto ou serviço seria nos blogs. Os blogueiros pagavam pelos produtos que analisavam e davam sua opinião mais sincera. Se era bom eles indicavam e não esperavam receber nada em troca.
Então as empresas descobriram essa forma de divulgação e agora eu só procuro indicações de produtos em blogs de confiança e verifico se tem ou não a indicação de “publieditorial”.
Não tenho nada contra publiposts ou blogueiros que fazem ou vivem disso, só que era muito mais fácil blogar e ler posts naquela época.
A atmosfera era amigável, blogueiros se ajudavam, havia troca de comentários e informações e não tinha esse monte de regra e reclamações.
Blogar era apenas um hobby e acho que por isso era tão bom!
Não que os blogs de agora sejam piores, ou que os de antigamente fossem melhores. Só que era diferente e eu sinto falta de algumas coisas.
Felizmente, a Victoria e outros blogueiros roots (me incluo nessa) resolveram que estava na hora de matar a saudade e decidimos voltar com essas coisas boas. Vamos fazer mais postagens coletivas, escrever mais posts descompromissados e encher a blogosfera de nostalgia. Sem ganhar nada por isso, apenas pelo simples prazer de blogar e compartilhar baboseiras com vocês, leitores linduxos.

No momento…
 photo data.gif Data: 22.10.2013
 photo tempo.gif Tempo: Calooooor!! (28ºC)
 photo assistindo.gif Assistindo: Enrolados (filme)
 photo ouvindo.gif Ouvindo: Trilha sonora do filme
 photo comendo.gif Comendo: Barrinha Levittá Pé-de-Moleque
 photo bebendo.gif Bebendo: Água
 photo calcando.gif Calçando: Descalça
 photo vestindo.gif Vestindo: Camiseta do Francês e bermuda
 photo visitando.gif Visitando: Facebook
 photo pensando.gif Pensando: Vou programar esse post p/ amanhã mesmo?
 photo sentindo.gif Sentindo: Calor?
 photo jogando.gif Jogando: Candy Crush Saga (me pegaram no vício!)
 photo lendo.gif Lendo: O símbolo perdido – Dan Brown
 photo msn.gif Conversando: Ninguém (ou melhor, Leo não está online no Skype)

 photo blue.jpg
Primeira versão do “Aventuras da Poly”, criado em 2003

Nostálgicos:

VictoriaBabeeGuiBárbaraPattyThaisAmandaDebsRodrigoRenataLomaDuda MihLola