Livro: Ainda Não Te Disse Nada

Maurício Gomyde
(5/5)
Editora Porto 71
2011
236 páginas
Sinopse: “Ninguém mais escreve cartas hoje em dia”, Marina pensava. Até que um dia uma caiu em suas mãos por engano e mudou o rumo de sua vida. Levou-a ao lugar que ela sempre sonhou. E a conhecer o amor do jeito que nunca imaginou, da forma mais improvável do mundo…

– Ih, desse jeito você nunca vai saber qual é o prazer de escrever… Fechar o envelope… Selar…
Marina acompanhou, de boca aberta, o ritmo das palavras da Dona Jane.
– … Postar… Esperar a resposta por dias… Receber… Saborear a letra da pessoa… Imaginar o momento em que ela escreveu cada linha – Dona Jane olhou para cima, fechou os olhos, sorriu e continuou, lenta: – Não vai saber como é bom sentir a presença da pessoa ali… Naquele papel e…
– Mas receber e-mail de uma pessoa distante também é bom, ué! Oara mim, dá na mesma – Marina cortou a viagem da amiga.
– Ah, mas não tem nem comparação! A letra da pessoa diz muito sobre ela. No computador, a fonte é sempre a mesma, não importa se quem escreve é homem, mulher, novo, velho. No meu tempo…

Opinião: Marina é uma moça de 25 anos que se muda do inteiror para São Paulo para fazer faculdade de moda. Ela trabalha nos Correios e leva uma vida comum, até que o destino coloca em suas mãos uma carta que muda sua vida.
A narrativa é muito gostosa de se ler, a leitura flui muito bem. Alguns capítulos são bem pequenos, o que melhora ainda mais a fluidez.
É um livro belo e emocionante (quase vomitei arco-íris no fim), um romance bem diferente dos que a gente lê por aí e daí a sua beleza. É um livro tão bom de se ler, que dá pra ler numa tarde tranquilo (eu li numa noite, porque prefiro a noite, mas deu para entender a lógica).
Quem gosta de cartas vai se identificar bastante com ele e quem não gosta, vai querer começar a escrever cartas (alô Clube da Carta) para sentir a emoção de escrever, fechar o envelope, selar, enviar e esperar a resposta.

Recebi o livro para um sorteio que farei em breve em parceria com o autor, então fiquem de olho que em breve essa belezinha pode ser de um felizardo :D

Veja também

8 Comentários

  1. Deve ser muito bom este, fiquei com imensa vontade de ler pois adoro escrever cartas apesar de nunca enviá-las … se tiver promo me avisa, vou participar com certeza. Beijo’

  2. Também achei o livro super levinho de ler. É delicioso, daqueles romances fofinhos que a gente não quer largar. Eu sempre gostei de escrever cartas, então pra mim foi uma maravilha. *-*
    Também “quase vomitei arco-íris” no final da história. É linda, linda.
    Beijos.

  3. OHMYGOD! OHMYGOD! OHMYGOD!
    Espero q ele seja MEU!!! Mto quero esse livro tipo AGORA!!!!
    Eu me identifiquei com a Dona Jane, pq pra mim o processo todo do escrever, fechar o envelope, selar, postar, etc. é tipo SAGRADO!! E o receber uma carta, ó céus, é quase um orgasmo!! kkkkk
    Alias, vc recebeu minha cartinha? To bolada pq a mulher do correio era mo mocreia, me atendeu malzao, dai eu respondi ela na mesma altura e ela n gostou nem um pouco, dai depois fikei com medo dela n mandar minhas cartas! :P
    Bjuss

  4. Eu já tinha visto várias amigas falando desse livro, mas nunca tinha parado direito para ler o que ele falava. Adorei. Deve ser uma história muito legal.

  5. Desde o ano passado que eu venho querendo ler este livro, sabe?! Já li váriiiias resenhas e a minha paixão por ele só aumenta. Eu só não comprei ainda porque o autor cobra um pouquinho caro pelo livro. Tipo, ele nem é um autor famoso e cobra o preço de livros famosos. O livro “Ainda não te disse nada” tá com o mesmo preço de “A cabana”, que eu quero ler há anos, mas a minha preguiça de ir na livraria aumenta a cada dia.

    Enfim, a resenha está ótima, eu já conheço a história e eu estou louco para ler este livro.

    Inté. Bjs.

  6. Poly, se vc gostou, eu amei!!
    primeiro porque como vc, amo enviar e receber cartas, já foi um assunto que me chamou atenção desde o início e falando sério, vivi a história!
    Como falaste, os capítulos são pequenos e uma história muito leve e gostosa de está lendo, também prefiro ler a noite… silencio hehehe
    Gosto de todos os cantores que foram citados e o trecho da música da Adele é a que mais gosto!
    Quando for a Sampa, e no shopping na paulista irei me lembrar e pensar na Marina lá!
    aaahh, não posso deixar de comentar que recebi o livro do próprio autor e autografado xD
    2012 está demais!!
    Bjs da Mah