ATRAS_DO_ESPELHOA.G. Howard
(3/5)
Novo Conceito
400 páginas
2014

Sinopse: Em O Lado mais Sombrio , a releitura dark de Alice no País das Maravilhas , Alyssa Gardner foi coroada Rainha, mas acabou preferindo deixar seus afazeres reais para trás e viver no mundo dos humanos. Durante um ano ela tentou voltar a ser a Alyssa de antes, com seu namorado, Jeb, sua mãe, que voltou para casa, seus amigos, o baile de formatura e a promessa de ter um futuro em Londres. No entanto, Morfeu, o intraterreno sedutor e manipulador que povoa os sonhos de Alyssa, não permitirá que ela despreze o seu legado. O mesmo vale para o País das Maravilhas, que parece não ter superado o abandono. Alyssa se vê dividida entre dois mundos: Jeb e sua vida como humana… e a loucura inebriante do mundo de Morfeu. Quando o reino delirante começa a invadir sua vida real , Alyssa precisa encontrar uma forma de manter o equilíbrio entre as duas dimensões ou perder tudo aquilo que mais ama.

Opinião: Decepcionante! Estava toda feliz para ler a continuação de O lado mais sombrio e me deparo com um livro monótono e sem graça.
Tudo estava muito bem na vida de Alyssa e o País das Maravilhas estava vivendo tranquilamente. Alyssa finalmente podia respirar aliviada ao ver seus pais fazendo coisas normais como preparar o café da manhã e seu namoro com Jeb estava ótimo, mas a tranquilidade não durará muito.

Meu professor de arte diz que o verdadeiro artista dá o sangue por sua obra, mas ele nunca nos disse que o sangue pode tornar-se o seu veículo de comunicação, pode assumir vida própria e formatar sua arte de maneiras repugnantes e medonhas.
P. 7

O sedutor Morfeu está de volta para forçar Alyssa a voltar para o País das Maravilhas e sua permanência no mundo humano pode causar prejuízos a todos que ama.
A rainha Vermelha está de volta e quer vingança, Alyssa deve retornar à Toca do Coelho e enfrenta-la antes que ela chegue ao mundo humano e cause grandes prejuízos.

– Esqueceu-se, Alyssa? Os solitários de nossa espécie não são leais a ninguém além de si mesmos, ou ao maior apostador.
P. 41

Se não bastassem todos os problemas que estão acontecendo entre os intraterrenos, uma milionária sedutora está contratando para realizar alguns trabalhos artísticos e isso está matando Alyssa de ciúmes. Ela precisa acertar as coisas com Jeb e consertar o País das Maravilhas antes que tudo em sua vida desmorone de vez.

A apreensão causa-me um nó na garganta e me viro, colocando a mochila para o lado. – Fique longe daqueles que amo. Ouviu?
P. 83

O livro tinha tudo para ser emocionante, cheio de ação e emoção, mas a maioria das páginas são de conversas de Alyssa com Morfeu, um pouco de pressão psicológica e muita confusão. Eu geralmente leio um livro em 48h, demorei mais de uma semana para ler apenas 400 páginas.
Fiquei decepcionada com a história e comigo por demorar tanto para terminar uma história. Finalizei o livro por uma questão de honra.

Sua expressão suaviza. – Eu nunca, jamais, aleguei ser digno de confiança – ele afirma veementemente. – Mas uma coisa eu posso dizer com toda a sinceridade: eu sempre a incentivei a encontrar o melhor em você.
P. 188

A história é toda baseada em confiança. Morfeu o tempo todo coloca em cheque a confiança que Alyssa tem nas pessoas que ama e nele, inclusive. Essa é a mensagem principal da história.
A batalha entre ela e a Rainha Vermelha passa a ser uma coisa tão secundária que as cenas de maior ação acontecem nos últimos capítulos, bem perto do fim do livro.
Na verdade, a ação no fim do livro é tanta que ele termina na melhor parte e deixa uma grande ansiedade para ler a continuação.
Foi decepcionante ler 400 páginas esperando por um evento que não aconteceu e foi repassado para o próximo livro.

– Qual é a sua definição de real?
P. 259

Assim como o primeiro livro da série, a capa é linda e o miolo é cheio de detalhes magníficos, mas achei a história em si bem decepcionante.