esperandoporvcSusane Colasanti
(5/5)
Editora Novo Conceito
2013
336 páginas

Sinopse: É hora de iniciar o segundo ano do Ensino Médio, e Marisa está pronta para um novo começo e para seu primeiro namorado de verdade. No entanto, depois do popular Derek convidá-la para sair, as coisas ficam complicadas. Além de seus pais se separarem e de Marisa ter uma briga com seu melhor amigo, Derek ? o amor da sua vida ? a deixa desapontada. As únicas coisas que mantêm Marisa são os podcasts de um DJ anônimo, o qual parece entendê-la totalmente. Mas ela não sabe quem ele é… Ou sabe?

Opinião: Um desses livros adolescentes bem fofos, sabe? Enredo bem de filme de Sessão da Tarde, que a gente já sabe o que vai acontecer no fim, mas é tão gostosinho que acompanhamos a história toda com a protagonista.

Eu adoro o início das aulas. É uma época de renovação, de reinventar a si mesma, transformar-se na pessoa que sempre quis ser. Você pode voltar para a escola como uma pessoa completamente nova e viver experiências totalmente diferentes. A cada ano, eu fico toda entusiasmada, pensando em como tudo vai ser diferente, mas isso nunca acontece. Estou cansada de me decepcionar sempre. Este tem que ser o nosso ano.
P. 10

Marisa é uma garota comum, que tem uma vida comum, uma família comum, que segue a mesma rotina a vida inteira e tudo o que ela quer é uma mudança significativa.

– Mas precisamos perceber, também, que temos, todos, a capacidade de operar estas mudanças em nós mesmos. Sim, sou a última pessoa que defenderia a ideia de exercer algum controle sobre a sua vida Eu falo sobre coisas grandiosas, mas ajo como um pateta na maior parte das vezes. Mas isso não me impede de alimentar a expectativa de que eu possa mudar. Todos nós podemos mudar a situação em que estamos. Talvez não da maneira como a gente queira, mas podemos pelo menos melhorar algumas coisas.
P. 47

Ela tem uma melhor amiga, Stearling, e faz um pacto com ela de que vão continuar amigas e continuar saindo todo sábado à noite, mesmo se arrumem um namorado. Marisa e Stearling se dão super bem e estão sempre juntas falando sobre meninos e fofoquinhas da escola.
Além de Stearling, Marisa tem um grande amigo, Nash. O professor de Ciências coloca os dois para trabalhar em dupla no laboratório, então eles estão sempre estudando juntos na casa dele para fazer o relatório das aulas. Nash é um rapaz estudioso, colecionador de sinos e muito fofo!
Mesmo quando Marisa começa a namorar com Derek o relacionamento entre ela e Nash não muda e dá para notar que a amizade deles é mesmo verdadeira.

Sinto uma dor no coração. Sempre achei que este sentimento tivesse a ver com amar alguém que não ama você, ou com sentir saudade de alguém que está longe. Nunca imaginei que o coração pudesse mesmo doer.
P. 178

Mesmo a história parecendo ser meio parada, sem grandes reviravoltas, o livro é de tamanha fluidez que eu praticamente o li todo em um dia! Senti muito à vontade com os personagens e me identifiquei bastante com a Marisa. Aliás, tive uma sintonia perfeita com todos, pois eles me lembraram muito bastante coisa que aconteceu comigo ou com um amigo quando eu era adolescente.

Nunca imaginei que os rapazes tivessem músicas que fazem com que se sintam melhor. Sempre achei que isso fosse uma coisa só das meninas.
P. 205

Outra coisa que eu achei legal foi que sempre havia menção a alguma banda ou música. Sou fã de música e acho que a vida deveria ter trilha sonora e acho muito mais especial quando os livros mencionam músicas.
Fiquei com vontade de sair baixando a discografia completa do The Cure e do John Mayer por causa das menções.

O céu fica todo cor-de-rosa e vermelho com o pôr do sol. Sinto vontade de tirar fotos, neste momento o timing é tudo. Dentro de um minuto, as cores vão estar diferentes e, então, tudo isso não vai passar de uma lembrança. Mas não pego minha câmera. Quero manter isso dentro do meu coração e me lembrar deste momento para sempre, deste jeito. É como John Mayer diz na música “3×5”, certas experiências não podem ser vivenciadas através de uma lente.
P.332

Gostei bastante da escrita da Susane em Bem Mais Perto, mas agora ela me conquistou definitivamente.