EVE_E_ADAMMichael Grant; Katherine Applegate
(5/5)
Editora Novo Conceito
2014
272 páginas

Sinopse: Filha única da poderosa e fria geneticista Terra Spiker, Eve fica entre a vida e a morte depois de sofrer um acidente de carro. O processo de cura no misterioso laboratório Spiker transcorre com uma rapidez impressionante, o que desperta a curiosidade da menina.
Antes que Eve estreite os laços com Solo, um rapaz que compartilha segredos com a corporação, a Dra. Spiker lhe propõe um desafio: Eve terá a chance de testar, em primeira mão, um software desenvolvido para manipular gens humanos. Ela poderá criar um namorado sob medida!
Mas brincar de Deus tem consequências, e agora Eve vai descobrir até que ponto existe perfeição.

Opinião: Eu comecei muito bem o ano de 2015: só leituras maravilhosas!
Assim que li a sinopse fiquei interessada pelo livro. Envolve tecnologia e genética e isso me despertou muita curiosidade.
Apesar de envolver ficção científica não é livro viajante cheio de nerdices. Há ciência de forma leve. Aliás, leve descreve perfeitamente o livro. A ciência está presente de forma leve, o romance e leve, o mistério é leve.
Uma ótima pedida para uma tarde sem nada para fazer (e dá para ser lido em uma tarde).

Ao morrer – e eu percebo isso quando voo pelo ar como um pássaro ferido – você deveria estar pensando no amor.
P. 7

Eve acaba de sofrer um acidente e sua perna foi dilacerada, terá muita sorte se ela não for totalmente perdida, mas sua mãe a retira do hospital, leva-a para o laboratório Spiker e os médicos do laboratório cuidam dela. Milagrosamente sua perna se recupera e fica perfeita novamente.

E de uma coisa eu já sei: Tommy e os Gênios, aos sussurros, falam sobre o Projeto 88715, eles o chamam por outro nome.
Chamam de “Projeto Adam”.
P. 71

Desde que foi “resgatada” do hospital por sua mãe, Eve passou a conviver com Solo. Solo é um rapaz órfão de pai e mãe e tutelado pela mãe de Eve, a poderosa geneticista Terra Spiker.
Solo mora no laboratório, trabalha lá e estuda. Desde a morte dos pais que ele é obrigado a conviver com Terra, a quem ele odeia.
O rapaz é ignorado pelos grandes cientistas por ser apenas o cara que traz cafezinho, mas Solo é inteligente e sagaz. Ele possui uma ótima memória e um Q.I. nem um pouco desprezível.
A princípio Terra tentou afastar os dois, mas eles não são bons em obedecer regras.

Um relacionamento ruim é melhor do que nenhum relacionamento?
P. 99

Enquanto estava se recuperando do acidente, Eve ficou entediada, então sua mãe lhe dá uma tarefa muito interessante: brincar de Deus. Eve começa a mexer em um programa de computador e a criar uma simulação de humano.
Ela cria o rapaz perfeito, Adam.

Não, eu digo a mim mesma, não é esse o problema. O problema é que, de um jeito ou de outro, você vai confrontar a sua mãe e dizer a ela que já sabe da verdade.
P. 131

Só que há um segredo sobre sua mãe que Eve não sabe e Solo pretende revela-lo em breve.

Sim, a vida é cheia de surpresas.
P. 185

O livro é narrado sob a perspectiva de 3 personagens: Eve, Solo e Adam. Cada capítulo é contado por um personagem diferente. A narrativa de cada personagem é em primeira pessoa e é bem interessante ver a mesma cena sob dois (ou 3) aspectos diferentes.
A leitura é fácil, divertida e gostosa, dá para ser lido em poucas horas, sem nenhum esforço. Uma ótima recomendação para as férias ou após uma ressaca literária (quem quer se esforçar muito nesses momentos?).

Eu sou perfeito. Eu sou Adam.
P. 188

A capa é linda e eu leria o livro apenas por ela. O detalhe do quebra-cabeça na maçã ficou bonito e bem chamativo.
O miolo também é bonito. É simples, mas em cima de cada capítulo tem o detalhe singelo de uma maçã. Amei!