a_espada_do_veraoRick Riordan
(4/5)
Editora Intrínseca
2015
448 páginas

A espada do verãoé o primeiro livro da série de Rick Riordan: Magnus Chase e os Deuses de Asgard , que fala sobre mitologia nórdica. O livro começa contando a história de Magnus, um menino que mora na rua desde a morte de sua mãe, dois anos antes em uma explosão suspeita.
Na rua, Magnus forma uma família estranha com outros dois “moradores”, Blitz e Heart. Mas tudo muda quando aparecem cartazes com sua foto e duas pessoas “estranhas” procurando por ele.
Magnus decide procurar respostas na casa de seu tio Randolph e acaba morto.
Sim, ele morre.
Após morrer ele, é levado por Sam, uma valquíria, para Valhala (o paraíso), onde se torna um einherjar (um herói corajoso que treina esperando o Ragnarök).

– Mitos nada mais são do que histórias sobre verdades que esquecemos.
P. 32

Mas claro que a morte (?) dele não seria tão fácil dele assim. Ele não ficaria de boas em Valhala treinando e esperando pelo Raknarök (dia do Juízo Final). Além de descobrir que todas as lendas vikings são reais, ele fica sabendo que seu pai é um deus nórdico e que o mundo de Asgard está se preparando para entrar em guerra.
E quem será o responsável por impedir o Ragnarök? Ele mesmo, Magnus.
Mas Magnus não se aventurará sozinho nisto, para cumprir a missão, Blitz e Heart, que são mais do que simples moradores de rua, e Sam o ajudarão.

– Sim, mas isso foi escolha dos deuses, não minha. A questão do destino, Magnus, é a seguinte: mesmo que não possamos mudar o cenário, nossas escolhas podem alterar os detalhes. É assim que nos rebelamos contra o destino, como deixamos nossa marca.
P. 123

Eu ganhei este livro ano passado no evento de lançamento da série e eu não me interessei muito por começar logo a leitura. Foi um dos livros que eu fui deixando guardado na estante para ler quando aparecesse um momento mais oportuno. E finalmente ele chegou.
Não esperava absolutamente nada da história e talvez por isso tenha me surpreendido tão positivamente. Após ler Percy Jackson (e amado) e as Crônicas do irmãos Kane (não gostei nada) não sabia o que esperar do tio Rick.
Fiquei muito feliz por ter voltado a ler Rick Riordan com uma série tão boa. Conversei com outros fãs do autor e, entre os meus amigos, é praticamente unanimidade que esta série é a melhor. Pelo menos, pelo primeiro livro chegamos a esta conclusão.
Ri muito e me diverti muito com as confusões criadas por Magnus e seus amigos. Acho que gostei muito mais do Magnus do que do Percy, foi mal, tio Rick, mas é verdade. Mal posso esperar para ler o próximo livro.