NAO_FALE_COM_ESTRANHOSHarlan Coben
(5/5)
Editora Arqueiro
2016
304 páginas

Adam Price é casado, pai de dois filhos adolescentes, mora no subúrbio e tem uma vida comum, até que um dia ele é abordado por um estranho na rua e ouve poucas palavras que fazem tudo o que ele construiu desmorone.

– Sou apenas alguém que sabe de algo importante. Ela mentiu para você, Adam. Corinne nunca esteve grávida. Tudo não passou de uma armadilha pra trazer você de volta.
P. 10

Há dois anos Corinne, esposa de Adam, apareceu grávida, mas poucos meses depois perdeu o bebê. Adam achou tudo normal na época, mas com a afirmação do estranho ele resolveu investigar e descobriu que Corinne mentira.
Adam confrontou a esposa, que não desmentiu a história, mas disse que no dia seguinte conversariam sobre isto. Mas Corinne sumiu. Ela saiu, enviou uma mensagem pedindo para que ele não a procurasse e não retornou mais para casa.
Achando estranho a atitude da esposa Adam começou a investigar o caso e descobriu muito mais do que precisava saber.

[…] Sonhos são feitos de coisas delicadas e incomensuráveis. Não podem ser destruídos com tanta facilidade. Quanta ingratidão, quanto egoísmo, quanto desatino não admitir tamanha sorte na vida.
P. 47

Não fale com estranhos é um suspense maravilhoso de Harlan Coben. Parece redundante colocar maravilhoso e Harlan Coben na mesma frase, mas não tenho uma definição melhor para o livro. Amo todos os livros do Harlan e com este não foi diferente.
Estava passando por uma fase em que a leitura não engatava e que eu demorava demais para começar e terminar um livro, mas foi só pegar Não fale com estranhos para devora-lo em apenas um dia.
Trata-se de uma história envolvente, recheada de suspense e reviravoltas. Aquele livro que pegamos e não conseguimos largar mais.

– Você tinha razão. No fim das contas, era a minha família ou a sua. Apenas uma podia sobreviver. Antes que você diga qualquer coisa, me responda: o que você teria feito no meu lugar?
P. 292

Ao começar a investigar o paradeiro de Corinne, Adam começa a descobrir outras coisas e crimes cibernéticos. O livro começa a ficar bem intrigante e a gente começa a tentar a ligar os pontos e descobrir o que uma coisa tem a ver com a outra e a ansiedade só aumenta. Do jeito que um bom suspense deve ser.
Gostei de tudo, mas o final me decepcionou um pouco. Não vou explicar o porquê pois seria um mega spoiler, mas queria que fosse diferente.
Capa e diagramação bem estilo dos livro do Harlan, eu aprovo e gosto bastante. Revisão sem erros aparentes.
Uma ótima pedida para este finalzinho de férias.