olordeTrudi Canavan
(4/5)
Editora Novo Conceito
2013
623 páginas

Sinopse: Na cidade de Imardin, onde aqueles que têm magia têm poder, uma jovem garota de rua, adotada pelo Clã dos Magos, se encontra no centro de uma terrível trama que pode destruir o mundo todo. Sonea aprendeu muito no Clã, e os outros aprendizes agora a tratam com um respeito relutante.
No entanto, ela não pode esquecer o que viu na sala subterrânea do Lorde Supremo, ou seu aviso de que o antigo inimigo do reino está crescendo em poder novamente. Conforme Sonea evolui no aprendizado, começa a duvidar da palavra do mestre de seu clã. Poderia a verdade ser tão aterrorizante quanto Akkarin afirma? Ou ele está tentando enganá-la para que Sonea o ajude em algum terrível esquema sombrio?

PODE CONTER SPOILER DOS LIVROS ANTERIORES
Opinião: Assim que peguei o livro fui logo lendo bem entusiasmada, afinal de contas, o segundo livro da série acabou tão surpreendente que deu vontade de sair correndo e ler logo o que iria acontecer com Sonea.
A história se passa um ano depois do desafio que encerra o primeiro livro.

“Um ano desde o Desafio, mas algumas coisas não mudaram.”
Apesar de ter conquistado o respeito dos aprendizes, ela ainda não tinha amigos próximos. Não que eles estivessem intimidados em relação a ela… ou a seu guardião. Vários aprendizes fizeram um esforço para incluí-la em suas conversas desde o Desafio. Mas embora ela estivesse feliz de falar com eles durante as aulas ou no intervalo, sempre recusava convites para se juntar a eles fora das aulas.
P. 15

Sonea está diferente, um pouco mais madura e também fechada em relação aos outros membros e aprendizes do Clã. Mas as preocupações dela vão muito além de suas obrigações estudantis.

– Por que você não contou ao Clã sobre os ichanis?
Akkarin ergueu as sobrancelhas.
– Você acha que eles acreditariam em mim?
– Lorlen poderia acreditar.
Ele desviou o olhar
– Não tenho certeza disso.
P. 116

Sonea finalmente descobre os propósitos do Lorde Supremo em usar magia negra e fica sabendo que não apenas o Clã, mas toda cidade de Imardin corre o risco de ser invadida por párias sachakanos, os ichanis, que são magos que se utilizam de magia negra para se tornarem poderosos.

Ela bocejou. Precisava dormir um pouco. Precisava de uma cabeça descansada.
No dia seguinte, ia violar uma das leis mais estritas do Clã.
P. 137

Sonea se dispôs a ajudar o Lorde Supremo a lutar contra os ichanis e defender o Clã, mesmo que isso significasse quebrar algumas regras.
Até esse ponto da história eu consegui compreender, mas então a relação entre Sonea e Akkarin ficou estranha, ela, que o odiava desde o primeiro momentou, começou a ter uma relação mais próxima com ele e eu não gostei dessa aproximação.

Enquanto subia a escada, ela pensou de novo em seu comentário na Arena. Tinha havido um indício de orgulho na sua voz? Ele estava realmente feliz em tê-la como aprendiz? A ideia era estranhamente atraente. Talvez ela de fato tivesse conquistado o título: a favorita do Lorde Supremo.
P. 189

Acho que por causa da situação de guerra que estavam vivendo ou talvez pelas circunstâncias, a aproximação de Sonea e Akkarin não me pareceu muito conveniente.
Então acontece de fato a guerra épica, estava mais do que claro que ela iria acontecer, mas fiquei ansiosa e curiosa durante a leitura até chegar a esse ponto, pois queria saber como aconteceria o duelo de verdade entre magos.

– Convoquei essa reunião a pedido do Rei. Como todos devem saber, o Forte foi atacado por oito magos sachakanos ontem. Todos, com exceção de dois de vinte e um Guerreiros, foram mortos no Forte.
P. 451

As cenas de batalha são interessantes e cheias de drama, como era de se esperar. Mas quando o livro acabou e me deparei com o Epílogo foi que veio a maior surpresa de todas e que de fato estragou com toda uma Trilogia excelente. Odiei o final com todas as minhas forças e ainda falei isso via Twitter para a Trudi. Mas também aproveitei a oportunidade para perguntar se teria mais algum livro com a Sonea e ela afirmou que sim!
O Epílogo, apesar de tudo, deixou ótimas brechas para uma continuação incrível. E sim, mesmo odiando o final, fiquei ansiosa para saber o que acontecerá com a Sonea após O Lorde Supremo.