PRÍNCIPE DAS SOMBRASSylvain Reynard
(4/5)
Editora Arqueiro
2015
110 páginas

O Príncipe das Sombras é um conto de introdução à série Noites em Florença e se você gostou de O inferno de Gabriel tenho certeza de que vai se apaixonar por este livro e pela nova série do autor.
Quando vi o lançamento deste livro em fevereiro resolvi pedir para resenhar porque vi muita gente falando super bem da série O inferno de Gabriel e queria muito conhecer a escrita do autor e me empolguei com a leitura da nova série dele, mas fiquei um pouco perdida porque não conhecia os personagens nem a história que eles tinham. E confesso que isso me desanimou para ler Noites em Florença, mas por outro lado me animou a ler O inferno de Gabriel. Consegue me fazer entender?

Era o predador, não a presa, portanto tinha pouco a temer. Naquele ambiente, por exemplo, não tinha nada a recear exceto a exposição.
P. 15

Eu gostei muito da escrita do autor e fiquei muito curiosa querendo ler até a lista de compras dele. Então acho que vou esperar um pouco e ler a primeira série completa e depois emendar com a nova. Sério, é bom.
E o mistério para saber quem é pseudônimo ainda me deixa mais animada para ler tudo dele. Quem é Sylvain Reynard?
Bem, o livro-conto é sobre o Príncipe de Florença, uma criatura sobrenatural que governa o submundo da cidade. Há mais um séculos suas valiosas obras, ilustrações de Botticelli sobre A divina comédia de Dante Alighieri foram roubadas e hoje elas estão expostas na Galeria degli Uffizi.
O atual dono é o famoso professor de literatura Gabriel Emerson, que só resolveu expor sua coleção por causa de sua querida esposa Julianne, que o persuadiu a dividir com o mundo a beleza das obras.
O Príncipe está disposta a se vingar de Gabriel e Julianne e planeja métodos de tortura e assassinato, mas não executa o plano por força maior.
Acontece um atentado contra sua vida (e seu principado) e ele precisa resolver esses assuntos antes de cuidar de humanos como Gabriel e Julianne.

O professor e sua esposa podiam esperar. O Príncipe agora estava concentrado em uma vingança bem mais política.
P. 40

O livro é bem fininho e quando a história fica boa e interessante ela acaba. Percebi que este livro faz uma ponte entre O inferno de Gabriel e Noites em Florenças. Apesar de serem séries diferentes há um liame entre elas e acho que seria interessante ler as duas séries (na ordem de lançamento).
Gostei muito do livro e da narrativa do autor, mas dei apenas 4 estrelas porque fiquei um pouco perdida nos acontecimentos. Me faltaram detalhes que quem leu O inferno de Gabriel entendeu melhor a história.
No fim do “conto” há uma lista de termos e nomes próprios que servem para guiar leitores “leigos” como eu. Não é a mesma coisa que ler uma série completa, mas serve para alguma coisa.
Nessas poucas páginas há mistério, sedução, cenas ousadas (e calientes), suspense, ação e morte. Acho que já dá para saber que emoção não faltará na nova série, não é mesmo?
Adorei a capa, bem misteriosa, no clima do livro. Ela é brilhosa e o título é em alto relevo. Simples, mas harmonizando com todo o resto.
O miolo também é simples, mas os capítulos são bem divididos e iniciados na página da direita. Há um glossário e o primeiro capítulo A transformação de Raven, primeiro livro da série Noites em Florença. Tudo neste livro deixa a gente com vontade de ler mais e mais, então se você nunca leu nada de Sylvain Reynard não comece por ele, ou você surtará de ansiedade e curiosidade como eu.