Rick Riordan
(5/5)
Editora Intrínseca
2010
383 páginas

Sinopse: Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.

Opinião: Comecei a ler já triste porque saberia que seria o último livro da saga, mas tentei saborear ao máximo todas as linhas.
Como era de se esperar, Cronos estava se fortalecendo e a batalha final estava se aproximando, o que adiantou logo para as primeiras páginas os momentos de ação, que não param até a última linha.
Além dos problemas envolvendo Cronos e a Grande Profecia, Percy também está envolvido em uma espécie de triângulo amoroso e também se enrola nisso. Não sei porquê todo herói tem que ser um completo idiota quando o assunto é romance, mesmo sendo clichê demais, ainda acho que dá um certo charme aos mocinhos e fico cheia de “owns” com eles.
O bom desse livro é que Annabeth (minha personagem favorita) tem uma participação muito importante na história e no fim fiquei toda orgulhosa pela filha de Atena. Só ficou faltando mais partes com o Tyson (são as mais engraçadas EVER), mas acho que no contexto não seria muito adequado, então o Rick está perdoado por essa.
E gostei muito que o autor além de responder a várias perguntas dos livros anteriores também deixou uma brecha no fim que pode (ou não) dar origem a mais livros sobre o Olimpo. Não sei se iria gostar de ler outro livro ou saga com semideuses sem o Percy e companhia, mas gostei dessa possibilidade ter sido deixada em aberto.