Livro: Um Homem de Sorte

Nicholas Sparks
(4.5/5)
Editora Novo Conceito
2011
1ª Edição
349 páginas
Sinopse: “Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (…) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar.


Opinião: Segundo livro do Nicholas Sparks que leio e gosto. Odiei “Querido John” de tal forma que fiquei com preconceito com o autor, até ler “Um amor para recordar” e gostar bastante.
Mas falando de “Um homem de sorte”, o começo me fez lembrar muito “Querido John”, o que já me deixou irritada. Thibault é um ex fuzileiro que lutou no Iraque por 5 anos e encontrou a foto de uma mulher no meio do campo de batalha e passou a acreditar que aquela foto o trazia sorte e, seguindo o conselho de seu amigo Victor, foi atrás da mulher da foto e ver o que o destino tinha reservado para ele.
A história não tem como ser mais clichê. O Nicholas escreve exatamente o que as mulheres gostam de ler: romances açucarados e um homem perfeito que cai aos pés da sua amada e a faz sentir a melhor das mulheres.
Não vou falar que não gosto de ler coisas assim, porque eu gosto, mas não é meu estilo favorito. Em alguns pontos a história é tão falsa que chega a dar raiva >_< claro que eu fico torcendo para o casalzinho se dar bem no final, mas depois do primeiro encontro um declarar "eu te amo" para o outro é meio sem sentido. Não gosto desse tipo de coisa. A narrativa do Nicholas Sparks é sempre do mesmo jeito, as histórias possuem o mesmo clima de romance açucarado e os homens são príncipes encantados perfeitos. Então nada que acontece no livro me surpreende mais, tanto faz se o final é feliz como todo mundo quer e espera, ou se um dos dois morre/some no final. Os ingredientes e a receita são os mesmos, só muda um pouco a decoração do bolo. Apesar disso tudo, eu gostei do livro e recomendo principalmente para os fãs do Nicholas.

Veja também

18 Comentários

  1. Sou super curiosa pra ler os livros do Nicholas Sparks, todo mundo fala tão bem e eu ainda não li nenhum, mas quero muito ler e em breve.

    Beijos

  2. Ahh eu sou apaixonada por Nicholas Sparks apesar de nunca ter lido nenhum livro (Kkkkk).
    Mas enfim, ele é meu escritor preferido depois do Tio Rick! Bjs.

  3. Ah, desanimei desse livro. Queria lê-lo, até ia compra-lo quando lesse pelos menos 4 livros das Crônicas, mas a sua resenha me desanimou. Gosto de romances açucarados, mas falsidade também não dá. Prefiro romances que sejam um pouco mais pé no chão, tipo os diários da Bridget Jones, sabe? Aqueles sim, são homens ‘possíveis’ hahaha

    Beijão Poly!

  4. Já vi alguns filmes adaptados dos livros de Nicholas Sparks, mas nunca li um livro dele. Espero conseguir ler logo :)

  5. Ah eu li o livro e foi o que menos gostei do Nicholas Sparks. Tbm o achei previsível demais e u tanto exagerado, não consigo acreditar que um homem vai correr atrás de uma mulher só pela foto dela.

    Bjo

  6. Estou lendo Nicholas pela primeira vez, “Diário de uma Paixão”, e até agora eu só sei chorar. Já assisti alguns filmes (mesmo odiando ver filme antes de ler o livro), o problema é que eu só choro com as histórias dele. Quando vi Querido John me decepcionei, a história é linda, mas ninguém é tão imaturo daquele jeito, é como você falou, muito drama, pessoas “perfeitas”, e destinos loucos que só me fazem chorar e chorar! (Sim, eu sou uma baita chorona).
    Beijões, até breve!

  7. Ai, poly… eu odeio Nicholas Sparks com todas as minhas forças… e o pior é que acabei de sair de um blog em que estava justamente uma resenha de um livro dele! kkkkkk
    Sempre acho os livros dele melosos demais e cheios de clichês e sempre me deixam completamente deprimida… revoltada, mesmo. Não dá mais para eu ler uma vírgula que seja escrita por Nicholas Sparks, não tenho estrutura emocional para tanto.
    Beijos

  8. Oie tudo bem?
    Hum… esse livro eu ainda não lí, vou ver se compro mais p/ frente =) gostei da sinopse =)
    Bjs!

  9. Ei, Poly! Engraçado que meu favorito é Querido John, e odeio Um Amor Pra Recordar. Querido John tem uma lição muito interessante.
    Eu gosto muito dos romances do Nicholas! E estou louca pra ler esse, mesmo que a Sinopse não seja lá grande coisa, só poderei julgar lendo :D
    Postei de novo lá <3
    Beeijo.

  10. Heyy ^^
    É verdade Polly, infelizmente não é uma profissão que é reconhecida, mas está caminhando, está indo pra frente ^^ Acredito que daqui alguns anos, nós Designers, vamos ser sim reconhecidos ^^ Ah, adoro DG, e realmente não me vejo fazendo outra coisa :)

    Adorei a sua opinião, bem diferente de muitas que eu já vi ^^ muitos gostam dos livros dele, mas é legal ver opinião diferente, é bom saber pra quando eu ler ^^ vai lançar o filme deste livro né?! interessante, mas quero comprar o livro ;)

    se cuida, ótimo final de semana, beijos :*

  11. Oi, Poly!
    Finalmente alguém que também NÃO gostou de Querido John! Acho que nunca tinha visto outra pessoa, rs Não estou mais sozinha \o/
    Bom, falando sobre esse livro, já tinha lido uma resenha que dizia o mesmo que você: é bom, mas é mais do mesmo. Mesmo assim não desanimei, ainda espero gostar desse novo romance. Nicholas me relaxa bastante (peguei um carinho por ele, não tem muito tempo não), apesar de eu chorar rios quase sempre. >_<

    Beijo! ;*

  12. Me lembra aqueles romances antigos e açucarados que eu comprava em banco de jornal e viajava em suas historias perfeitas com homens apaixonados! acho que no momento prefiro não ler livros tão doces assim…

  13. Poly seu blog está mega fofo, gostei demais, estava longe da vida cibernética durante umas semanas, por isso ñ tinha visto seu blog ainda, lindão *.*

    Quanto ao Nicholas Sparks eu tenho uma cisma das histórias dele só por causa de de Diário de uma Paixão, tanto que nunca me interessei em ler os livros, se bem que já assisti Um amor para Recordar, e tenho muita vontade der ler o livro, mas é só esse, e olha que aqui tem alguns livros dele, minha irmã compra e gosta, mas eu cismei mesmo, rs.
    Bjoooos.

  14. Olá, Poly!
    Eu recebi esse livro da Editora Novo Conceito e amei a história! Muito boa!
    Sparks – como sempre – bem dramático!
    Beijos!

  15. Preciso SUPER passar a ler livros dele, mas com a lista de autores que tá na lista tá ficando difícil…

  16. Olá Poly =)
    Olha confesso que acho que esse autor é mais a febre do momento entre uns outros.
    Li ” Um amor apara recordar” e prefiro o filme que o livro!
    Li ” A última música” gostei, mas dava pra ser melhor…
    todos eram perfeito demais… até resenhei.
    para mim o autor não converse tanto e olha que gosto de romances, açucarado etc..
    Contudo estou querendo ler esse livro, vai que fique surpreendida!
    Bjs da Mahzinha =)