Trilha Sonora da minha vida
Eu amo músicas e ouço tantas que só por esse fato parece que minha vida tem trilha sonora. Vida poderia ser como um filme e ter uma música específica tocando a cada momento, não é?
Não tem, mas a gente pode criar, né?
Eu pensei na minha vida como um filme e resumi em 26 músicas (não, eu não tenho 26 anos, antes que perguntem). Escolhi músicas que representam (ou representaram) alguns estados de espírito meus ou que me lembraram algumas épocas.
Quem me conhece vai reconhecer algumas das situações pelas músicas tocadas. Espero que gostem. ^_^
E estão em inglês porque a maioria das músicas que eu escuto normalmente são neste idioma.
Polyanne

Oh sentimental me!

Trilha sonora da minha vida by Poly on Grooveshark
Never Give up on the good times
Nunca se esqueça dos bons tempos, viver é um estado da mente.
Praticamente 1/3 da minha vida é baseada em Spice Girls. Por causa delas conheci muitos dos meus amigos (vários são amigos desde essa época), vivi grandes momentos, muitas emoções e trocentas desilusões. Tudo isso representado nessa musiquinha que nem single foi.

Don't look back in anger
Por favor não coloque suas mãos na vida de uma banda de rock, que porá tudo a perder.
Sabe quando eu falei de desilusões aí em cima? É porque eu ainda não conhecia Don’t Look Back In Anger, mas tudo bem, depois que eu conheci eu também quebrei minha cara com outras bandas que eu dediquei tempo e amor.
Eu gosto de uma banda, começo a ouvir muito e ela acaba: Spice Girls, Five, Oasis, Girls Aloud, RNA

Closing Time
Todo novo começo, vem do fim de algum outro começo.
Me digam que vocês se sentem “em casa” quando ouvem Closing Time? Se sentem? Desde a primeira vez que eu ouvi, lá nos anos 90 que eu me sinto assim.
Mesmo eu tendo passado maus momentos com ela, ela ainda me traz uma sensação de segurança.

Believe
Você acredita em vida após o amor?
Depois de sobreviver à primeira desilusão amorosa a gente acredita, né?

Misfit
Quando você se olha no espelho como você se aparenta? Bem, você é superficial e eu a que não se encaixa.
Uma vida estudando com patricinhas que se preocupavam com maquiagem, salto-alto, celular novo e bolsas de lançamentos da coleção e eu de boas com meu All Star velho ouvindo Britpop no mp3 antigo. Na minha época não era bullying ser desapegada dos grupos e viver isolada.

Other side of the world
A maioria dos dias é cheia de desculpas esfarrapadas, mas é muito difícil dizer eu gostaria que fosse simples.
Essa música é sobre o fim de um relacionamento, mas ouvindo ela com atenção, ela fala mais sobre a vida adulta do que apenas sobre relacionamentos.
(E eu às vezes queria ser como a água).

Yo-yo
Eu sou o tipo de garota que gosta de sonhar muito
Nicola Roberts começa me descrevendo como sonhadora e depois ainda joga na minha cara que eu sou mestre em arrumar caras “indecisos”, que me fazem de Yo-Yo. Isso – caras – no plural mesmo. Resumindo muito bem minha vida amorosa.

Unwritten
Viva sua vida com os braços abertos. Hoje é onde o seu livro começa.
E o resto ainda não está escrito.

Esse post foi um oferecimento Rotaroots, um grupo de blogueiros com propósito mais old school e voltado para conteúdo de qualidade. Conheça o grupo no Facebook e o site.