Eu queria não ser capaz de falar de certas coisas, mas não dá, eu sou clara como um copo d’água e sempre acabo falando coisas demais por aqui, essa é uma delas.

Há uns 6 meses mais ou menos eu tinha que gravar um vídeo em inglês p/ colocar no fórum das Spice Girls p/ pessoas gravarem a msm mensagem e no msm tempo que eu. Eu acho meu inglês péssimo, eu sou boa lendo e escrevendo, mas minha pronúncia de uns tempos p/ cá anda, desculpem o palavreado, cagada. Ai eu entrei num chat do Reino Unido e adicionei 2 infelizes no meu MSN p/ eles me ouvirem falando e eu ter certeza de que não estaria pagando tanto mico p/ fórum. No fim das contas eu não enviei audio p/ 2 infelizes e os bloqueei também porque eu estava com medo deles serem tarados ou sei lá o que.

Não sei o que me deu na telha, mas eu desbloqueiei os dois e um deles sempre vinha conversar comigo, mas eu só falava “oi” e depois saía, até pq esse período eu andei bem ocupada com a faculdade, isso até sábado.

Sábado à noite eu deixei o MSN online e ele (um americano, 27 anos, de Rhode Island) veio conversar comigo e 5 min depois ele está perguntando se eu queria namorar com ele. Óbvio que eu achei a idéia absurda e falei que era muito cedo p/ gente namorar e essas coisas, naquele dia ficamos conversando até meia-noite e domingo nos falamos o dia inteiro. Temos várias coisas em comum e ele não parece ser um tarado, pelo contrário, diferente de todos os caras que eu converso, ele tem planos de um relaciomento sério, casamento… Minha mãe ta acompanhando a história de perto desde sábado, a primeira vez que conversamos e ela ta achando a maior graça nisso tudo.

Há 2 ou 3 semanas a gente estava conversando e ela disse: “vc tem que casar com um chef/cozinheiro”. E a profissão do gringo é qual? Aham!! Ele é chef de um restaurante espanhol. Esse é o ponto engraçado de tudo e onde começam todos meus problemas.

As borboletas: sendo sincera de verdade, me dê mais 3 dias e eu estou completamente apaixonada, mulher carente não consegue ouvir coisas melosas sem ficar caidinha. E ele faz mais que isso…

Os medos: dele ser um maníaco e todas essas coisas que nossa imaginação pode nos levar; dele estar mentindo sobre tudo (o restaurante existe e eu já vi uma crítica falando dos dotes culinários dele, mas e se ele estiver usando a identidade de outra pessoa?); dele ser um maníaco mentiroso e aparecer aqui; dele ser casado, ter mulher e 3 filhos e, o pior de todos, de eu me apaixonar, cair de cabeça nessa história maluca e sofrer por mais sei lá quanto tempo.

Poxa!!! Relacionamento à distância não dá certo, eu já sofri tanto nesse sentido, não mereço sofrer mais. Tem horas que eu morro de vontade de bloquear ele p/ coisas voltarem a ser como eram, mas ao mesmo tempo eu penso que meus medos podem ser apenas coisas da minha cabeça e tudo pode dar certo… Aí eu fico vivendo no meio de medos e borboletas, sem poder fazer nada contra isso.

Ahh sim!! Eu tenho contatos nos EUA (mulher do primo) e pedi p/ ela me ajudar a investigar sobre o gringo (a.k.a cozinheiro), sem ele saber, é claro. Se a investigação der certo, acho que colocarei meus serviços de investigadora à disposição das amigas :)

Se alguém leu esse post todo, parabéns!! Merece minha gratidão eterna e praticamente ser beatificada/o porque eu falei demais sobre uma parte da minha vida que não é interessante mesmo.