• Livro: Depois Daquela Montanha

    Charles Martin
    (5/5)
    Editora Arqueiro
    2015
    304 páginas

    Depois Daquela Montanha conta a história de Ben e Ashley, que só querem chegar em casa. Eles se conhecem no aeroporto e começam a conversar. Uma forte nevasca está chegando, os voos comerciais foram cancelados, inclusive o que eles iriam embarcar. Ben então viu um hangar de aviões particulares e lá conhece Grover que aceita fazer a viagem antes da chegada da tempestade de neve. Ele decide convidar Ashley e fazer uma gentileza.
    Ben é médico e tem uma cirurgia para a manhã seguinte. Ashley irá se casar em uma semana e precisa estar presente em seu jantar de ensaio do casamento.
    Eles embarcam. À bordo está Tanque, o cão de Grover, que sempre o acompanha em viagens.
    Ao sobrevoar uma cadeia de montanhas Grover se sente mal, tem um ataque cardíaco e consegue o mais parecido com uma aterrissagem antes de morrer.
    Ben acorda com dor nas costelas e aos poucos vai se lembrando do que aconteceu. Ele se recorda de Ashley e a encontra com a perna quebrada e o ombro deslocado.
    Com muito improviso ele faz o melhor que pode para mantê-los vivos. Ben, Ashley e o cachorro.
    Eles estão completamente isolados, acerca de 3.500 metros de altitude, em uma área florestal coberta de neve.
    Ben sabe que não pode tirar Ashley dali sem agravar seu estado físico, mas eles também não podem ficar na montanha, onde jamais poderão ser encontrados.
    Os dias vão passando, eles passam por situações extremas, tudo o que estava ruim ainda piora, mas Ben e Ashley se mantêm firmes na esperança de sobreviverem.
    Ben não desgruda de seu gravador, no qual grava mensagens carinhosas para sua mulher, Rachel. O tempo todo ele conversa com Rachel. Ele é a prova de que ainda existe amor.
    O amor de Ben por Rachel e o bom humor de Ahsley os mantêm vivos e com esperança de saírem daquela montanha gelada. Um se torna o grande apoio e motivação do outro e juntos eles conseguem superar cada obstáculo.

    Este livro estava na minha lista de leitura e era o próximo a ser lido, mas foi justamente na semana que o avião com o time da Chapecoense caiu. Não tive condições psicológicas de ler nada parecido com acidente de avião por pelo menos algumas semanas.
    Achei que nem seria capaz de terminar a leitura, mas depois que engatei no livro não consegui desgrudar até que estivesse terminado.
    Sabe aquela história de amor que aquece o coração e nos faz ter esperança na humanidade? Ben é o personagem mais altruísta e generoso que eu já conheci. Impossível não se apaixonar por cada uma das características dele, mesmo as que foram um pouco exageradas (ele tem qualidades demais!).
    Ashley parece ser o tipo de mocinha indefesa e incapaz que depende dele para tudo, mas apesar de depender mesmo de Ben para tudo ela é emocionalmente forte e segura a barra e dá forças e esperanças a Ben.
    Ben acredita no amor e quer que Ashley viva isso.
    Uma das melhores leituras de 2016 e uma ótima forma de fechar o ano.
    E a melhor notícia é que em 2017
    Publicado em mais de dez países, Depois Daquela Montanha chegará às telas de cinema em 2017, com Kate Winslete Idris Elba nos papéis principais de uma história que vai reafirmar sua crença na vida e no poder do amor.
    Depois desta leitura maravilhosa estou aguardando ansiosamente pelo filme. Parece ser uma ótima produção.

  • Desculpa…

    Desculpa…
    desculpa
    1. pela ausência
    2. pela falta de posts
    3. pelos comentários não respondidos
    4. pelos livros não lidos
    5. pelas resenhas não feitas
    6. pelos e-mails respondidos fora do prazo
    7. pela pouca interação
    8. pelos posts não publicados
    9. pelos projetos inacabados
    10. pelas promessas não cumpridas
    11. pelos atrasos
    12. pelas experiências não compartilhadas
    13. pelos blogs não visitados
    14. pelas tags ignoradas
    15. pelos textos não lidos
    16. pelos links não trocados

    2016 foi um ano meio pombo para todo mundo, né? Não gostei muito.
    Mas sempre temos a chance de recomeçar e um Ano Novo costuma dar um gás e fazer com que repensemos nossas metas.
    Feliz 2017! Que seja melhor para todos nós (e que não venha carregado de desculpas).

  • Tag: Meus 7 posts

    Recebi essa tag da Luly e como eu gosto de quebrar correntes (e essa tag é bem bacana) estou respondendo. Um pouco atrasada, mas estou aqui.
    TAG: 7 POSTS

    MEUS 7 POSTS

    01) O post mais bonito: Tem gifs, tem imagens bonitas e eu falei de um sentimento verdadeiro sobre uma coisa que eu ainda gosto muito. Tem um pouco de cada coisa que eu acho que seja interessante de se ter um post. 7 coisas que eu aprendi com as Spice Girls

    02) O post mais popular: É o post com mais visualizações e downloads. Fico feliz porque é um post que ajuda muita gente. Blog Planner

    03) O post que gerou mais discussão/controvérsia: Não era para ser controverso e não gerou muita discussão aqui no blog, mas nas redes sociais… acho que até hoje rola torta de climão quando se lembra dele. O caixão sozinho

    04) O post que ajudou/ajuda muita gente: Quando alguém me pergunta sobre organização de eventos eu lembro deste post maravilhoso: Ultimate Party Planner e indico para baixar. Foi um dos trabalhos mais legais do blog. Pretendo refazer e acrescentar novas informações, mas ele do jeito que está ajuda muita gente.

    05) O post no qual o sucesso te surpreendeu: Precisamos falar sobre nudes. Era para ser apenas uma campanha sobre um livro, mas eu me dediquei um pouco mais a ele e recebi muitos elogios. Adorei a repercussão boa.

    06) O post que não recebeu a atenção que deveria: Coisas que ninguém te conta sobre ansiedade. Muita gente ansiosa no mundo e se identificando com o post, mas ele não está entre os mais visualizados ou comentados.

    07) O post que você tem mais orgulho: A série de posts do Planning 101: Organizando e planejando me deixa bastante orgulhosa por ser um projeto a médio prazo com muitas ideias boas. Depois que eu comecei a escrever sobre organização e planejamento até eu fiquei mais organizada. E vejo muitas pessoas seguindo meu exemplo e se inspirando nos posts. É muito maravilhoso ver os amigos se interessando e se apaixonando por um hobby (??) que eu faço questão de divulgar.

    Não vou indicar ninguém para a TAG, mas sintam-se a vontade para responder. Adorei a ideia de revirar nossos posts e relembrar o passado do blog e ver como crescemos. Blogueiras das antigas, recomendo a TAG.