Jessica Jones é a nova série da Marvel criada por Melissa Rosenberg para a Netflix, a série é baseada na personagem de mesmo nome da Marvel Comics. Ela é a segunda de quatro séries sobre super-heróis que futuramente irão se unir em uma equipe.
Jessica teve um fim trágico na carreira de super-heroína, então decide abrir sua própria agência de detetives e tenta reconstruir sua vida como detetive particular em Nova York usando suas habilidades especiais.
polypop-jessica-jones
A atriz Krysten Ritter estrela o papel principal. David Tennant, Mike Colter, Rachael Taylor, Carrie-Anne Moss, Eka Darville, Erin Moriarty, e Wil Traval também fazem parte do elenco.
Todos os episódios da primeira temporada estão disponíveis na Netflix e uma segunda temporada foi renovada, mas ainda sem previsão de estreia.

Eu só digo o que eu quero
Eu só digo o que eu quero

Passei o carnaval vidrada na frente da TV fazendo maratona de Jessica Jones. Me apaixonei pela heroína politicamente incorreta que vive amedrontada pelo vilão principal, Kilgrave.
À primeira vista Jessica parece um personagem fraco, que tem medo de enfrentar Kilgrave, mas ao longo da série ela vai evoluindo e aprendendo a conviver com este sentimento.
Ela falha, chora, foge, se esconde, bebe (muito), fala palavrão o tempo todo e tem desejos sexuais. Nada do que esperamos de um super-herói normal, por isso ela é tão especial. Este toque humano que ela tem nos aproxima dela e traz empatia com o personagem.
Algo que eu nunca digo. Como, "Eu te amo"
Algo que eu nunca digo. Como, “Eu te amo”.

Kilgrave é um vilão desprezível. Vi algumas pessoas comentando que queriam ele e a Jessica ficassem juntos, mas essa ideia é completamente fora de cogitação. Kilgrave usa o poder da mente para conseguir o que deseja. Ele controla a mente das pessoas e elas agem contra a própria vontade. Ele é a personificação do relacionamento abusivo. O personagem é tão asqueroso que a cada episódio eu o odiava mais e mais. Totalmente fora de cogitação alguém imaginar ele em um relacionamento com qualquer pessoa.
Série completamente viciante, dessas de pegar a pipoca e passar o dia todo assistindo sem pausa.