ASSISTAM.ORPHAN.BLACK.
A série mais viciante que eu assisti na vida (e olha que eu assisto séries desde criança). Estava de bobeira navegando na Netflix assisti e viciei tanto que finalizei às duas temporadas em 2 dias (só porque ainda não tem a terceira temporada disponível na Netflix).
orphan-black
Sarah Manning é uma moça rebelde, órfã, problemática e namorava um traficante. Agora ela voltou à cidade e quer fugir com a filha e o irmão adotivo, mas na estação de trem ela vê uma moça igual à ela se jogar embaixo de um trem.
sarah
A primeira reação de Sarah é pegar a bolsa da suicida e fugir. Ela só queria o dinheiro, mas acaba entrando na vida da moça e assume a identidade de Elizabeth Childs. Beth era policial e tinha uma vida bem diferente da de Sarah, por causa disso, Sarah tenta entender os motivos que levaram a moça a cometer suicídio, mas quanto mais descobre sobre Beth em mais problemas ela se envolve.
Sarah descobre que tem várias irmãs-clones, que há um assassino atrás delas e que elas precisam descobrir a origem de seus DNAs.

É uma série canadense (sim, Canadá também produz séries) de sci-fi completamente viciante. Além da curiosidade monstra para tentar desvendar quem está por trás da clonagem e dos assassinatos a gente começa a surtar com a atuação da Tatiana Maslany. Ela é simplesmente metade do elenco. Ao longo das temporadas (a 4ª está para estrear dia 14 de abril) ela interpreta (por enquanto) as personagens: Sarah Manning, Elizabeth Childs, Cosima Niehaus, Alison Hendrix, Helena, Rachel Duncan, Tony Sawicki, Jennifer Fitzsimmons, Katja Obinger, Janika Zingler, Aryanna Giordano, Danielle Fournier e Krystal Goderitch. E tem cenas com várias personagens juntas. Tatiana deveria ganhar um prêmio apenas por ter tantos personagens.
ali
Quando eu estava assistindo às vezes eu repetia a cena só para tentar ver erros de posição, como foi feita a maquiagem e o cabelo da personagem, onde entrou dublê, etc. Sério gente, assistam!
Sem contar que o irmão de Sarah, Felix, é a pessoa mais mara do mundo! Ele é gay estilo quero que seja meu bff, artista (e pinta quadros vestindo apenas um avental), divertido e se joga de cabeça em tudo o que Sarah propõe. Ele é o primeiro não-clone à fazer parte do clube dos clones (mas não usamos a palavra com “c”).
felix
Jout Jout entende desses problemas e até gravou um vídeo sobre Orphan Black:

cosima

PS: We love Cosima! <3