Livro: Êxtase

XTASELauren Kate
(4/5)
Galera Record
2013
346 páginas

Sinopse: No quarto e último aguardado livro da série Fallen, Luce e Daniel estão juntos e parece que nada mais vai separá-los. O problema é que o destino amaldiçoado de uma mortal e de um anjo caído promete surpresas. O céu está escuro com asas Como a areia numa ampulheta, o tempo está se esgotando para Luce e Daniel. Para parar Lúcifer de apagar o passado eles devem encontrar o luga onde os anjos caíram na terra. Forças sombrias estão atrás deles, e Daniel não sabe se consegue fazer issoviver só para perder Luce uma vez e mais outra. No entanto, juntos, eles enfrentarão uma batalha épica que deixará corpos sem vida e poeira de anjos. Grandes sacrifícios são feitos. Corações são destruídos. E de repente, Luce sabe o que deve acontecer.

Opinião: A série Fallen foi uma das minhas favoritas com a temática anjos, se não a favorita. E para minha felicidade, a qualidade do quarto livro permaneceu no alto.
Não foi o meu livro preferido, mas eu gostei muito.

Luce sentiu as mãos dele na parte de trás dos ombros, reunindo seus cabelos e afastando-os da nuca. Ele beijou a linha da gola do suéter enquanto a enlaçava pela cintura. Luce fechou os olhos. Sabia o que vinha a seguir. O som mais lindo que existia: o elegante abrir das asas brancas como a neve do amor da sua vida.
P. 42

Acho que é muito difícil falar sobre o livro de uma série sem soltar spoilers, então tentarei ser bem breve na minha resenha.
Luce após visitar os Anunciadores e conhecer mais de suas vidas passadas aprendeu quem ela era e viu como seu amor por Daniel sempre foi forte. Agora ela não precisa mais deles para se lembrar das vidas passadas e está cada vez mais perto de descobrir suas origens.

– O passado é importante por toda a informação e sabedoria que contém. Mas você pode se perder nele. Deve aprender a manter o conhecimento do passado enquanto persegue o presente.
P. 99

Luce e Daniel estão lutando contra o tempo. Precisam descobrir o local da queda dos anjos e reunir todas as forças possíveis para lutar contra Lúcifer.
O momento decisivo finalmente está chegando e a decisão de um Anjo pode alterar o equilíbrio entre o Céu e o Inferno.

– As forças do Céu e do Inferno – começou ela. – Estarão elas realmente em equilíbrio entre si neste momento?
P. 191

A minha conclusão final da série é que todas as coisas pareceram tão óbvias após a leitura que eu nem sei como eu não desconfiei do fim.
Sério. É bastante óbvio e há dicas disso em todos os livros da série, mas eu não me toquei em todos os sinais.

O amor é a única coisa pela qual vale a pena lutar.
P. 301

O livro continua com a mesma diagramação belíssima e a capa com textura gostosa que eu tanto amo. Tenho vontade de abraçar o livro toda vez que eu pego nele.
A tristeza é que acabou a série e agora preciso esperar pelo filme. Tomara a Disney siga o livro e não deixe as coisas meio infantis.

Continue Reading

Livro: Círculo Secreto – A prisioneira

L. J. Smith
(5/5)
Editora Galera
2012
240 páginas

Sinopse: Cassie é chantageada por Faye para roubar o poderoso Cristal Skull, e, por acidente, as duas liberam uma força maligna, que Cassie acredita ser responsável por vários assassinatos que imitam os torturosos atos dos julgamentos das bruxas de Salem. Enquanto isso, o Círculo chega à um ponto crucial na história, no qual deve ser escolhida uma nova líder, e, com Faye ameaçando revelar os segredos mais profundos de Cassie, pode significar desastre para todos os envolvidos.

Opinião: É o segundo livro da série e é simplesmente maravilhoso. Muito melhor que o primeiro. É cheio de aventura e mistério.
Cassie entra em um dilema e acaba sendo manipulada por Faye nas eleições do círculo/clube. Faye está ainda mais perversa e a complexidade da personagem é fascinante. Por outro lado, Cassie se tornou uma mocinha ingênua demais e em determinados momentos da história essa ingenuidade chega a irritar.
O triângulo Cassie – Adam – Diana fica ainda mais claro e por causa disso, o foco da história fica todo em torno dos três. Mesmo assim acho que os demais personagens terão uma grande relevância na história.
Parte do mistério (acho que tem mais coisa por vir) envolvendo o crânio de cristal e Black John é revelada e envolve os pais de todos os membros do círculo. O ruim é que essa revelação é feita bem no final, o que dá um ar ainda maior de suspense para os próximos livros e aumenta a ansiedade para os fãs da série.

Continue Reading

Livro: Cidade de Vidro

Cassandra Clare
(5/5)
Editora Galera
2011
474 páginas

Sinopse: PODE CONTER SPOILER DOS LIVROS ANTERIORES
Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe.

Opinião: Wow! Simplesmente de tirar o fôlego. Quase impossível para de ler depois que começamos.
Clary é chamada para comparecer à Idris, a Cidade de Vidro e lar de todos os Caçadores das Sombras. Pórem, Jace e Simon não querem que ela vá até lá, pois não confiam totalmente na Clave e temem pelo o que eles podem fazer com Clary.
Jace arma de ir com os Lightwoods mais cedo para Idris, sem avisar à Clary, mas são repreendidos por Renegados antes da partida, o que faz com que Magnus Bane abra um portal imediatamente que os leva diretamente para a cidade. No meio da confusão Simon é carregado por Jace, pois se ficar corre o risco de morrer.
Quando Clary chega ao Instituto e percebe que eles partiram sem ela, ela fica arrasada e cria um portal para Idris por meio de um sinal. No momento em que estava entrando no portal, Luke aparece e eles vão junto para Idris.
Os Lightwoods ficam hospedados na casa dos Penhallow, em Alicante, capital da Cidade de Vidro e lá conhecem Aline Penhallow e Sebastian Verlac, um belo e misterioso primo de Aline.
Os adultos da cidade (todos os maiores de 18 anos) estão reunidos com a Clave em um conselho para decidir os novos rumos dos Caçadores das Sombras depois do reaparecimento de Valentim e suas ameaças e como os Lightwoods violaram uma Lei ao levar Simon para Idris sem autorização, Alec é obrigado a levar o vampiro à presença do novo Inquisidor para ser “levado de volta para Nova York”.
Enquanto isso, Luke e Clary caem no Lago Lyn, local onde o Anjo Raziel foi invocado para criar os primeiros Caçadores da Sombra. Contudo, a água do lago é amaldiçoada para os Caçadores das Sombras, podendo inclusive matá-los. Clary engole um pouco da água e se não fosse por Luke teria morrido. Luke, a leva para casa de sua irmã Amatis em Alicante, onde é curada.
Quando Clary vai à casa dos Penhallow conversar com Jace é tão humilhada por ele que praticamente sai chorando de lá. Sebastian então a consola e se mostra tão simpático que ela conta sobre sua mãe e que procura um feiticeiro chamado Ragnor Fell.
Só que Clary não imagina as verdadeiras intenções de Sebastian e sua confiança nele acaba por colocar a vida de muita gente em risco.
Acontece tanta coisa nesse livro e todas as perguntas sem resposta dos livros anteriores são respondidas (pelo menos eu achei que todas as questões envolvendo Clary e Jace foram finalmente acertadas).
Só achei o final meio seco, sem graça. Depois de todo calor e clímax dos capítulos anteriores termina como uma novela sem graça da Globo.
E quanto mais eu fui conhecendo do Valentim mais eu via o Voldemort nele. Essa coisa de querer a separação dos Caçadores dos outros seres do Submundo, não misturar os “puro sangue” com os de “sangue ruim”, muito Voldemort e muito Hitler para mim.

Continue Reading