Livro: Cidade das Cinzas

Cassandra Clare
(5/5)
Editora Galera
2011
404 páginas
Sinopse: PODE CONTER SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO
Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau… e também o pai de Clary e Jace. Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai? Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações.

Opinião: O livro continua com a mesma intensidade de Cidade dos Ossos, só que um pouco mais dinâmico.
Ainda acho que a história gira mais em torno de Jace do que de Clary, talvez em Cidade das Cinzas isso fica mais evidente, já que ele é confrontado diretamente por Valetim e pela Clave. Valentim o quer de seu lado e, por outro lado, a Clave (por meio da Inquisidora) não acredita que ele é um espião de Valentim e começa a investigá-lo.
Jace precisa tomar várias decisões para evitar que Valentim prejudique ainda mais os seus amigos e, principalmente Clary.
Clary continua com o dilema amoroso Jace x Simon, mas há tantas descobertas, dilemas e monstros para matar que a história não fica chata e nem vira um dramalhão romântico.
E para não deixar de ser clichê, a Cassandra dá uma super deixa para o próximo livro, que nos faz querer ler na mesma hora em que fechamos Cidade das Cinzas.

Continue Reading

Livro: Cidade dos Ossos

Cassandra Clare
(5/5)
Editora Galera
2011
459 páginas
Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado… Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato – muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer… Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.
Opinião: Fantástico! Ainda estou vivendo o livro e olha que já terminei de ler há alguns dias. É impossível não querer terminar de ler TUDO em uma sentada de tanta emoção que tem.
Apesar da história ser narrada à partir da visão da Clary, ela conta mais sobre a vida do Jace do que eu imaginava.
Clary vai, com seu melhor amigo Simon, à uma matinê na discoteca Pandemônio, de Nova York. E lá presencia o assassinato de um menino que ela achou bonitinho. Só que ninguém mais viu o crime, nem os envolvidos no ato.
Os assassinos do menino são na verdade Caçadores das Sombras e se chamam Jace, Alec e Isabelle. O menino assassinado é na verdade um demônio disfarçado e assim que foi assassinado, todos os vestígios do crime desapareceram junto com ele.
Depois desse incidente ela se encontra novamente com Jace e depois de alguns acontecimentos ela é levada ao Instituto (local parecido com uma embaixada, onde ficam – vivem e se hospedam – os Caçadores das Sombras). Depois de entrar no Instituto sua vida nunca mais será a mesma e ela descobre coisas sobre ela mesma que nem imaginava.
Eu achei a história envolve mais o Jace porque praticamente todos os acontecimentos do livro giram em torno dele e da Clary. E achei que o final do livro mexe muito mais com ele do que com a Clary.
O Jace é lindo, loiro, sarado, com um humor inglês irritante e que adora provocar as pessoas com sua arrogãncia e total falta de humildade.
Já a Clary é uma garota ruiva, baixa, sardenta, tímida, determinada, apesar da aparência delicada, não gosta muito de se arrumar e não sabe o quanto é bonita.
Obviamente que os dois vivem brigando e discutindo, apesar de se gostarem.
Adoraria ficar falando dos personagens e falando das partes que eu fiquei *shocked*, mas iria soltar spoilers demais…
A capa é incrivelmente LINDA e dá vontade de ler e reler o livro só por causa dela (sou dessas que gosta de um livro pela capa). Não encontrei nenhum erro de digitação ou coisas do tipo, mas vários parágrafos vieram com o travessão meio borrado/torto. Nada que atrapalhasse a leitura, mas ficou feio :(

Continue Reading

Mailbox: Comprinhas de junho

Essas coisinhas chegaram durante o mês de junho, mas não tive oportunidade de mostrar antes.


Essas capinhas lindas eu comprei em MARÇO no FocalPrice. Comprei outras no mesmo dia, mas fechei as compras em separado pq fiquei com medo de ser taxada, esse pacote chegou o outro nem sei por onde anda e nem se vai chegar. ¬¬ AMO o nosso serviço postal. Só que não.

Já os livros chegaram com menos de 5 dias :D


Há tempos queria comprar/ler essa série, mas o preço não ajudava muito, então encontrei eles numa promoção boa no Submarino e trouxe para casa ^^
Ignorem a segunda foto com sombra. Foi a única que ficou menos pior e deu para mostrar como as capas são lindas *_*

Continue Reading