festa Tag Archive

  • Freebie: Ultimate Party Planner

    Vocês sabem que eu amo festas. Na verdade, eu amo organizar e preparar festas. Pensar nos convidados, no cardápio, no tema da festa, etc.
    Com muita pesquisa (obrigada, internet!) e algumas festas bem sucedidas eu já tinha elaborado algumas dicas para festejar nos posts:
    A arte de festejar #1 (dicas e informações gerais para começar a organizar uma festa)
    A arte de festejar #2 – Festa de adultos (inspirações para festas de adulto)
    A arte de festejar #3 – Melhores blogs/sites de festa (links com o que há de melhor para você se inspirar)
    A arte de festejar: do que as pessoas gostam em festas (resposta de uma pesquisa que fiz com os leitores do blog para que eles me dissessem o que mais gostam em festas)

    Ultimate Party Planner Polypop

    Mas mesmo assim parecia que ainda faltava algo…
    Eu nunca tinha feito um Freebie na vida, nem um planner, mas decidi fazer esse depois de criar um arquivo lindo no Word para ajudar minha amiga a planejar a festa do filho dela.
    As informações eu já tinha, de pesquisas anteriores e utilização em eventos que eu faço em casa, então peguei um pouquinho de paciência e boa vontade e criei esse incrível ULTIMATE PARTY PLANNER.
    O organizador vai te ajudar a elaborar a sua próxima festa e tem espaço para todas as anotações principais. O arquivo está em PDF, com qualidade de impressão e contém 19 páginas:
    – Capa
    – Termo de uso
    – Página para anotar os dados da sua festa (data, horário e endereço)
    – Cálculo de comidas e bebidas
    – Lista de bebidas e comidas (inclui salgados, doces, guloseimas e lembrancinhas)
    – Lista de convidados
    – To do list com as principais coisas que você precisa fazer para que tudo dê certo na sua festa

    polypop-capa-party polypop-dados-festa polypop-comidas-bebidas polypop-bebidas polypop-convidados polypop-todo

    Você pode imprimir quantas páginas quiser e utilizar da forma que achar ser mais conveniente. O planner está sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND 4.0).
    Você pode baixar o arquivo gratuitamente, pagando com um tweet ou share, para ajudar a divulgar meu trabalho (clique neste link, poste no Twitter ou Fb e baixe o arquivo).

    Lembre-se de linkar para este post, caso você compartilhe o planner. Espero que gostem, usem e obtenham sucesso nas suas festas!
    Qualquer dúvida é só dá um grito.

  • Festejando… meu aniversário

    Post Image

    savethedate
    Para esse post ser digno da forma como merece, preciso voltar no tempo, até abril ou maio, quando eu inventei de fazer pipoca doce e tive a ideia de que queria fazer uma festa de aniversário na piscina, com comidas de criança (cachorro-quente, pipoca, algodão doce, chup-chup, pirulito da língua azul…) e todas as pessoas que passaram pela minha vida nas últimas décadas.
    De lá para cá muita coisa mudou. Excluí completamente a história de festa na piscina. Primeiro porque minha piscina está com sérios problemas hidráulicos e segundo porque agosto é inverno, portanto, não é uma estação agradável para passar o dia na piscina.
    Então comecei a pesquisar, anotar ideias, e colocar em prática algumas coisas.
    Testei todas as receitas que queria fazer e selecionei as que prestavam. Fui atrás de fornecedores de produtos que eu não encontrei ou sabia que não encontraria aqui. E comecei a planejar tudo no computador.
    Escolhi as cores (rosa, azul e marrom), fiz o save the date e enviei para os amigos (principalmente os de outros estados) e aos poucos fui comprando as coisas, montando as coisas de decoração e encaixotando tudo para deixar como surpresa para o dia.
    Não imaginava que teria tanto trabalho porque foram muitas coisinhas, muitos detalhes, mas quando juntei tudo, virou um monstro enorme e eu quase entrei em colapso, principalmente no dia.
    Eu queria tudo nas cores rosa, azul e marrom, trilha sonora dos anos 90, comida de lanchonete, praticidade de um self-service e decoração sem balões. E saiu isso…
    m2
    Ignorando a parte das compras e dos detalhes que eu ia fazendo enquanto assistia televisão, comecei os trabalhos na quinta-feira (08.08) antes do almoço. Pouco tempo depois do meu médico me liberar da dieta para a festa, desde que voltasse a me alimentar corretamente e a fazer exercícios assim que tudo passasse.
    Fiz docinhos de leite ninho, beijinho e brigadeiro. Na verdade, só fiz mesmo os de leite ninho, os outros só fiz a massa e terminei de enrolar à noite (precisei fazer compras durante à tarde). Terminei de enrolar os últimos brigadeiros e colocá-los nas marmitinhas de lembrancinha já era 01h da matina de sexta-feira.
    E fui dormir.
    Acordei as 6h da manhã na sexta-feira, porque minha cumadi Luly chegaria aqui em casa mais ou menos esse horário. ~a vinda da cumadi rende oooooutro post, outra hora (aguentem aí que aconteceu muita coisa em 3 dias para caber em um post apenas)~
    Ela chegou, se acomodou e eu voltei para a cozinha. Fiz cakepops, bolo e cupcakes. Só tive tempo de arrumar e guardar os cakepops e acomodar o bolo e os cupcakes em um canto, almoçar e já saímos para buscar minha amiga curitibana, Fernanda, no aeroporto. Chegamos, jantamos e fomos pendurar a decoração na parede.
    Não sei que horas fui dormir, mas a Nicole da novela já jazia morta na igreja e meus gatos já estavam inconformados com a minha ausência na cama.
    Sábado, o dia D, também começou cedo. Perdi o sono antes das 6 da manhã e fui para cozinha enrolar brigadeiro, cortar pães, fazer o recheio e confeitar meu bolo. Não lembro a ordem das coisas que eu fiz, só tenho os dois dedões do pé ainda com câimbras para lembrar que eu fiquei em pé o dia inteiro e boa parte da noite.
    Mas minha manhã foi de arrumar a mesa de doces, fazer mousse de maracujá, camafeu de nozes cremoso e gelatina zero, enquanto minha mãe fazia salpicão.
    De tarde eu almocei em 5 minutos, saí correndo para comprar marshmallow e bala de goma, lavei o cabelo (precisava de tempo para ele secar) e voltei para fazer 1kg de buttercream rosa para decorar os cupcakes. Aprendi, decorei e terminei os cupcakes às 16h (DUAS HORAS ANTES DA FESTA). Isso tudo enquanto dava ordens para minha mãe fazer as coisas que faltavam: fazer molho de cachorro-quente, cortar salsichas, assar hambúrguer e fritar bacon!
    Sabem aqueles programas de gastronomia que os participantes correm de um lado para o outro e entram em desespero? Eu me sentia em um deles. Parte de mim olhava para o relógio e pensava: “vai dar tempo, é só ter calma”, mas aí outra parte se lembrava do que faltava ficar pronto e entrava em desespero.
    Às 17h terminei os coquetéis e coloquei as bebidas no congelador (não tinha espaço na geladeira para deixá-las embaixo).
    “Rala a cenoura! Corta a cebola! Cadê o alface? Colocou o tomate de molho no vinagre? A mesa ainda não está no lugar!!! MÃE VAI TOMAR BANHO! Se você não for, eu não posso ir. VAI!”
    Eram quase 17h20 quando eu, sozinha, saí carregando a mesa da cozinha para o lugar onde ela serviria de buffet (só uns 2m do lugar onde ela fica, mas ok), e comecei a literalmente correr de um lado para o outro abrindo latas, colocando as coisas em caixinhas com plaquinhas bonitinhas com os nomes dos ingredientes. O bacon não estava frito, minha mãe precisava tomar banho (e eu também), não tinha gelo em casa, as cadeiras não estavam arrumadas no lugar correto e minhas caixas de decoração estavam espalhadas pela sala, onde os convidados ficariam sentados!!
    Consegui deixar as coisas organizadas e prontas para receber os convidados pouco antes das 18h. Liguei a música e fui tomar banho. Por sorte, nenhum convidado chegou antes das 18h40. Então tive tempo para me arrumar, escolher um sapato lindo, abandonar a ideia do sapato, descer de chinelinho, comprar gelo do lado de casa, voltar e abandonar o pobre calçado embaixo da primeira mesa que vi.
    Meus pés estavam me matando tanto que eu estava com medo de olhar para eles e ver buracos no lugar dos dedões (de tanto que meu pé doía!), eu não aguentaria sapatos por mais de 5 min, os chinelinhos começaram a agarrar na barra do vestido, então eles foram abandonados para eu não me irritar.
    Era o meu aniversário, minha festa, eu já tinha feito TUDO e estava pouco me fudendo se alguém iria reclamar/comentar da minha falta de sapatos.
    Os convidados foram recepcionados com um copinho de salpicão e fui entregando o cardápio e explicando o esquema para eles mesmo se servirem. Destampei os potinhos e coloquei as carnes (salsichas com molho e carne de hambúrguer), deixei os refrigerantes na mesa das bebidas e fui aproveitar a festa.
    m5
    Estava tudo muito bem, muito legal, então o que acontece? Entram duas bonequeiras ao mesmo tempo em casa e o que deveria ser apenas uma festa de aniversário, vira um bonecontrinho. Claro que tínhamos que aproveitar a ocasião e tirar fotinhos e fotinhos com bonecas.
    making1
    Eu juro que eu não esperava ver a Luly na minha casa, nem a Malú, porque mesmo ela morando aqui “perto”, ela está grávida e não achava que ela viria de moto à minha festa (MAS ELA VEIO!!) e muito menos a Lissa, que já estudou comigo, mas depois que começamos a colecionar bonecas não marcamos nenhum encontrinho. Mas então estavam as 3 lindas ali na minha sala e aproveitamos para registrar o momento e tricotar sobre perucas, roupinhas e afins…
    making2
    Depois de muito comer, beber, brincar de boneca e fotografar, foi a hora de cantar parabéns. Eu não sei o que fazer no momento, eu não canto porque eu odeio cantar parabéns (mesmo p/ outros), mas fico batendo palmas e faço cara de idiota, porque é um momento idiota e apago a velinha.
    m21
    Eu estava toda distraída cortando o bolo e distribuindo os primeiros pedaços (o primeiro para minha mãe que ficou acordada 2 dias comigo ajudando a preparar tudo e o segundo para o meu padrinho porque era véspera de dia dos pais – nada mais justo, oras) e quando eu olho para frente… a mesa estava INTACTA!
    Por que meus convidados são tão bem educados que ficam com vergonha de atacar uma mesa lotada de guloseimas, docinhos e coisas lindas e gostosas? Eu praticamente tive que implorar para as pessoas se servirem de doces!
    Gente, eu já faço as contas de doces a mais, minha mãe é exagerada e pede para eu aumentar a soma, sempre sobra doces, não precisam ficar com vergonha, podem comer muito, ok?
    E na hora de ir embora, cada convidado levou uma marmitinha com 12 brigadeiros, uma receita de brigadeiro, uma caixinha com um cupcake, uma latinha com confetes, um tubete com balinhas, uma flor de crochê e uma marmita (de frango) para encher o que quisesse.
    m1
    Coloquei todas as fotos no Festejando, que é um blog que eu fiz especialmente para o aniversário e no meu Facebook.
    Tentei agradecer à presença de todo mundo via Facebook, mas não sei se consegui expressar meu carinho e gratidão de modo adequado. Eu realmente apreciei a presença de cada um, me diverti e gostei dos presentes escolhidos com bastante carinho.
    Obrigada, gente!

  • A arte de festejar #3: melhores blogs/sites de festa

    Post Image

    Eu poderia ficar o resto do ano só postando festas legais por aqui, mas vou ser mais direta e postar os links dos melhores blogs/sites de festas que eu visitei nos últimos 60 dias. Espero que gostem.

    Encontrando Ideias
    encontrandoideias

    Festejar é Preciso!
    festejarepreciso

    Atelier de Festas
    atelier

    Frescurinhas personalizadas
    frescurinhas

    Hostess with the mostess (em inglês)
    hwtm

    Constance Zahn

    Silvia Oliveira

    Festa com Gosto

    Pink Ateliê de Festas

    The Party Wagon (em inglês)

    Unica Design

    Pizzazzerie (em inglês)

    Espero que curtam a seleção. E vocês? Têm algum outro blog/site preferido?