WebSérie: Resistentes

O que você faz diante das dificuldades da vida?
Quando os problemas aparecem, como você os enfrenta?
Apesar de tudo… Você resiste?

Histórias de vidas… contadas através da VIDA.

Estou desde fevereiro tentando escrever sobre essa websérie, mas até hoje não saiu nada porque é totalmente impossível escrever sobre ela sem ser parcial.
Primeiramente porque eu faço parte do elenco. Sou Stephanie Braga, dona da sorveteria Frutos de Goiás e tenho que lidar com as trapalhadas dos meus irmãos mais novos: Bernardo e Robson. O primeiro fica querendo dar em cima de todas as clientes e o segundo acha lindo o comportamento do irmão. Mereço?
Em segundo lugar, porque tenho amigos no projeto. Sou suspeita de falar, mas sério, tem uma galera muito boa no elenco. Nos bastidores a gente ficava assistindo à cena ser gravada e a vontade era de gritar “uhuuu!! Arrasou!” e sair batendo palmas, mas tinha que manter o silêncio, né? Então a gente se controla e se emociona e dá os parabéns depois de pronto.

Bom, uma websérie é uma série desenvolvida para a internet. O tempo dos episódios e o tamanho das temporadas são elaborados de modo a atender o público virtual. Geralmente é tudo mais compacto, sem perder a qualidade, você assiste a um episódio enquanto espera uma consulta médica, no trajeto do ônibus, na pausa do almoço…
A primeira temporada de Resistentes possui 10 episódios, cada um com a média de 20 minutos.

Em Resistentes, conhecemos o político Luiz Alberto, o pior tipo de pessoa. Ao longo dos episódios ele vai mostrando para que veio e no fim só desejamos que a justiça seja feita (vem logo, 2ª temporada!!).
Temos também a batalhadora, Luciana, viúva e dona do Restaurante Século XXI. Ela precisa cuidar dos filhos pequenos e administrar as contas do restaurante, que estão no vermelho. Lola da boate Usina também não fica atrás da Luciana. Ela vive um sério problema com a filha, pois a menina quer saber a todo custo quem é o seu pai, mas Lola não revela o nome dele por nada.
É de mulheres resistentes que a série fala, não é mesmo? Porque ainda temos a Lucélia do salão que tem que segurar a língua da sua irmã Berenice e separar as brigas constantes das suas filhas. E, para completar o time das mulheres donas da p**** toda, temos a Stephanie Braga, que eu já falei ali em cima.
Além dessas mulheres e suas vidas difíceis, temos os jovens jornalistas, que não se cansam de procurar pistas para incriminar Luiz Alberto.
Uma websérie cheia de reviravoltas, discussões e conflitos.
Todos os episódios já estão disponíveis no canal Oficina de Atores Abel Santana no YouTube.
Para assistir ao primeiro episódio é só clicar no play:

A segunda temporada estreia em 2019 no YouTube.

Continue Reading

Filme: Inferno

infernoInferno, 2016
(4/5)
Robert Langdon (Tom Hanks) acorda em um hospital de Florença, na Itália, com um ferimento na cabeça causado por um tiro de raspão. Ele não se lembra de nada que aconteceu com ele nos últimos dois dias e se sente muito confuso. Em sua última lembrança ele ainda estava no continente americano!
Robert é atendido pela médica Sienna Brooks (Felicity Jones), que o conheceu quando era criança.
Assim que desperta, uma mulher misteriosa entra no hospital para ataca-lo. Robert é salvo por Sienna, que foge com ele e o leva para seu apartamento.
Lá, ele descobre que em seu paletó há um frasco que pode ser aberto com sua impressão digital. Ao colocar seu dedo no sensor e abrir o frasco ele encontra o Mapa do Inferno, obra de Botticelli, inspirada na obra Inferno de Dante Alighieri.
Robert precisa interpretar a imagem da obra para salvar sua vida e a de toda humanidade.
Começamos o filme tão confusos quanto Robert. As imagens são confusas e misturadas. Conforme Langdon vai se lembrando dos fatos vamos entrando na história e descobrindo o que aconteceu com o professor e o que pode acontecer com a humanidade se Langdon não desvendar o Mapa do Inferno a tempo.

Desde o anúncio do lançamento que eu estava ansiosa pelo filme, esperei uns dias e fui com minha amiga. Eu tinha lido o livro e ela não. Nós duas amamos o filme na mesma proporção.

Inferno

Achei o filme bem fiel ao livro. É uma obra envolvente e não dá pra piscar nenhum minuto. A ansiedade bate forte a cada pista que eles encontram.

Inferno

Já vi críticas de quem assistiu Anjos e Demônios e O Código Da Vinci e não leu aos livros e disse que não conseguiu compreender os filmes tão bem assim. Minha amiga não leu Inferno, mas entendeu tudo muito bem e ficou bem curiosa para ler quando eu contei que o final do livro é diferente.

Inferno

Sobre as diferenças entre os finais, ainda prefiro o do livro, mas talvez para Hollywood a melhor decisão foi ter modificado o fim.

Continue Reading

Top 3 de Halloween

Eu adoro Halloween! Na época de escola e curso de inglês era a data mais esperada no ano. Minhas fantasias eram as melhores e eu sempre ganhava prêmios ganhei duas medalhas de melhor fantasia.
Com o passar dos anos as festas e as oportunidades de festa foram acabando, mas a data sempre terá um lugarzinho no meu coração e eu comemoro de outras formas (como postar no blog).
Este ano eu fiz um top 3 das minhas coisas favoritas que tenham a ver com o Halloween:
top 3

TOP 3 FILMES

1. A Órfã
O melhor filme de todos os tempos: uma adorável garotinha de origem russa, de 9 anos é adotada por uma família americana e coisas estranhas começam a acontecer na casa.
E a voz da Esther cantando no trailer? Que amor! Isabelle Fuhrman fez uma atuação excelente. E tem Vera Farmiga divando.
É um filme bem fraco para quem gosta de filmes de terror, mas é um dos meus favoritos de todos os tempos.

2. Invocação do Mal
Pode colocar os dois filmes, né? Vera Farmiga (rainha suprema) e Patrick Wilson fazendo Ed e Lorraine Warren são os melhores. A química entre os dois atores em cena é ótima e eu fico tão encantada com a atuação dos dois que esqueço que são filmes de terror.
A parte mais assustadora nos filmes é no início quando falam que são baseados em fatos reais. A freira maldita do segundo filme também me assustou bastante (porque eu odeio freiras malditas e palhaços), mas o terror é em um nível bem aceitável.
ed-lorraine-warren

3. Pânico
A trilogia toda entra aqui, até mesmo o 4º filme que eu não gostei. Pânico foi o filme que me despertou para o gênero. Eu ia pro cinema com minha mãe assistir na estreia e a gente se amarrava.
Assisti a todas as outras franquias, como Eu sei o que vocês fizeram no verão passado… mas nenhum outro filme é tão bom quanto Pânico.
Aprendi todas as dicas de não atender à porta, não ficar conversando com estranhos no telefone e não subir às escadas ao ser perseguida com ele. Merece a colocação.

TOP 3 SÉRIES

1. Penny Dreadful
Amor da minha vida que eu nunca vou superar o fim. Penny Dreadful conta a história de Vanessa Ives e sua luta contra as forças do mal. Tem lobisomem, vampiros, o Dr. Frankstein e sua criatura, bruxas e a melhor parte: Eva Green falando o Verbis Diablo.
Só de lembrar que acabou bateu a bad e a vontade de ir no cemitério levar flores para a Vanessa Ives.
penny_dreadful_1

2. Bates Motel
Olá, Vera Farmiga, você vem sempre aqui?
Eu juro que eu comecei a assistir a série por causa de Psicose e que nem sabia que a Vera fazia parte do elenco (muito menos que era protagonista), mas foi impossível não me apaixonar, né?
Fico com tanta raiva da Norma e do Norman que faço maratona quando começo a assistir. Genial a ideia de fazer uma série contando como o assassino chegou ao auge em Psicose.
Um Tocantins inteiro para a produção.

3. Salem
Dia das Bruxas sem bruxas não é Dia das Bruxas, né amores?
Eu coloquei Salem na geladeira quando viciei muito em Penny Dreadful, mas a história é boa e eu preciso retomar, e quem sabe reassistir tudo.

TOP 3 CLIPES

1. Everybody
Everybody era meu clipe de Halloween preferido quando passava naqueles especiais da MTV. Eu nem gostava muito dos Backstreet Boys, mas Everybody era a música que eu mais gostava e sabia até a coreografia.

2. Don’t wanna let you go
Alguns anos depois Five lançou um clipe na mesma vibe de terror/suspense e eu amei (e não era apenas porque eu era fã da banda).
Tem a utilização da tecnologia para assustar os meninos da banda e eu adoro a fã nerd louca dos computadores.

3. Viva Forever
A música é linda e o vídeo não deveria ser de terror, mas gente a história é muito bizarra. Duas crianças entram na floresta e se perdem. Eles encontram um brinquedo e de dentro dele saem as fadinhas malditas das Spice Girls, que ficam dançando e levam o menino embora.
Quem precisa de filme de terror quando se tem um clipe das Spice Girls? Ninguém, né?

TOP 3 MÚSICAS

1. Halloween – Aqua
2. Thriller – Michael Jackson
3. Highway to hell – AC/DC

TOP 3 LIVROS

1. Os Sete
2. Sétimo
3. Sementes no gelo

Eu não leio muitos livros de terror. Prefiro os romances e os suspenses. Acho que todos os que eu li foram do André Vianco e sou realmente fã da escrita dele. Li muitos livros do cara e todos são bons, mas selecionei os que eu mais gostei.

Meu Top 3 de Halloween ficou assim e o seu? Como seria?

Continue Reading