Hoje fui lá no Yahoo com minha mãe, meu primo e os primos dele passear. Assim, eu não vejo nada de divertido lá, piscinas, toboáguas e tals… Gosto mais de tirar fotos, pq ficam bonitas. Mas brinquei um pouquinho, mesmo querendo voltar pra casa o tempo todo.

Bom, vamos primeiro falar das coisas boas para depois falar das ruins… Lá é bonito, tem muitos monitores e muitos brinquedos p/ crianças de todas as idades. E dá p/ aproveitar bem o parque. Tem parque aquático, parque de diversões e fazendinha.

E as coisas lá dentro são caras, mas nada muito assustador: água R$2,00 refrigerante R$3,50 lanche (sanduiche e batata) R$11,00 refeição R$17,00. Até mais barato que muita comida vendida em praia. E aluguel de bóias e afins é bem razoável R$4,00 a bóia individual adulta.

Coisas ruins: falta de educação³ e de informação. Eles não sabem informar N A D A. Minha mãe é sócia e não paga ingresso, mas eu pago, pq eu já terminei a faculdade. Se eu entrar com ela, como convidada eu pago meio ingresso, sempre foi assim, até esse ano. Agora eu só pago meio ingresso se ela estiver COM A CARTEIRINHA. Só que ela não tem carteirinha, nunca tirou, pq nunca foi necessário. A gente nunca vai no lugar, mesmo com título da porcaria há mais de 10 anos e tudo pago até 2020. E quando a gente ia só precisava pagar R$0,50 pra pulseirinha do pulso e a gente não nunca levava as coisas necessárias pra fazer a carteirinha na hora e como só fui lá tipo umas 2 ou 3 vezes, que diferença isso ia fazer na nossa vida? Ok, mas o problema é que eles não informaram que sócio SÓ COM CARTEIRINHA tinha direito a levar acompanhante, mesmo depois dela ligar p/ lá. E a gente precisa ter bola de cristal p/ saber que dia a merda do parque vai mudar as regras e os preços.
E a falta de educação? Eles tem milhares de placas pelo parque: não corra, ande. Mas eu acho que deveriam colocar zilhões de placas com: “obrigado”, “licença”, “por favor”, “desculpe” e “de nada”. Sabe quantas vezes eu ouvi um “obrigada” hoje? UMA. O resto das palavras não existe no vocabulário dos frequentadores, nem dos monitores.
Monitores grossos bagarai. Umas aulinhas de etiqueta básica acho que não faz mal a ninguém, viu?! Eles estão lá p/ lidar com crianças. Custa sorrir e ser simpático? Assim, só um pouquinho, não vai doer, eu juro. E as pessoas lá são assim em todos os brinquedos e até mesmo no restaurante. Sério, eu tive vontade de dar um soco no meio da cara de umas 10 pessoas hoje só pela falta de educação.
Além da falta de educação eles ainda são deselegantes. Eu fui alugar uma bóia e a moça perguntou meu nome, eu disse e ela não entendeu o sobrenome e eu: “Quintas, de quinta-feira.” A moça: “Quintas por que vc nasceu numa quinta-feira?” ¬¬ Minha filha, sorria, fale “bom dia”, “obrigada”, “volte sempre”, mas não faça piadinhas sem graça com os clientes.
Nos toboáguas os monitores quase faltam chutar vc brinquedo abaixo de tanta delicadeza e não fizeram indelicadeza comigo, mas só o que eu vi e o que me contaram me deixaram puta o suficiente p/ resto do ano. Só queria um pouco mais de educação e gentileza, é pedir demais?

Essa foto aí de cima é de um brinquedo, o Katibum. Eu achei que ia morrer nele, juro!!! Vc desce num tunel fechado e cai numa roda aberta, tipo um funil e roda ali e cai na piscina de 2m de profundidade. Só que nessa escuridão + roda p/ todos os lados e cai sabe-se lá como, vc perde a noção de onde fica cima e onde fica baixo e quando cai na água é um desespero p/ alcançar a superfície o.O Sem contar que na descida cai água no nariz, no ouvido e vc já chega lá embaixo se afogando… muito desespero!! Pior foi meu primo que bateu o rosto e ficou vermelhão o.O #medo define.

A piscina de ondas, que é a melhor na minha opinião. Só que só tem ondas de 1h em 1h e por uns 20 minutos, cada bateria de ondas. Mas é divertido, começar a apitar a buzina e ver todo mundo pegando as bóias e correndo p/ piscina de ondas *_*

E a Fazendinha que eu só gosto pq tem AVESTRUZ e tipo, eu sou apaixonada por avestruzes. Quer bicho mais simpático?!?! Olha o sorriso e a elegancia desse amorzinho?! Dá vontade de levar pra casa *_* E sério, acho que foi o ser mais simpático que eu encontrei por lá.

Alguém me explica como as pessoas conseguem ser mau-humoradas num domingo de sol de janeiro, num parque aquático?! Pois é… E não só uma ou outra pessoas, mas muitos dos visitantes.