Filme: Homem-Formiga

Homem-Formiga (Ant-Man)
(4/5)
2015

Dr. Hank Pym (Michael Douglas) é o inventor de uma fórmula (traje)que permite o encolhimento. Anos depois da descoberta, ele precisa impedir que seu ex-pupilo Darren Cross (Corey Stoll) consiga replicar o feito e vender a tecnologia para HYDRA. Dr. Pym escolhe o trambiqueiro Scott Lang (Paul Rudd) para usar o traje do Homem-Formiga. Lang, que acabou de sair da prisão e está com dificuldade de achar um trabalho honesto, aceita.

O filme começa em 1988 quando o Dr. Pym desenvolve o traje. As cenas de abertura são bem no estilo canastrão, mas o resto do filme não segue o mesmo estilo.

Nos dias atuais, Scott Lang acaba de sair da prisão e tenta buscar o respeito da ex-mulher, Maggie (Judy Greer), para conseguir passar um tempo com a filha. E ele procura de todas as formas não se meter em confusão e principalmente não se envolver em problemas. Contudo, ele é demitido do recém emprego em uma sorveteria e precisa voltar ao mundo do crime para conseguir dinheiro. Tudo seria um golpe bem simples, coisa que ele já estava acostumado a fazer, mas o que ele não esperava, era que tudo não passava de uma armadilha do Dr. Pym para testar as habilidades de Lang.

Dr. Pym quer impedir que Darren Cross venda a tecnologia para a HYDRA e para isso, ele necessita da ajuda de Lang. Então Dr. Pym começa a treinar Lang para usar o traje e ser o Homem-Formiga.

Há uma boa dose de humor, mas depois de Guardiões das Galáxia, ele se torna um filme bem comum.

Acho as partes de explicação tecnológica bem chatinhas (sou 100% de humanas, mores), apesar de serem de grande relevância para o futuro dos Vingadores, e o humor do filme não é do tipo que me cativa, sendo assim, eu sempre coloco Homem-Formiga lá embaixo nas minhas preferências.

O enredo não é novidade no universo Marvel: cientista desenvolve tecnologia e tem medo dela cair nas mãos erradas. Quantos filmes já vimos assim só nessa maratona? Mas depois de tantas histórias semelhantes, fica cansativo.

Acho sem noção os chiliques que a Hope (Evangeline Lilly), filha do Dr. Pym, dá. A mulher com 35 anos se comportando como uma adolescente ciumenta apenas porque o pai quer que o trambiqueiro use o traje e não ela. Não fez sentido todas as outras características da personagem.

Os efeitos especiais são maravilhosos, a riqueza de detalhes no encolhimento é incrível. Só por isso vale seu tempo.

E a cena da luta do Lang com o Sam Wilson é incrível também.

No mais, nada de espetacular.

Ficha Técnica

  • Direção: Peyton Reed
  • Roteiro: Adam McKay, Edgar Wright, Jack Kirby, Joe Cornish, Joe Cornish, Larry Lieber, Paul Rudd, Stan Lee
  • Produção: Kevin Feige
  • Duração: 117 minutos
  • Classificação: 12 anos
  • Elenco: Paul Rudd, Stan Lee, Corey Stoll, Evangeline Lilly, Chris Evans,  Anthony Mackie, David Dastmalchian, Judy Greer, Michael Douglas, Michael Peña, Wood Harris, Abby Ryder Fortson, Danny Vasquez, Jordi Mollà, Nicholas Barrera

Veja também

1 comentário