Livro: Trono de Vidro

Trono de Vidro
Trono de Vidro

(4/5)
Sarah J Maas
Galera Record
2013
392 páginas
E-book | Livro

Trono de Vidro é o primeiro livro da série Trono de Vidro e também o primeiro livro da autora Sarah J Maas. Eu nunca tive interesse em ler essa série porque são muitos livros (8 no total), mas eu vi que ia ter Leitura Coletiva dele lá no Coletivo da Retipatia no Instagram e resolvi dar uma chance.

Como é o primeiro livro da autora eu já não estava com as expectativas muito altas, pois sei que a escrita é aprimorada na prática, mas fui surpreendida positivamente.

O livro conta a história de Celaena Sardothien, a melhor assassina de Adarlan. Aos 18 anos ela está presa em Endovier cumprindo sua pena quando recebe a proposta de representar o príncipe em uma competição com outros assassinos e criminosos habilidosos do reino. Caso vença, ela será a campeã do Rei e deverá servi-lo por alguns anos, mas após isso estará livre para viver como bem entender.

– Todos carregamos cicatrizes, Dorian. As minhas são apenas mais visíveis que as da maioria.

Como passar os dias em Endovier é uma verdadeira sentença de morte, Celaena topa sem pestanejar. O príncipe e o capitão da guarda farão de tudo para protegê-la, mas há coisas que fogem ao alcance deles.

Há anos a magia foi banida de Adarlan, mesmo assim, símbolos de rituais antigos começam a aparecer ao mesmo tempo que competidores surgem mortos antes das provas, de maneira terrível.

Algo maligno habita o castelo e a assassina começa a procurar o que a está ameaçando. No meio dessas buscas e da competição ela encontra a amizade e o amor.

Porque há pessoas que precisam tanto ser salvas por você quanto você precisava ser salva.

O livro é bom, mas senti falta de uma apresentação do universo, como a Sarah faz nos outros livros. É uma história muito boa e entendi porque teve tantos livros e continuação porque há bastante pano para manga.

Eu demorei um pouco para me conectar com a história, diferente dos outros livros da Sarah que já caio de cabeça mergulhando no enredo. Mas acho que isso aconteceu porque estou acostumada a ler os livros mais recentes dela, então tudo bem.

As páginas finais são de tirar o fôlego, eu pisquei e terminei o livro porque eu precisava saber o que acontecia e quem estava matando os competidores.

Tem magia, tem amizade, tem romance (bem de leve) e tem bastante ação. Ando recomendando fantasia para todo mundo ler e conseguir sobreviver a essa pandemia, então se jogue em todos os livros da Sarah J Maas e não se arrependa.

Continue Reading

Filme: Viúva Negra

Viúva Negra

Viúva Negra (Black Widow)
2021
(4/5)

Finalmente Natasha Romanoff (Scarlett Johansson), a Viúva Negra, teve um filme solo. No universo cinematográfico Marvel desde Homem de Ferro 2 (2010), a vingadora sempre apareceu como coadjuvante, mas agora podemos conferir de onde veio a espiã.

O longa é estreia da fase 4 do MCU e cronologicamente acontece após Capitão América: Guerra Civil e antes de Vingadores: Guerra Infinita.

Após os acontecimentos em Guerra Civil (2016), os Vingadores se separaram e Natasha está sozinha, foragida e sendo procurada pelo general Ross. Ela precisa procurar alguns contatos antigos para sobreviver. Enquanto tenta sair do radar do governo dos EUA, ela acaba esbarrando com sua irmã Yelena (Florence Pugh) e entrando na mira do Treinador (o vilão do filme), que busca uma substância importante para Dreykov (Ray Winstone), o criador da temida Sala Vermelha – e quem a heroína acreditou que tinha matado.

O filme traz um pouco do passado da Nat, a família, o treinamento e Budapeste. Há muitas cenas de ação e o humor fica por conta da sarcástica Yelena, que tira sarro da pose da Natasha e como ela sexualiza a coisa toda no meio de uma luta. São cutucadas feministas sutis e com uma dose de humor, mas estão lá.

Já sabemos o fim da Viúva Negra, então o filme funciona mais como fan service e para apresentar a Yelena ao público. Principalmente nas cenas pós-créditos, onde vemos que ela terá um papel nessa nova fase do MCU.

Bom, divertido e excelente para matar a saudades da melhor Vingadora que a Marvel já criou até hoje (quem quiser discordar, que discorde na sua casa).

Nos cinemas ou no Disney+

Ficha Técnica

  • Direção Cate Shortland
  • Roteiro Eric Pearson
  • Produção Kevin Feige
  • Duração 134 minutos
  • Classificação 14 anos
  • Elenco: Scarlett Johansson, Florence Pugh, Ever Anderson, Violet McGraw, O-T Fagbenle, Ryan Kiera Armstrong

Continue Reading

Não imaginam o prazer que é estar de volta!

Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta. Após um longo e tenebroso bloqueio criativo voltei! Frase bem típica da novela que eu não assisti, mas ela é ótima para qualquer retorno. Preciso arrumar o link de algumas páginas e quero trocar de layout, mas se eu deixasse para fazer todas as mudanças eu perderia o timing e não voltaria.

Achei melhor apenas ir postando e ir ajeitando o resto aos poucos, então o que virem fora do lugar, me avisem.

Tenho tantas perguntas a fazer. O que estão fazendo? O que andam consumindo? Quais blogs ainda acessam? Gostam de newsletter? Canais do Telegram? Ainda estão nas redes sociais ou isso é só para a Geração Z e para os Boomers?

Clara da novela O Outro Lado do Paraíso

Eu? Bem… eu fui stalkear as redes sociais das pessoas, como boa fofoqueira (acho que não tão boa, se eu fosse boa eu só teria a informação de graça) que sou e acabei estudando canto e dança. Uma coisa levou para a outra e agora eu sei que existem músculos chamados tiroaritenóideo e cricotireóideo e como faz um demi-plié.

Uma família de 7 gatos adotou minha casa e sou obrigada a alimentá-los diariamente. Além dos outros 10 que moram dentro de casa e eu assumi a plena responsabilidade de castração, vacinação e remédios. Falam mesmo que com a idade os gatos se aproximam das mulheres, mas não imaginava que virar crazy cat lady seria tão inesperado.

Comecei estudar astrologia há pouco mais de um ano e até fiz uma série de posts básicos no Instagram, mas posso trazer o conteúdo para cá também, bem bê-a-bá, nível: astrologia para leigos. Astrologia é ótimo para autoconhecimento e acho que todo mundo deveria explorar mais disso. Mas isso pode ser assunto para outro post.

Por hoje é só. Comentem aí com o link de vocês para eu saber quem ainda vive nesse mundo blogueiro.

Continue Reading