Filme: Guardiões da Galáxia Vol. 2

Guardiões da Galáxia Vol. 2 (Guardians of the Galaxy Vol. 2)
(4/5)
2017

Agora já conhecidos como os Guardiões da Galáxia, os guerreiros viajam ao longo do cosmos e lutam para manter sua nova família unida. Enquanto isso tentam desvendar os mistérios sobre o ser que apareceu dizendo ser o verdadeiro pai de Peter Quill (Chris Pratt).

Acho que a palavra chave de Guardiões da Galáxia Vol. 2 é família. Em primeiro lugar, mesmo sendo seres tão diferentes eles se comportam e se cuidam como uma família. Então vemos aquele núcleo incomum cumprindo as missões e se cuidando como uma verdadeira família. Depois eles esbarram com a Nebula, que é irmã da Gamora e elas tem diversos assuntos para resolver (e ao longo do filme vão se enfrentando). E em terceiro lugar, aparece o Celestial Ego, que é pai do Quill e ele precisa lidar com todas as emoções e dúvidas (por que ele abandonou a mãe dele doente, por que ele só apareceu agora, por que ele mandou o Yondu buscar ele na Terra, etc).

É tanto conflito familiar que eles precisam resolver ali que quando um se encerra, já começa outro. E eles fazem tudo isso lutando e fugindo de inimigos, é claro.

É muito lindo ver o Groot crescendo e tentando ajudar. Morro de amor pelo Groot pitico.

A trilha sonora continua maravilhosa e é impossível não chorar com aquele final. A mensagem da trilha, o Quill compartilhando o fone com o Groot, as naves aparecendo. É simplesmente incrível!

Só achei o filme meio perdido do resto do MCU, claro que é importante assistir para entender o resto do contexto, mas não é tão importante quanto o anterior. Pelo menos não explicitamente. Mas é um filme divertido, segue o mesmo estilo do primeiro Guardiões da Galáxia. Muita ação, efeitos especiais e humor na medida!

Ficha Técnica

  • Direção: James Gunn
  • Roteiro: Andy Lanning, Dan Abnett, Jack Kirby, James Gunn
  • Produção: Kevin Feige
  • Duração: 136 minutos
  • Classificação: 12 anos
  • Elenco: Bradley Cooper, Chris Pratt, Chris Sullivan, Dave Bautista, Elizabeth Debicki, Vin Diesel, Kurt Russell, Karen Gillan, Michael Rooker, Zoe Saldana, Pom Klementieff, Sean Gunn, Laura Haddock, Luke Cook, Michelle Yeoh, Tommy Flanagan

Continue Reading

Série: Eu sei o que vocês fizeram no verão passado

Eu sei o que vocês fizeram no verão passado (I know what you did last summer)
2021
(3/5)

Disponível no Amazon Prime

Um ano após um acidente fatal, um grupo de amigos começa a receber ameaças de um desconhecido e assassinatos começam a acontecer na pequena ilha do Hawaii, onde moram.

A essência da história é basicamente a mesma do filme que fez sucesso em 1997: os amigos entram no carro após a festa, saem dirigindo na estrada à noite, batem em alguma coisa e acham que é um bicho, mas na verdade era uma pessoa. Então eles pegam o corpo e jogam em outro lugar porque não podem ter a ficha criminal suja antes dos 20 anos. Eles vão embora e seguem com suas vidas. Um ano depois, uma das moças recebe um bilhete escrito “eu sei o que vocês fizeram no verão passado” e aí coisas estranhas começam a acontecer e pessoas começam a morrer.

Tanto no filme quanto na série isso não muda.

O que muda: o filme é muito mais sangrento. Tem mortes a cada 5 minutos, a série foca mais nos personagens e na investigação. Quem é o assassino?

Por ser uma série, os personagens deveriam ser melhor explorados, fazer com que a gente sentisse empatia por eles quando morressem, mas a atuação é tão ruim que eu não senti absolutamente nada por nenhum deles. E já começa ruim no início mesmo. Só desce a ladeira. No filme os atores não precisavam ser bons porque quase todo mundo iria morrer mesmo, mas na série sim. Só que depois de assistir a série eu decidi reassistir ao filme e eu quase dei um Oscar pra Jennifer Love Hewitt apenas por fazer o mínimo.

Spoiler! No filme, quem morre atropelado é um completo desconhecido pelos amigos e eles entram em pânico porque atropelaram e mataram uma pessoa. Na série, eles atropelam e matam uma amiga deles, que por coincidência é irmã da que estava dirigindo. E irmã gêmea. E eles apenas: ela morreu! Temos que nos livrar do corpo. NA MAIOR CALMA DO MUNDO! Como assim, meu?! Vocês acabaram de matar uma pessoa! Que reação xoxa é essa?! E se não bastasse isso, a irmã vai e se passa pela outra, como se fosse uma pegadinha na escola. E isso só no primeiro capítulo, a situação só piora nos outros.

Confesso que os três primeiros capítulos não são tão ruins assim, a gente vai relevando a atuação fraca e a história morna, esperando algum plot twist ou alguma coisa que nos prenda de fato. Mas depois a gente entende que é aquilo mesmo, a história não melhora e a atuação fraca consegue incomodar sim.

Meu conselho: ao invés de perder seu tempo com uma série fraca, reassista ao filme, que pelo menos a gente sabe que tem muito sangue rolando.

A melhor parte da série é o trailer mesmo.

Ficha Técnica

  • Direção: Craig Macneill
  • Produção: Sara Goodman, Craig Macneill, Neal H Moritz, Pavun Shetty, James Wan
  • Roteiro: Sara Goodman
  • Elenco: Madison Iseman, Brianne Tju, Ezekiel Goodman, Ashley Moore, Sebastian Amoruso, Fiona Rene, Cassie Beck, Brooke Bloom, Bill Heck
  • Gênero: Terror, Slasher, Drama
Continue Reading

Filme: Maligno

Maligno (Malignant)
(3/5)
2021

Madison (Annabelle Wallis) começa a ter sonhos aterrorizantes de pessoas sendo brutalmente assassinadas. Ela acaba descobrindo que, na verdade, são visões dos crimes enquanto acontecem. Aos poucos, ela percebe que esses assassinatos estão conectados a uma entidade do seu passado chamada Gabriel. Para impedir a criatura, Madison precisará investigar de onde ela surgiu e enfrentar seus traumas de infância.

Eu vi o pôster de Maligno e como era lançamento de terror (e é mês de Halloween) fiquei tentada a assistir e dei play, né?! Nem sabia do que se tratava exatamente, mas parecia bom. Os primeiros minutos são bem interessantes e o suspense prende muito.

Então tudo fica muito óbvio, a Madison é presa (suspeita dos crimes), a irmã dela descobre a verdade sobre o passado e o filme vira um trash de terror B, com cenas tão surreais que chegam a ser cômicas.

Não são dadas explicações lógicas para algumas coisas, acontecem apenas porque sim.

A ideia de entrar em um hospício abandonado à noite poderia ter rendido muita coisa interessante, mas foram só alguns sustinhos.

No meio do filme eu já comecei a pegar a história e criar histórias paralelas e criar meus próprios roteiros com algo que rendesse mais que aquilo, além de ter desvendado quem era Gabriel.

De um modo geral, achei Maligno bem decepcionante.

Já assistiu? O que achou? Tem no HBO Max.

Ficha Técnica

  • Direção: James Wan
  • Roteiro: Aleka Cooper, Ingrid Bisu, James Wan
  • Produtores: Cheng Yang, Eric McLeod, Han Lei, Ingrid Bisu, James Wan, Jennifer Conroy, Judson Scott, Mandy Yu, Michael Clear, Peter Luo
  • Duração: 111 minutos
  • Classificação: 16 anos
  • Elenco: Annabelle Wallis, Maddie Hasson, George Young
Continue Reading