Filme: Homem de Ferro 3

Homem de Ferro 3 (Iron Man 3)
(4/5)
2012

Desde o ataque dos chitauri a Nova York, Tony Stark (Robert Downey Jr.) vem lidando com dificuldades para dormir, além de terríveis ataques de ansiedade. Ele teme não conseguir proteger sua namorada Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) dos vários inimigos que passou a ter após se tornar o Homem de Ferro. Um deles, o Mandarim (Ben Kingsley), decide atacá-lo com força total, destruindo sua mansão e colocando a vida de Pepper em risco. Para enfrentá-lo Stark precisará ressurgir do fundo do mar, para onde foi levado junto com os destroços da mansão, e superar seu maior medo: o de fracassar.

Acho que o que eu gostei em Homem de Ferro 3 foi que eles buscaram uma história lá de 1999 e inseriram na narrativa atual. E tudo para quê? Isso mesmo, vender ingresso de cinema. Acredito que para o MCU em si, esse filme é o menos relevante, com exceção da cena pós-créditos com o Banner, o que acontece aqui, basicamente é relevante para a história do Tony e da Potts e só. Pode-se dizer que é o filme mais fraco da Marvel.

Gostei de ver o Tony Stark mais vulnerável e perdendo todo o superego dele. Porque o maior defeito dele é justamente esse superego inabalável e quando ele perde isso, ele fica mais humano e próximo da realidade.

Não sei se o vilão era óbvio demais, mesmo colocando toda aquela atmosfera mística em torno do Mandarim, ou se eu já assisti a este filme mais vezes do que o recomendado, mas chega um momento que eu acho até chato quando o Mandarim fake assume que é só um ator e o Tony descobre quem é o verdadeiro.

Eu gostei muito do relacionamento que o Tony criou com o garotinho, achei fofo. O menino é super esperto e os dois juntos rendeu ótimas cenas.

O filme tem mais cenas de comédia e perdeu um pouco do rock and roll e eu não sei se eu gostei disso. Homem de Ferro era o Vingador com as melhores músicas, a troca da trilha sonora me incomodou um pouco. Já a comédia eu achei que em alguns momentos foi legal, mas acho que ela tem mais lugar nos filmes do Thor.

Mesmo assim, isso tudo dá para relevar, o problema mesmo é o final. Algumas coisas ficaram tão confusas que eu precisei procurar na internet depois para ter certeza.

  1. Ele disse que iria curar a Potts e de fato faz isso. Mas como ele faz isso? Cadê o passo a passo? Como eu faço em casa com um tutorial de 2 minutos, uma garrafa pet, vinagre e bicarbonato?
  2. Por que só agora ele decide fazer a cirurgia se o tempo ela era viável?

Aí tem a cena pós-crédito e ele está contando tudo o que aconteceu no filme com o Banner e só? Mano, o que aconteceu aqui? Alguém me explica?

É divertido para ver os efeitos especiais, as armaduras, o Robert Downey Jr. e a Gwyneth Paltrow em cena, mas só. (Falando em Gwyneth Paltrow, achei incrível ela na última cena acertando com força e matando o cara sozinha. Isso aí, garota!)

Vamos recuperar o tempo de história perdido assistindo a Thor Mundo Sombrio e saber o que aconteceu com Loki depois que ele foi levado embora da Terra.

Ficha Técnica

  • Direção: Shane Black,
  • Roteiro: Shane Black, Don Heck, Drew Pearce, Jack Kirby, Larry Lieber, Stan Lee
  • Produção: Jon Favreau, Kevin Feige
  • Duração: 130 minutos
  • Classificação: 12 anos
  • Elenco: Robert Downey Jr., Don Cheadle, Ben Kingsley, Guy Pearce, Gwyneth Paltrow, Jon Favreau, James Badge Dale, Rebecca Hall, Stephanie Szostak, Mark Ruffalo
Continue Reading

Filme: Homem de Ferro

Homem de Ferro (Iron Man)
(4/5)
2008

Tony Stark (Robert Downey Jr.) é um bilionário da fabricante de armas Indústrias Stark. Ele também é um brilhante inventor. Ao ser sequestrado no Afeganistão, ele é obrigado por terroristas a construir uma arma devastadora mas, ao invés disto, constrói uma armadura de alta tecnologia que permite que fuja de seu cativeiro.

A partir de então ele começa a estudar formas de elaborar a armadura, cujo núcleo é fundamental para mantê-lo vivo.

Homem de Ferro é do mesmo ano que O Incrível Hulk, mas consegue ser superior e não falo apenas nos efeitos. O enredo é bem escrito e há um balanço entre cenas de ação e outras. Sem contar que o Tony Stark é um personagem carismático.

Ele é todo bad boy e errático e possui diversas falas machistas, que tenho certeza de que seriam cortadas se o roteiro fosse escrito atualmente, mas é um personagem real. Já vi vários homens se comportando do mesmo jeito.

Esse jeito tão real do Tony nos faz gostar do personagem.

E tem os efeitos especiais também. Quem não queria uma armadura para te levar voando para o outro lado da cidade? Ou toda a tecnologia do J.A.R.V.I.S. disponível? Agora é possível automatizar a casa com a Alexa e dar comandos para dar bom dia, mas em 2008 aquilo tudo era um sonho ainda distante.

Eu não sei o que comentar do relacionamento da Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) com o Tony. Para mim, ela sempre foi apaixonada por ele e teve que esconder os sentimentos por ser apenas a assistente pessoal, mas nos próximos filmes eu comento mais um pouco sobre isso.

Gostei do vilão e do plot no final também. Sempre americanos querendo vender/fabricar armas e ganhando inimigos por conta disso. Será que isso já aconteceu em algum outro filme antes? Enfim, em Homem de Ferro são armas de verdade e não a criação de um supersoldado ou arma biológica.

PS: Melhor trilha sonora até agora.

Ficha Técnica

  • Direção: Jon Favreau
  • Roteiro: Matt Holloway, Mark Fergus, Stan Lee
  • Produção: Aviv Arad, Jon Favreau, Kevin Feige
  • Duração: 125 minutos
  • Classificação: 12 anos
  • Elenco: Robert Downey Jr., Terrence Howard, Gwyneth Paltrow
Continue Reading