O QUE HÁ DE PIOR NO MUNDO VIRTUAL?


Eu não consigo distinguir isso de “mundo virtual” e “mundo real”. Parece que o que acontece na internet não é de verdade e não é assim que a banda toca, não é mesmo?
A internet, o computador e as redes sociais são apenas meios da gente se comunicar com outras pessoas, que são reais, de carne e osso. Pelo menos, em todos esses anos usando a internet eu nunca conheci nenhum robô e ninguém que se relacionou com um robô. Atrás da tela todo mundo é uma pessoinha.
Apesar da discussão da semana não ser essa, quis fazer um pequeno adendo para mostrar minha opinião sobre o assunto.

FALSIDADE
Existe em todo lugar e parece que é mais fácil encontrar esse tipo de coisa no universo virtual apenas pelo fato da gente não poder ver ao vivo o ser que fala mal pelas costas e continua chamando de “amiga”.

COPYCAT
Passei a adolescência toda vendo esse tipo de coisa entre as blogueiras. Gente que copia o trabalho dos outros e não dá os devidos créditos me irrita. Custa falar que o trabalho foi feito por Fulano ou Beltrano? Cai o dedo se falar?
Além de ser feio é crime contra os direitos autorais.

VÍRUS
Não tem nada pior do que ter seu computador infectado por uma praga dessas e precisar formatar. Já perdi milhares de arquivos e fiquei dias sem computador por causa disso.

CYBERBULLYING
Nunca aconteceu comigo, mas já vi com algumas amigas. É triste ver a que ponto o ser humano consegue chegar. Usar a internet para perseguir e difamar outra pessoa é o cúmulo do ridículo.
Tudo isso por causa da falsa sensação de anonimato que temos ao usar um computador. Mas ainda bem que nada do que é postado na rede é anônimo, é possível sim identificar os idiotas que fazem isso.

GENTE CHATA QUE NÃO SABE USAR REDES SOCIAIS
Sabe aquele amigo que atualiza o Facebook a cada 5 minutos para postar uma inutilidade? Ou o que usa o Instagram para postar apenas mensagens de autoajuda?
Gente, vamos por favor aprender a usar cada rede social antes de criar uma conta? Ou se não sabe usar, não usa. Fica na sua, só observando.