O_FOGOJames Patterson; Jill Dembowski
(4/5)
Editora Novo Conceito
2014
272 páginas

Sinopse: Você pensou que seria um conto de fadas? Whit e Wisty Allgood sacrificaram tudo para liderar a Resistência contra o regime sanguinário que governa o mundo. O líder supremo, O Único Que É O Único, baniu tudo o que havia de bom: livros, música, arte e imaginação. Mas o poder dos dois irmãos parece estar longe de conseguir deter O Único, e agora ele executou a única família que eles tinham. Você não vai encontrar O Único aqui. Wisty sabe que o momento se aproxima. Em breve ela estará cara a cara com O Único. A sua bravura e o seu dom canalizam ainda mais poder para esse ser, que já é invencível. De que maneira ela e Whit poderão se preparar para o confronto iminente com o implacável vilão que devastou o seu mundo – antes de ele se tornar verdadeiramente onipotente? Nem sempre seremos felizes depois que acabar. No impressionante terceiro livro da série Bruxos e Bruxas, a tensão está maior do que nunca – e as consequências mudarão tudo.

Opinião: O Único continua infernizando os irmãos Allgood e a Nova Ordem não está dando mole para ninguém.
A narração do livro já começar em ritmo de aventura. Whit está desesperado pois Wisty contraiu a peste do sangue, uma terrível doença que está matando muitas pessoas e ele não consegue cura-la com magia.
Se não bastasse isso, eles são os adolescentes mais procurados pela Nova Ordem e a Resistência foi dizimada.
Wisty precisa sobreviver à peste e os irmãos precisam sobreviver à Nova Ordem e tentar encontrar seus amigos e sua família.

Lágrimas escorrem pelas bochechas dela, e quase choro de tanto alívio. Ao fazer esse pequeno esforço, Wisty desmaia de novo, mesmo assim um fluxo de pura alegria passa pelo meu corpo. Não sei como, mas tenho certeza de que ela vai sobreviver.
P. 41

No meio do caos instalado, Whit conhece a família Neederman que acolhe ele e a irmã. Os Neederman estão todos empolgados para a celebração do Feriado (uma espécie de Natal), que foi proibido pela Nova Ordem, mas que ainda é comemorado pela família, de modo escondido.
A menininha Pearl Marie Neederman ajuda Wisty a se recuperar e devolve esperança aos irmãos.
Mas no meio da celebração do Feriado, a Nova Ordem chega e coloca o terror novamente.

Olho para Whit, a única pessoa com quem sempre posso contar, que tem estado ao meu lado durante cada perda terrível, cada dificuldade e cada vitória.
P. 112

Nessa situação caótica eles precisarão se separar: Wisty deverá enfrentar o Único sozinha, enquanto Whit irá para a Terra das Sombras procurar seus pais e os amigos da Resistência.

Engulo em seco, imaginando os atos terríveis que podem ser desempenhados por uma mente doente e alguns objetos pontiagudos, mas ainda não me conformo: como é que ele sabe?
P. 133

Confesso que não sou muito fã dessa série, não amei nenhum dos livros e tinha achado a série meio infantil até ler O Fogo. Não que tenha tido uma grande evolução entre segundo e o terceiro livro da série, mas a história fica mais interessante e um pouco mais madura.

O frio domina meu estômago, estou tremendo da cabeça aos pés. Com certeza esse é o meu pior pesadelo, e está aqui, real, bem à minha frente.
P. 199

Gosto muito do ritmo alucinante da narrativa. Tem bastante ação em todos capítulos e várias respostas foram dadas e pontos soltos foram ligados.
A série não acaba por aqui, ainda tem o livro The Kiss, que não tem previsão de lançamento no Brasil, mas eu acredito que dará as respostas que faltam na saga.

A hora chegou mesmo, mas isso não quer dizer que eu vá desistir sem lutar primeiro… certo?
P. 230

O livro segue a mesma linha de diagramação dos outros livros da série. O miolo é simples e a formatação interna ajuda na leitura.
A capa tem aquela textura emborrachada maravilhosa, que dá vontade de ficar abraçada com o livro para sempre.
Talvez por eu não ter esperado nada deste livro, ele superou minhas expectativas ou pode ter sido a colaboração do autor Jill Dembowski. Não sei ao certo, mas posso afirmar que vale à pena dar uma chance à saga. Não é a melhor das melhores, mas rende um bom divertimento por algumas horas.

MEUS SITES PREFERIDOS NA INTERNET


Confesso que ultimamente eu só tenho usado a internet para redes sociais e serviços (site da faculdade, de empresas de bancos, etc). Para não ficar um top muito sem graça cheio de redes sociais que todo mundo conhece, vou colocar meus blogs preferidos.
*o*


FLUFFY
Além do blog ser hiper fofo a Gabi é uma fofura em pessoa (diz que vamos nos conhecer esse ano na Bienal do livro, diz? *_*)
Resenhas bem escritas, layout incrível e dicas bacanas.

A SERIES OF SERENDIPITY – MELINA SOUZA
O blog é bem conhecido e eu adoro. Fico horas olhando as fotos e namorando os itens de papelaria e acrescentando todos mentalmente na minha wishlist.
O forte mesmo do blog são as fotos encantadoras da Melina.

TRUE LUV
Acompanho o blog desde o início e por algum tempo ele me serviu de inspiração. Utilizei ou utilizo vários plugins, dicas e tutoriais.
E além disso, tem receitas deliciosas e muitas fotos.

BORBOLETANDO
Acompanho o blog desde quando a Victoria era conhecida como Vivi. Ou seja, faz tempo.
O que eu mais gosto é que a Vic é totalmente descompromissada e só faz posts sobre coisas que gosta e quando quer. Não se assuste se ela ficar semanas sem postar nada, mas quando sair post novo pode ter certeza de que ele foi pensado com muito carinho.
Além disso, ela faz mixtapes maravilhosas e cheias de amor.

MULHER VITROLA
A Rê é outra blogueira das antigas e eu gosto do blog dela justamente por manter o estilo pessoal. Sempre tem posts bacanas com alguma dica legal ou poster maravilhoso (que a Rê faz) para download.

Cookie

Cookie


Pudim e Cookie

Pudim e Cookie


Brownie

Brownie


Nicholas

Nicholas


Nicholas

Nicholas

Participam do 5 on 5 Roots: Duds | Patricia | Renata | Thais