Não eu não abandonei o desafio, mas eu não andei muito saudável para escrever os posts sobre ele. Sábado passado (21/02) eu fiquei fora de casa o dia inteiro e iria escrever o post no domingo, mas passei mal.
O clima tinha passado e deixei o post para ser escrito neste fim de semana, mas adivinhem? Fiquei fora o dia inteiro e passei mal no domingo (crise de sinusite), então vamos escrever e postar na segunda-feira mesmo.
#vidasaudavel
Vamos recapitular, eu falei sobre o dia do lixo, que eu acho super válido e é muito bom saber que você pode sair da dieta sem culpa. E eu fui sair da dieta e ter meu dia do lixo e… me dei mal! Fui para um bloquinho de carnaval pós-carnaval bebi umas 3 ice e comi coxinhas de frango e no dia seguinte eu quase morro de tanto passar mal, fui ao meu médico e tive minha confirmação: meu organismo não aceita mais coisas não saudáveis.
Nem acho o paladar tão agradável mais assim, então ok, adeus coxinhas.
E o que eu estou comendo no lugar? Comida de verdade. E estou muito bem, obrigada (acabei de repetir meus 14 exames de sangue trimestrais e está tudo beleza, então vamos seguir com a dieta e o plano porque está funcionando).
Já falei de carboidratos, alimentos funcionais, atividade física e hábitos saudáveis. E parece que eu já falei de tudo um pouco, mas ainda tem muita coisa a ser tratada e muita coisa a ser consertada, então vamos seguir com o plano de ter uma vida saudável.
Vamos acrescentar proteína na dieta.
Proteinas
Na questão do emagrecimento, ela funciona bem porque o organismo demora mais para digerir a proteína que carboidratos simples. Com a proteína, a elevação dos níveis de açúcar no sangue acontece de modo gradual, então o aumento de insulina é moderado e a sensação de saciedade permanece por mais tempo.
Sem contar que já vi gente tomando um pote de sorvete de uma vez só, mas nunca vi ninguém comendo um frango inteiro. Por que será, né?
Ao incluir proteínas na alimentação procure sempre as mais magras. Peixes e aves sem peles e cortes mais magros de carnes bovinas. E carne de porco é considerada carne branca e bem mais saudável que carne bovina, então esqueça todas as crendices que vocês já ouviram por aí e consumam carne suína (custa menos e é mais saudável!).
queijo
Mas você quer fazer uma dieta vegetariana? Sem problemas! Laticínios desnatados e semidesnatados (leite, iogurte e queijo) e clara de ovo podem entrar aí. É intolerante à lactose ou tem uma alergia leve ao leite, como eu? Tente os produtos lacfree.
nozes
Mas não quer consumir nenhum produto de origem animal? Sem problemas, existem as proteínas vegetais como nozes, feijões, leguminosas e tofu. Leites vegetais também podem ser incluídos nesta categoria.
Pronto, temos proteínas para todos os gostos, só escolher a sua e incluir um pouquinho em cada refeição.
A proteína vai ajudar a reduzir a fome e combinada com uma dieta de baixa caloria ela vai ser utilizada para a produção de energia e manutenção das células.
Tente combinar proteínas magras com um carboidrato complexo ricos em fibras para se sentir saciado por mais tempo (mas por favor, sejam mais criativos que a combinação batata-doce com peito de frango). Faça uma refeição balanceada e sinta menos fome.
E sentir menos fome não significa ficar longos períodos sem comer. Belisque alguma coisa (saudável) entre uma refeição e outra.
A proteína está presente em todas as células, então seu consumo é importante. Uma dieta pobre em proteína deixa o sistema imunológico fraco e pode causar problemas nos músculos e ossos.

As principais vantagens da ingestão das proteínas

– Ajudar na correta contração dos músculos;
– Melhorar o sistema imunológico;
– Evitar alterações hormonais;
carnes
E não gente, o consumo de proteína não aumenta o colesterol ruim (LDL) como muita gente fala. O causa esse aumento é o consumo de proteína gorda combinada com alimentos ricos em carboidratos simples. O consumo de proteína deve ser equilibrado, sem exageros.
O consumo sugerido de ingestão de proteínas é de 15 a 30% das calorias ingeridas diariamente. O consumo exagerado de proteínas pode sim prejudicar os rins, então se tiver alguma dúvida quanto ao seu consumo diário procure um médico ou nutricionista.
Outro ponto importante é evitar proteína processada e ricas em gorduras. Deixe de lado o bacon, os embutidos, os miúdos, as carnes empanadas e fritas, aquela picanha com 2 dedos de gordura no churrasco de fim de semana, a manteiga, o queijo cheddar, as Bavarian Nuts, etc. Pode comer? Sim, você tem o dia do lixo para comer proteínas não saudáveis.
No resto da semana se controle um pouquinho e coma seu franguinho grelhado, seu filé mignon salteado, seu omelete de claras, seu sanduíche de cottage com peito de peru, sua vitamina de leite com aveia e frutas vermelhas, etc.
E falando em leite… consumam cálcio! Um adulto necessita de 1000mg de cálcio por dia e o cálcio não é importante apenas para a formação dos ossos, mas ele também evita problemas cardiovasculares, aumenta o bom colesterol e abaixa o mal colesterol.
Falo mais sobre o cálcio em outra oportunidade porque há mais informações a serem passadas.

O desafio da semana é

– Consumir proteínas nas refeições
– Diminuir o consumo de embutidos e carnes gordas
– Se alimentar de 3 em 3 horas

Então, boa sorte e até semana que vem :D

Imagens: Pixabay