PREDESTINADASJessica Spotswood
(5/5)
Editora Arqueiro
2015
288 páginas

PODE CONTER SPOILER DOS OUTROS LIVROS DA SÉRIE AS CRÔNICAS DAS IRMÃS BRUXAS
Após ter sido apagada da memória de Finn, Cate Cahill perde totalmente o controle. Aquela Cate contida, amável e protetora com suas irmãs muda muito neste último livro da série.
Cate está com muita raiva de sua irmã Maura por ela ter causado a amnésia de Finn e mal consegue conversar com Maura. As duas ficam em pé de guerra o tempo todo e Cate quer realmente feri-la gravemente.
Até então ela não acreditava que a profecia poderia se realizar e uma das irmãs matar a outra, mas agora não tem mais tanta certeza assim.
Enquanto isso, Tess, a caçula das irmãs Cahill está cada vez mais confiante e tendo mais e mais visões (algumas bem assustadoras). Todos na Irmandade já sabem que ela é o Oráculo e Cate fica bastante apreensiva com essa revelação.
Os Irmãos continuam perseguindo as bruxas, principalmente após a fuga das meninas.
O embate entre os irmãos e as bruxas aumenta e há muita tensão envolvida.
Predestinadas é o desfecho de uma das trilogias que mais me encantou nos últimos tempos.
Adoro histórias com bruxas, principalmente com bruxas “de verdade” e com perseguição religiosa à mulheres que são inteligentes e gostam de estudar, então não tinha como eu não gostar desta trilogia para início de conversa, mas a trama foi tão bem desenvolvida ao longo desses três livros que eu me apaixonei de verdade. Fiquei até triste ao terminar de ler e saber que não tem mais Cate, Maura, Tess e Finn para acompanhar.
O final da saga não é um dos mais felizes, mas ainda há esperança para os personagens. Há muita morte e dor, porém há o encerramento da profecia e a explicação para tudo o que ocorreu.
Achei a Cate bem chata neste volume. O tempo todo ela ficava tentando justificar sua raiva e seus sentimentos negativos. Sabe quando o bonzinho começa a tentar se explicar porquê não praticou tal ação? Teve bastante disso. Vários devaneios da Cate e eu acho que ao invés disso a autora poderia ter aproveitado as linhas para narrar as ações que estavam acontecendo. Mesmo com a Cate sendo irritante em alguns momentos eu gostei muito da história.
As três capas são lindas e é impossível me decidir por uma delas. Gostei de todas, mas essa em especial me lembrou um pouco a bruxa da série Penny Dreadful.
A diagramação e o miolo permanecem no mesmo estilo, simples e bonito. Não encontrei nenhum erro de revisão.
Conselho: compre a trilogia de uma vez e leia tudo. Os três livros são de leitura rápida e com a série completa em mãos a ansiedade de ler a continuação diminui. ;)