Cecelia Ahern
(5/5)
Editora Novo Conceito
2012
368 páginas

Sinopse: Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

Opinião: Terminei de ler o livro à pouco tempo e apesar de querer contar muito a minha opinião ainda não sei se conseguirei traduzir em palavras tudo que senti ao lê-lo.
Por causa do filme todo mundo sabe de cor a história de Holly e Gerry, mas a primeira coisa a se fazer quando iniciar a leitura do livro é esquecer do filme.
Eu não consegui imaginar outra pessoa senão o Gerard Butler no papel de Gerry e a Hilary Swank no papel de Holly (mesmo a Holly do livro sendo LOIRA), mas tentei.
Fazendo um paralelo, a história do livro se passa na Irlanda e não nos EUA, como no filme. Holly e Gerry se conhecem na escola. Os pais de Holly são vivos e vivem bem e ela possui quatro irmãos: o certinho do Richard, o melhor amigo Jack, a louca Ciara e o cineastra Declan. Ou seja, as histórias são um pouco diferentes.
A leitura já começa triste, com a Holly completamente arrasada pela morte do Gerry e fica ainda mais triste quando ela recebe o pacote de cartas. É impossível não derramar rios de lágrimas nesses capítulos iniciais. Mas conforme a história avança, Holly vai conseguindo superar a perda e, devido as diferenças com o filme, mais curiosa eu fui ficando em relação ao final.

Minha amada Holly,
Não sei onde você está e onde exatamente está lendo isso. Só espero que esteja bem. Você me disse há pouco que não conseguiria continuar sozinha. Mas você consegue sim, Holly.
Você é forte, corajosa e vai conseguir passar por isso. Vivemos coisas lindas juntos e você fez a minha vida… Você fez a minha vida. Não tenho arrependimentos. Mas sou apenas um capítulo de sua vida, muitos outros virão. Guarde nossas lindas lembranças, mas, por favor, não tenha medo de criar outras.
Obrigado por me dar a honra de ser minha esposa. Por tudo, sou eternamente grato.
Sempre que precisar d mim, saiba que estarei com você;
Amor eterno, de seu marido e melhor amigo,
Gerry
P.S.: prometi que faria uma lista, então aqui está. Os próximos envelopes deverão ser abertos exatamente no mês certo. Obedeça. E lembre-se de que estou cuidando de você, por isso vou saber…
(p.29)

Vou confessar que chorei rios nessa parte incial de luto, mas o livro não é só de choros. É possível rir e se divertir. Principalmente com as partes da Ciara, da Denise e da Sharon.

– Você fez mais tatuagens? – perguntou Holly
– Sim, olha só. – Ciara se levantou e abaixou a calça, revelando uma borboleta no traseiro.
Seus pais, Richard e Meredith protestaram, abismados, mas os outros riram sem parar. E ficaram assim por um bom tempo. Por fim, Ciara se desculpou e Meredith tirou a mão da frente dos olhos de Emily, e todos se acalmaram.
(p.43-44)

Ciara acabou se tornando uma das minhas personagens preferidas por causa de toda sua espontaneidade e cabelo cor-de-rosa. Mas Sharon e Denise possuem lugares especiais por serem aquelas amigas-irmãs mais família que a própria família.

– Aquela rua fez com que eu me sentisse tão esquisita – disse Sharon, de repente.
– A mim também! – Denise arregalou os olhos. – Desde quando as pessoas começaram a sair ainda tão jovens?
Sharon começou a rir.
– Denise, as pessoas não estão ficando mais jovens, somos nós que estamos envelhecendo, receio dizer.
(p. 181 – 182)

Em relação ao design, a capa do livro é linda! Adoro quando o título do livro vem em alto-relevo e brilhante.
A diagramação é boa e adorei os poás e coração flechado no início dos capítulos. E os capítulos começam todos na página direita, o que contribui para o meu TOC dos capítulos na página da direita.
E queria aproveitar e parabenizar a Editora Novo Conceito pela excelente campanha promocional de enviar cartas com os bilhetes do Gerry para os parceiros. Amei!